Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Estados do Brasil

O Brasil é dividido em unidades político-administrativas chamadas de estados. Ao todo, são 26 estados e o Distrito Federal, totalizando 27 Unidades da Federação (UF).

Mapa com os estados do Brasil. O território brasileiro é composto por 26 estados e o Distrito Federal.

Os estados do Brasil são as unidades político-administrativas em que se divide o território nacional. O Brasil é formado por 26 estados e pelo Distrito Federal, que não é um estado, mas sim a sede administrativa do Governo Federal que desempenha funções de estado e município.

Os estados brasileiros são agrupados em cinco grandes regiões: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Leia também: Mapa do Brasil — as representações cartográficas do território brasileiro

Lista dos estados do Brasil e o Distrito Federal, suas capitais e siglas

Estados

Capital

Sigla

Acre

Rio Branco

AC

Alagoas

Maceió

AL

Amapá

Macapá

AP

Amazonas

Manaus

AM

Bahia

Salvador

BA

Ceará

Fortaleza

CE

Distrito Federal*

Brasília

DF

Espírito Santo

Vitória

ES

Goiás

Goiânia

GO

Maranhão

São Luís

MA

Mato Grosso

Cuiabá

MT

Mato Grosso do Sul

Campo Grande

MS

Minas Gerais

Belo Horizonte

MG

Pará

Belém

PA

Paraíba

João Pessoa

PB

Paraná

Curitiba

PR

Pernambuco

Recife

PE

Piauí

Teresina

PI

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

RJ

Rio Grande do Norte

Natal

RN

Rio Grande do Sul

Porto Alegre

RS

Rondônia

Porto Velho

RO

Roraima

Boa Vista

RR

Santa Catarina

Florianópolis

SC

São Paulo

São Paulo

SP

Sergipe

Aracaju

SE

Tocantins

Palmas

TO

*O Distrito Federal não é classificado como um estado brasileiro. Ele é, na realidade, a Unidade da Federação que abriga a sede do Governo Federal, que está localizada na cidade de Brasília.

Mapa dos estados e capitais do Brasil

Mapa do IBGE com os estados brasileiros.
Fonte: IBGE.

Afinal, quantos estados tem o Brasil, 26 ou 27?

O Brasil tem 26 estados. Ao todo, o país é formado por 27 Unidades da Federação (UFs), que são as unidades administrativas do país, englobando todos os 26 estados e o Distrito Federal. Essa divisão política e administrativa foi feita em função da grande extensão do território nacional, que tem a sua área comparada à de um continente.

Como vimos anteriormente, o Distrito Federal não é considerado um estado. O DF é, na realidade, um território autônomo que apresenta as atribuições tanto de estado quanto de município e abriga ainda a sede do Governo Federal. Ficam no DF as sedes dos Três Poderes, os ministérios e as embaixadas, além das residências oficiais, que incluem a do presidente da república.

Leia também: Divisão administrativa do Brasil

Estados do Brasil de acordo com suas regiões

Os estados brasileiros são divididos em cinco grandes regiões: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Confira abaixo como acontece essa divisão e algumas informações básicas de cada um desses estados e do Distrito Federal.|1|

Sete estados compõem a região Norte do Brasil, que é a maior região em extensão territorial. É, além disso, a segunda região menos populosa do país, onde vivem 17.834.762 habitantes.

Fonte: IBGE.
  • Acre (AC)

    • Capital: Rio Branco.

    • Gentílico: acriano.

    • Extensão territorial: 164.173,43 km².

    • Número de municípios: 22.

    • População: 829.780 habitantes.

    • Densidade demográfica: 5,05 hab./km².

    • PIB: R$ 16,47 bilhões.

    • IDH: 0,710.

    • Fuso horário: GMT -5.

    • Geografia do Acre:

    • Economia: tem como base atividades extrativistas, em especial o extrativismo vegetal, como a obtenção de madeira, látex e castanhas. O setor terciário, que compreende os serviços e o comércio, tem também bastante importância na economia do Acre.

  • Amapá (AP)

    • Capital: Macapá.

    • Gentílico: amapaense.

    • Extensão territorial: 142.407,76 km².

    • Número de municípios: 16.

    • População: 774.268 habitantes.

    • Densidade demográfica: 5,43 hab./km².

    • PIB: R$ 18.469.000.000.

    • IDH: 0,688.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Amapá:

      • Clima: equatorial.

      • Relevo: planícies e terrenos planálticos.

      • Vegetação: Floresta Amazônica e manguezais no litoral.

      • Principais rios: Oiapoque e Amazonas. O estado é banhado pelo oceano Atlântico, a leste.

    • Economia: os setores terciário e primário são dominantes na economia amapaense. O extrativismo vegetal (madeira, açaí, castanhas) e mineral (ouro, manganês) são algumas das principais atividades econômicas do estado.

  • Amazonas (AM)

    • Capital: Manaus.

    • Gentílico: amazonense.

    • Extensão territorial: 1.559.167,88 km².

    • Número de municípios: 62.

    • População: 3.952.262 habitantes.

    • Densidade demográfica: 2,53 hab./km².

    • PIB: R$ 116.019.000.000.

    • IDH: 0,700.

    • Fuso horário: GMT -4 e GMT -5 (extremo oeste, na fronteira com Acre e Peru).

    • Geografia do Amazonas:

  • Clima: equatorial.

  • Relevo: depressões e planícies, com áreas isoladas de planaltos. Fica no norte do estado o ponto mais elevado do Brasil, o Pico da Neblina.

  • Vegetação: Floresta Amazônica.

  • Principal rio: Amazonas, o maior e mais caudaloso curso d’água do mundo.

    • Economia: principal economia da região. Possui elevado dinamismo conferido pela presença da Zona Franca de Manaus, um dos mais importantes polos industriais do país. Têm importância também as atividades extrativistas (minérios, madeira, pesca) e o setor terciário.

  • Pará (PA)

    • Capital: Belém.

    • Gentílico: paraense.

    • Extensão territorial: 1.245.870,70 km².

    • Número de municípios: 144.

    • População: 8.442.962 habitantes.

    • Densidade demográfica: 6,77 hab./km².

    • PIB: R$ 215.936.000.000.

    • IDH: 0,690.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Pará:

      • Clima: equatorial.

      • Relevo: predomínio de planícies, com a presença de planaltos no norte e trechos de depressões.

      • Vegetação: Floresta Amazônica e Cerrado ao sul.

      • Principais rios: Amazonas, Xingu, Tapajós e Tocantins.

    • Economia: orientada pelas atividades do setor primário, com destaque para o extrativismo mineral de recursos como ferro, cobre, bauxita, ouro e manganês, e o extrativismo vegetal de produtos como o açaí e a castanha-do-pará.

  • Rondônia (RO)

    • Capital: Porto Velho.

    • Gentílico: rondoniense ou rondoniano.

    • Extensão territorial: 237.765,35 km².

    • Número de municípios: 52.

    • População: 1.616.379 habitantes.

    • Densidade demográfica: 6,79 hab./km².

    • PIB: R$ 51.599.000.000.

    • IDH: 0,700.

    • Fuso horário: GMT -4.

    • Geografia de Rondônia:

      • Clima: equatorial e tropical no extremo sul.

      • Relevo: planícies e depressões, com a presença de planaltos a leste.

      • Vegetação: Floresta Amazônica e manchas de Cerrado.

      • Principal rio: Madeira.

    • Economia: as atividades primárias são a base da economia rondoniense, com a forte presença do extrativismo mineral e vegetal (minérios, borracha, madeira) e áreas de expansão da fronteira agrícola, onde há o plantio de soja e a prática da pecuária extensiva.

  • Roraima (RR)

    • Capital: Boa Vista.

    • Gentílico: roraimense.

    • Extensão territorial: 223.644,53 km².

    • Número de municípios: 15.

    • População: 634.805 habitantes.

    • Densidade demográfica: 2,83 hab./km².

    • PIB: R$ 16.024.000.000.

    • IDH: 0,699.

    • Fuso horário: GMT -4.

    • Geografia de Roraima:

      • Clima: equatorial e tropical úmido.

      • Relevo: planaltos ao norte, com a presença de grandes elevações como o Monte Roraima, e depressões ao sul.

      • Vegetação: Floresta Amazônica e lavrado roraimense (vegetação do tipo savana).

      • Principais rios: Branco, Tacutu e Uraricoera.

    • Economia: pelo PIB é considerada a menor economia da região e também do Brasil. Baseia-se nos setores terciário e primário. Têm destaque as atividades extrativistas, como a obtenção de madeira e minerais.

  • Tocantins (TO)

    • Capital: Palmas.

    • Gentílico: tocantinense.

    • Extensão territorial: 277.423,63 km².

    • Número de municípios: 139.

    • População: 1.584.306 habitantes.

    • Densidade demográfica: 5,71 hab./km².

    • PIB: R$ 43.650.000.000.

    • IDH: 0,731.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Tocantins:

      • Clima: tropical.

      • Relevo: planaltos e trechos de depressões a oeste e ao sul.

      • Vegetação: Cerrado e mata dos cocais ao norte.

      • Principais rios: Tocantins, Araguaia e Sono.

    • Economia: pautada pela atividade agropecuária, com destaque para a pecuária extensiva e para o plantio de soja, milho, algodão e outras commodities agrícolas, sendo um dos estados para onde a fronteira agrícola se expandiu na segunda metade do século XX.

A região Nordeste é a mais numerosa quanto ao número de estados. Essa área é formada por um conjunto de nove estados, além de conter a segunda maior população regional do Brasil: 55.389.382 habitantes.

Fonte: IBGE.
  • Alagoas (AL)

    • Capital: Maceió.

    • Gentílico: alagoano.

    • Extensão territorial: 27.830,66 km².

    • Número de municípios: 102.

    • População: 3.125.254 habitantes.

    • Densidade demográfica: 112,29 hab./km².

    • PIB: R$ 63.202.000.000.

    • IDH: 0,684.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de Alagoas:

      • Clima: tropical atlântico e semiárido no interior.

      • Relevo: planície litorânea, planalto da Borborema na região central e depressão no interior.

      • Vegetação: Mata Atlântica e Caatinga.

      • Principais rios: Mundaú, Camaragibe, Paraíba do Meio e São Francisco.

    • Economia: tem como pilares o setor terciário e o plantio e transformação da cana-de-açúcar, matéria-prima do açúcar e do etanol (indústria sucroalcooleira), além da extração de petróleo e gás natural.

  • Bahia (BA)

    • Capital: Salvador.

    • Gentílico: baiano.

    • Extensão territorial: 564.760,43 km².

    • Número de municípios: 417.

    • População: 14.659.023 habitantes.

    • Densidade demográfica: 25,95 hab./km².

    • PIB: R$ 305.321.000.000.

    • IDH: 0,691.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia da Bahia:

      • Clima: tropical úmido no litoral, tropical e semiárido no oeste.

      • Relevo: depressões e planaltos, com destaque para a presença da Serra do Espinhaço e da Chapada Diamantina.

      • Vegetação: Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado (a oeste) e mangue.

      • Principais rios: São Francisco, Pardo, Jequitinhonha, Paraguaçu.

    • Economia: baseia-se na indústria petroquímica e automobilística, que se desenvolve principalmente no Polo Industrial de Camaçari. Na região oeste, desenvolve-se a agropecuária moderna, com a presença de commodities como soja e algodão.

  • Ceará (CE)

    • Capital: Fortaleza.

    • Gentílico: cearense.

    • Extensão territorial: 148.894,44 km².

    • Número de municípios: 184.

    • População: 8.936.431 habitantes.

    • Densidade demográfica: 60,01 hab./km².

    • PIB: R$ 166.915.000.000.

    • IDH: 0,734.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Ceará:

      • Clima: tropical atlântico no litoral e semiárido no interior.

      • Relevo: depressões e planície litorânea.

      • Vegetação: Caatinga no interior, predominantemente, e mangues e restingas no litoral.

      • Principais rios: Jaguaribe, Parnaíba, Ceará, Acaraú.

    • Economia: o setor terciário (comércio e serviços) é o principal segmento da economia cearense, que é a terceira maior do Nordeste. Na indústria tem destaque a produção de calçados, vestuário e acessórios.

  • Maranhão (MA)

    • Capital: São Luís.

    • Gentílico: maranhense.

    • Extensão territorial: 329.651,49 km².

    • Número de municípios: 217.

    • População: 6.800.605 habitantes.

    • Densidade demográfica: 20,62 hab./km².

    • PIB: R$ 106.916.000.000.

    • IDH: 0,676.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Maranhão:

      • Clima: equatorial e tropical.

      • Relevo: planaltos e planície litorânea, com a presença de dunas e reentrâncias.

      • Vegetação: Floresta Amazônica, mata dos cocais, Cerrado ao sul e mangue no litoral.

      • Principais rios: Mearim, Itapecuru, Munin, Preguiças, Periá, Turiaçu.

    • Economia: orientada pelo setor terciário e pela indústria de transformação, com a produção de alimentos e o processamento de matérias-primas como alumínio, madeira e celulose. Destaca-se também no extrativismo vegetal, com a obtenção do babaçu, e na agropecuária, nas áreas de Cerrado.

  • Paraíba (PB)

    • Capital: João Pessoa.

    • Gentílico: paraibano.

    • Extensão territorial: 56.467,24 km².

    • Número de municípios: 223.

    • População: 4.030.961 habitantes.

    • Densidade demográfica: 71,38 hab./km².

    • PIB: R$ 70.292.000.000.

    • IDH: 0,698.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia da Paraíba:

      • Clima: tropical úmido no litoral e semiárido no interior.

      • Relevo: depressões, planaltos e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica, Agreste, Caatinga e mangue no litoral.

      • Principais rios: Paraíba e Piranhas-Açu.

    • Economia: pautada no setor de serviços e na atividade industrial, que é composta pela indústria de calçados e vestuário, de alimentos, petroquímica e sucroalcooleira. No setor primário, se destaca na produção de cana-de-açúcar.

  • Pernambuco (PB)

    • Capital: Recife.

    • Gentílico: pernambucano.

    • Extensão territorial: 98.067,87 km².

    • Número de municípios: 185.

    • População: 9.051.113 habitantes.

    • Densidade demográfica: 92,29 hab./km².

    • PIB: R$ 193.307.000.000.

    • IDH: 0,719.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de Pernambuco:

      • Clima: tropical úmido no litoral e semiárido no interior.

      • Relevo: depressões, planaltos e planícies e tabuleiros litorâneos.

      • Vegetação: Mata Atlântica, Agreste, Caatinga, mangues e restingas no litoral.

      • Principais rios: São Francisco, Capibaribe, Una, Pajeú.

    • Economia: baseada nas atividades terciárias, como turismo, na indústria petroquímica e de transformação e também na produção de frutas que acontece na Zona da Mata.

  • Piauí (PI)

    • Capital: Teresina.

    • Gentílico: piauiense.

    • Extensão territorial: 251.755,48 km².

    • Número de municípios: 224.

    • População: 3.270.174 habitantes.

    • Densidade demográfica: 12,98 hab./km².

    • PIB: R$ 56.391.000.000.

    • IDH: 0,690.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Piauí:

      • Clima: tropical úmido e semiárido.

      • Relevo: planaltos, depressões e planície litorânea.

      • Vegetação: mata dos cocais, Cerrado, Caatinga e mangue.

      • Principais rios: Parnaíba, Gurguéia, Poti, Canindé, Piauí.

    • Economia: orientada pelo setor terciário, pela indústria da construção civil e principalmente pela atividade agropecuária desenvolvida nas áreas de Cerrado, sendo uma das regiões de avanço da fronteira agrícola.

  • Rio Grande do Norte (RN)

    • Capital: Natal.

    • Gentílico: norte-rio-grandense, rio-norte-grandense ou potiguar.

    • Extensão territorial: 52.809,6 km².

    • Número de municípios: 167.

    • População: 3.303.953 habitantes.

    • Densidade demográfica: 62,56 hab./km².

    • PIB: R$ 71.577.000.000.

    • IDH: 0,728.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Rio Grande do Norte:

      • Clima: tropical úmido e semiárido.

      • Relevo: planaltos, depressões e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica, Agreste, Caatinga e mangue.

      • Principais rios: Potengi, Piranhas-Açu, Apodi-Mossoró, Jacu, Seridó.

    • Economia: tem como base o setor terciário, com destaque para o turismo. É importante também a produção de petróleo e gás natural, de sal marinho e, na agropecuária, os cultivos de cana-de-açúcar e de frutas.

  • Sergipe (SE)

    • Capital: Aracaju.

    • Gentílico: sergipano ou sergipense.

    • Extensão territorial: 21.938,19 km².

    • Número de municípios: 75.

    • População: 2.211.868 habitantes.

    • Densidade demográfica: 100,82 hab./km².

    • PIB: R$ 45.710.000.000.

    • IDH: 0,702.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Sergipe:

      • Clima: tropical úmido e semiárido.

      • Relevo: depressões e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica, Agreste e Caatinga.

      • Principais rios: São Francisco, Sergipe, Vaza-Barris, Real.

    • Economia: baseada no setor terciário e na indústria de transformação, com destaque para a produção de alimentos e bebidas (suco de frutas), além do cultivo de cana-de-açúcar.

A região Centro-Oeste é formada por três estados e pelo Distrito Federal. Essa é a região com a menor população do Brasil, composta por 16.492.326 habitantes.

Fonte: IBGE.
  • Distrito Federal (DF)

    • Capital: Brasília (Capital do Brasil).

    • Extensão territorial: 5.760,78 km².

    • Gentílico: brasiliense.

    • Número de municípios: não possui. É dividido em 33 regiões administrativas.

    • População: 2.923.369 habitantes.

    • Densidade demográfica: 507,46 hab./km².

    • PIB: R$ 265.847.000.000.

    • IDH: 0,814.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Distrito Federal:

      • Clima: tropical.

      • Relevo: planalto.

      • Vegetação: Cerrado.

      • Principais rios: São Bartolomeu, Paranoá.

    • Economia: por concentrar as atividades dos governos Federal e Distrital, é o setor de serviços que apresenta maior importância e peso na economia do Distrito Federal. Há pouquíssima atividade secundária, e a atividade primária se concentra na produção de verduras e legumes.

  • Goiás (GO)

    • Capital: Goiânia.

    • Gentílico: goiano.

    • Extensão territorial: 340.242,85 km².

    • Número de municípios: 246.

    • População: 6.950.976 habitantes.

    • Densidade demográfica: 20,42 hab./km².

    • PIB: R$ 224.126.000.000.

    • IDH: 0,737.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de Goiás:

      • Clima: tropical.

      • Relevo: planalto.

      • Vegetação: Cerrado.

      • Principais rios: Tocantins, Araguaia, Maranhão, Paranaíba, Corumbá, Aporé, Claro.

    • Economia: centrada no setor de comércio e serviços, na agroindústria e, por conseguinte, nas atividades agropecuárias, com grande participação do cultivo de commodities agrícolas, como a soja, e da pecuária bovina extensiva.

  • Mato Grosso (MT)

    • Capital: Cuiabá.

    • Gentílico: mato-grossense.

    • Extensão territorial: 903.207,04 km².

    • Número de municípios: 141.

    • População: 3.784.239 habitantes.

    • Densidade demográfica: 4,18 hab./km².

    • PIB: R$ 178.650.000.000.

    • IDH: 0,736.

    • Fuso horário: GMT -4.

    • Geografia do Mato Grosso:

      • Clima: tropical.

      • Relevo: planaltos e a planície pantaneira.

      • Vegetação: Floresta Amazônica (norte), Cerrado e o Pantanal.

      • Principais rios: Araguaia, Xingu, Guaporé, Cuiabá, Jauru.

    • Economia: a agropecuária é o carro-chefe da economia mato-grossense. É o maior produtor de soja do Brasil, além de cultivar outras commodities agrícolas, como algodão e milho. Destaca-se na pecuária extensiva, detendo o maior rebanho bovino do país.

  • Mato Grosso do Sul (MS)

    • Capital: Campo Grande.

    • Gentílico: sul-mato-grossense ou mato-grossense-do-sul.

    • Extensão territorial: 357.148 km².

    • Número de municípios: 79.

    • População: 2.833.742 habitantes.

    • Densidade demográfica: 7,93 hab./km².

    • PIB: R$ 122.628.000.000.

    • IDH: 0,742.

    • Fuso horário: GMT -4.

    • Geografia do Mato Grosso do Sul:

      • Clima: tropical.

      • Relevo: planaltos, depressões e a planície pantaneira.

      • Vegetação: Cerrado e Pantanal.

      • Principais rios: Paraguai, Paraná, Aquidauana, Apa, Aporé, Parnaíba, Miranda.

    • Economia: o setor terciário e o setor primário são os dois principais segmentos da economia do Mato Grosso do Sul, estado que possui uma atividade agropecuária forte, sobretudo no setor de grãos, como a soja, e na pecuária extensiva.

A região Sudeste é formada por quatro estados, os quais reúnem a maior população do território nacional: 87.348.223 habitantes.

Fonte: IBGE.
  • Espírito Santo (ES)

    • Capital: Vitória.

    • Gentílico: espírito-santense ou capixaba.

    • Extensão territorial: 46.074,45 km².

    • Número de municípios: 78.

    • População: 3.975.100 habitantes.

    • Densidade demográfica: 86,27 hab./km².

    • PIB: R$ 138.446.000.000.

    • IDH: 0,771.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Espírito Santo:

      • Clima: tropical atlântico.

      • Relevo: planaltos, serras e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica, mangue, restinga.

      • Principais rios: Doce, Itapemirim, Jucu, Itabapoana, São Mateus.

    • Economia: baseada no setor terciário, na indústria petrolífera, que está diretamente associada à exploração de petróleo e gás natural, e também na indústria de base, como a siderurgia.

  • Minas Gerais (MG)

    • Capital: Belo Horizonte.

    • Gentílico: mineiro.

    • Extensão territorial: 586.513,98 km².

    • Número de municípios: 853.

    • População: 20.732.660 habitantes.

    • Densidade demográfica: 35,34 hab./km².

    • PIB: R$ 682.786.000.000.

    • IDH: 0,774.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de Minas Gerais:

      • Clima: tropical, tropical de altitude e tropical atlântico.

      • Relevo: planaltos, serras e chapadas.

      • Vegetação: Cerrado, Caatinga e Mata Atlântica.

      • Principais rios: São Francisco, Grande, Jequitinhonha, Doce, Pardo, Parnaíba do Sul.

    • Economia: orientada pelas atividades terciárias, como o turismo, pela indústria automobilística e também por atividades primárias, como a criação de gado bovino, a produção de leite e a lavoura cafeeira.

  • Rio de Janeiro (RJ)

    • Capital: Rio de Janeiro.

    • Gentílico: fluminense.

    • Extensão territorial: 43.750,42 km².

    • Número de municípios: 92.

    • População: 16.615.526 habitantes.

    • Densidade demográfica: 379,77 hab./km².

    • PIB: R$ 753.824.000.000.

    • IDH: 0,762.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Rio de Janeiro:

      • Clima: tropical atlântico.

      • Relevo: planaltos, serras e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica.

      • Principais rios: Muriaé, Pomba, Macaé, Paraibuna, Grande.

    • Economia: o setor terciário é o alicerce da economia fluminense, com destaque para o turismo. Outra atividade importante é a extração de combustíveis fósseis (petróleo e gás natural) e a indústria petroquímica.

  • São Paulo (SP)

    • Capital: São Paulo.

    • Gentílico: paulista.

    • Extensão territorial: 248.219,48 km².

    • Número de municípios: 645.

    • População: 46.024.937 habitantes.

    • Densidade demográfica: 185,42 hab./km².

    • PIB: R$ 2.377.639.000.000.

    • IDH: 0,806.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de São Paulo:

      • Clima: tropical, tropical de altitude, tropical atlântico e subtropical.

      • Relevo: planaltos, serras e planície litorânea.

      • Vegetação: Mata Atlântica e Cerrado.

      • Principais rios: Grande, Tietê, Paraná, Paranapanema, Pardo, Piracicaba.

    • Economia: apresenta a maior economia estadual do Brasil. Concentra importantes serviços do setor terciário (financeiros, bancários, tecnológicos) e empresas. Destaca-se ainda na indústria de transformação e sucroalcooleira, além da produção de cana-de-açúcar, café, laranja e leite.

A região Sul é a menor em extensão territorial, sendo formada por apenas três estados. Conta atualmente com uma população de 30.685.598 habitantes.

Fonte: IBGE.
  • Paraná (PR)

    • Capital: Curitiba.

    • Gentílico: paranaense.

    • Extensão territorial: 199.298,98 km².

    • Número de municípios: 399.

    • População: 11.835.379 habitantes.

    • Densidade demográfica: 59,38 hab./km².

    • PIB: R$ 487.931.000.000.

    • IDH: 0,769.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Paraná:

      • Clima: tropical de altitude e subtropical.

      • Relevo: planaltos, serras e depressões.

      • Vegetação: mata de araucária e Mata Atlântica.

      • Principais rios: Paraná, Iguaçu, Paranapanema.

    • Economia: o setor terciário e a indústria são os principais segmentos da economia paranaense. A atividade industrial se concentra nas produções de papel e celulose, na montagem de veículos e na indústria de transformação. É importante também a agropecuária, destacando-se a produção de grãos e a criação de animais.

  • Rio Grande do Sul (RS)

    • Capital: Porto Alegre.

    • Gentílico: sul-rio-grandense.

    • Extensão territorial: 281.707,15 km².

    • Número de municípios: 497.

    • População: 11.088.065 habitantes.

    • Densidade demográfica: 39,36 hab./km².

    • PIB: R$ 470.942.000.000.

    • IDH: 0,771.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia do Rio Grande do Sul:

      • Clima: subtropical.

      • Relevo: planaltos, depressões e planície costeira.

      • Vegetação: Mata Atlântica e pampas.

      • Principais rios: Uruguai, Ijuí, Pelotas, Guaíba, Sinos, Gravataí.

    • Economia: o setor de serviços e a indústria de transformação são os pilares da economia do estado. As produções de vinhos, couros e calçados, biocombustíveis e papel e celulose estão entre as principais do setor secundário. O RS é também um grande produtor de soja, fumo e erva mate.

  • Santa Catarina (SC)

    • Capital: Florianópolis.

    • Gentílico: catarinense.

    • Extensão territorial: 95.730,69 km².

    • Número de municípios: 295.

    • População: 7.762.154 habitantes.

    • Densidade demográfica: 81,08 hab./km².

    • PIB: R$ 349.275.000.000.

    • IDH: 0,792.

    • Fuso horário: GMT -3.

    • Geografia de Santa Catarina:

      • Clima: subtropical.

      • Relevo: planaltos e planície costeira.

      • Vegetação: Mata Atlântica e mata de araucária.

      • Principais rios: Pelotas, Tubarão, Canoas, Uruguai, Itajaí-Açu.

    • Economia: são pilares da economia catarinense o setor de serviços e a indústria de transformação, que tem como carro-chefe a indústria têxtil e de vestuário. É importante também a produção de alimentos, bebidas e papel e celulose.

Notas

|1| Os dados de população foram retirados da prévia do Censo de 2022 divulgada pelo IBGE, com informações coletadas até 25 de dezembro de 2022. O valor do IDH estadual é referente a 2021, e tem como fonte o Atlas Brasil, disponível aqui. 

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Capitais do Brasil

Geografia

Crescimento da População Brasileira

Geografia

Diferença entre limite e fronteira

Geografia

Divisão Administrativa do Brasil

Últimos artigos

Nomadismo

O nomadismo é um estilo de vida em que os seres humanos não possuem residência em um local fixo, mudando-se de tempos em tempos de acordo com sua necessidade.

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.