Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Mata dos cocais

Conheça a Mata dos Cocais, a sua importância econômica e a composição de sua fauna e flora.

Babaçu, importante espécie vegetal da Mata dos Cocais Babaçu, importante espécie vegetal da Mata dos Cocais

A Mata dos cocais é uma vegetação presente no território brasileiro considerada como uma faixa de transição, ou seja, uma área de encontro entre dois grandes domínios vegetais. No caso, ela encontra-se na zona de transição entre a Caatinga, localizada no Nordeste, e a Amazônia, da região Norte. A Mata dos Cocais distribui-se pelos estados do Ceará, Maranhão, Piauí e Tocantins.

É interessante observar que a Mata dos Cocais representa também a transição entre o ambiente semiárido da sub-região do Agreste nordestino e a região Norte, que possui clima úmido, ou seja, ela está entre dois ambientes totalmente diferentes! Por esse motivo, ela nomeia outra sub-região do Nordeste, que nós chamamos de meio norte.

A fauna e a flora da Mata dos Cocais são bastante diversificadas, embora a floresta apresente uma aparência homogênea, isto é, uma paisagem semelhante em suas diferentes partes. As principais espécies de plantas são o babaçu, que é o mais abundante na região, a carnaúba, o buriti e muitas outras. Já entre as espécies de animais, há espécies comuns ao Cerrado, à Floresta Amazônia e à Caatinga, mas também existem algumas exclusivas da região. Em geral, podemos citar os seguintes animais: lobo-guará, onça-parda, jaguatirica, urutau, cachorro-do-mato, veado-catingueiro e muitos outros.


A jaguatirica pode ser encontrada na Mata dos Cocais, mas corre risco de extinção

A população da região sobrevive a partir da extração do babaçu e também da exploração da carnaúba. O babaçu está presente nas áreas mais úmidas e é muito aproveitado para a extração do óleo extraído de suas amêndoas, uma matéria-prima utilizada para a produção de óleos, sabão e produtos químicos em geral. Já a carnaúba é aproveitada para a extração de uma cera presente em suas folhas que é também utilizada para a fabricação de diversos produtos. Ao todo, essas atividades extrativistas empregam uma grande quantidade de pessoas na região.


Área urbana com a presença de carnaúbas em sua paisagem

A atividade da pecuária também vem crescendo na região da Mata dos Cocais. No entanto, a sua expansão desordenada, sobretudo para a pecuária extensiva, vem ameaçando esse importante domínio natural, que precisa ser conservado não somente pela sua importância ambiental, mas também pela sua relevância econômica.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

Bacia do Parnaíba

Geografia

Caatinga

Geografia

Desmatamento no Brasil

Geografia

Extrativismo

Últimos artigos

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.