Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Setor primário

O setor primário da economia produz alimentos e matérias-primas através das atividades da agropecuária e do extrativismo. Sempre teve papel importante na economia brasileira.

Área de cultivo de soja, uma atividade do setor primário. O setor primário da economia é responsável pela produção de matérias-primas e alimentos.

O setor primário é um segmento da economia que reúne as atividades primárias, ou seja, a agropecuária e os três tipos de extrativismo (animal, vegetal e mineral). Essa é uma área econômica muito importante por ser a responsável pela produção de alimentos e de matérias-primas, que também são comercializadas no mercado internacional.

No Brasil, por exemplo, o setor primário sempre teve papel de destaque na formação e no desenvolvimento da economia nacional.

Leia também: Quais são os setores da economia?

Resumo sobre o setor primário

  • O setor primário é um segmento da economia que compreende as atividades agropecuárias e extrativas, o que inclui os três tipos de extrativismo (animal, vegetal e mineral).

  • É responsável pela produção de alimentos e matérias-primas.

  • A pesca comercial, o plantio de soja e de arroz, a pecuária bovina e a exploração de minério de ferro são alguns exemplos de atividades do setor primário.

  • É importante para o abastecimento da indústria e da população, sendo fundamental ainda na economia de muitos países emergentes e subdesenvolvidos.

  • Esse é o segmento que produz as commodities, importantes para a economia mundial.

  • O desenvolvimento do setor primário está intimamente ligado à história e ao processo de formação econômica do Brasil.

O que é o setor primário?

O setor primário é uma das áreas da economia que reúne as atividades agropecuárias e extrativistas, sendo responsável pela produção de matérias-primas para a indústria e também pelo fornecimento de alimentos para a população.

Trata-se de um ramo fundamental para o desenvolvimento das demais atividades econômicas, tendo em vista que contempla a produção de itens básicos para a indústria de transformação e movimenta a economia em diversas escalas territoriais (local, regional e nacional).

Características do setor primário

O setor primário tem como sua principal característica a produção de materiais que chamamos de primários ou básicos, e que se encontram em sua forma bruta. Isso significa que os produtos desenvolvidos por essa área da economia sofreram pouca ou nenhuma transformação dos processos industriais. Muitos deles, como os alimentos, são enviados diretamente para o consumidor final, que é a população. Outros produtos são destinados às indústrias e, por essa razão, eles são chamados de matérias-primas.

Os produtos que conhecemos como commodities têm origem no setor primário da economia. As commodities são caracterizadas pela produção e comercialização em larga escala e por terem baixo valor agregado, comercializados em seu estado bruto ou in natura. As commodities são muito importantes para a economia mundial e lideram as exportações de muitos países, como do Brasil.

As atividades do setor primário são desenvolvidas no meio rural, pelo fato de dependerem diretamente do solo e de outros elementos naturais para a sua realização, como veremos adiante.

É importante destacar também que a quantidade de mão de obra empregada nesse setor varia de acordo com a atividade e com o grau de tecnologia que é utilizado no processo de produção. Algumas áreas como a da pecuária e da agricultura, por exemplo, fazem uso de maquinários modernos que demandam um menor número de trabalhadores, já que as funções passaram a ser automatizadas.

Leia também: Diferença entre a pecuária extensiva e intensiva

Atividades do setor primário

São quatro as principais atividades econômicas que integram o setor primário:

  • Agricultura: caracterizada pelo plantio e colheita de diferentes tipos de vegetais que servem para a alimentação humana ou como matéria-prima para a indústria alimentícia e de transformação. O cultivo de soja é um exemplo de produção agrícola destinada para a produção de outros elementos como óleo e ração para animais. A plantação de algodão tem muitas vezes como destino a indústria têxtil, onde são fabricados os tecidos. A plantação de tomates, por sua vez, serve tanto para a alimentação direta quanto para a produção de outros alimentos pela indústria.

  • Pecuária: é a criação de animais com a finalidade de se produzir alimentos e matérias-primas. Um exemplo de pecuária é a bovina (bois e vacas), que tem como objetivo o fornecimento de leite, carne e couro.

Jarra com leite sendo despejada em copo; ao fundo, vacas.
A pecuária é uma atividade do setor primário da economia. Dentre seus produtos está o leite.
  • Silvicultura: essa atividade consiste no plantio de árvores para a obtenção de matérias-primas.

  • Extrativismo: é a extração de recursos do meio natural. Divide-se em três modalidades:

    Extrativismo vegetal: retirada de elementos vegetais (raízes, folhas, madeira, seiva, cera) plantas e árvores existentes previamente na natureza com finalidade econômica. Exemplo: extração de látex da seringueira para a fabricação de borracha. Extrativismo vegetal e agricultura são atividades diferentes. Na agricultura se planta o vegetal para depois realizar a colheita. No extrativismo vegetal se obtém o material desejado a partir de espécies já existentes na natureza.

    Extrativismo animal: caça e pesca de animais com fins econômicos e para o consumo. Exemplo: pesca no porto de Itajaí, em Santa Catarina, considerado um dos maiores polos pesqueiros do país.

    Extrativismo mineral: extração de minerais do solo e das águas para servirem de matéria-prima para a indústria. Exemplo: exploração de minério de ferro da Serra dos Carajás, no estado do Pará.

A extração mineral é uma das atividades primárias da economia.

Por que o setor primário é importante?

O setor primário é importante porque ele é o principal responsável pela produção de itens básicos para a nossa subsistência e também para a fabricação de mercadorias pelas indústrias. Desempenha também um papel indispensável na economia de muitos países subdesenvolvidos tanto na geração de recursos quanto na alocação da mão de obra.

Como vimos anteriormente, o setor primário da economia produz muitos alimentos que podem ser consumidos diretamente, sem a necessidade de serem processados, como frutas, vegetais, ovos e leites. Para além do consumo imediato, itens como esses são importantes para a geração de renda para pequenos e médios produtos agrícolas, criadores de animais e pescadores, que tiram dessas atividades o seu sustento e o de suas famílias.

As matérias-primas utilizadas na indústria são derivadas do setor primário da economia. Esses elementos são fundamentais para a produção de muitas das mercadorias utilizadas cotidianamente pela sociedade como combustíveis, eletrodomésticos, cosméticos, vestimentas, calçados, acessórios, alimentos e bebidas.

Leia também: Setor secundário — aquele que transforma as matérias-primas em mercadorias

Desenvolvimento do setor primário

O setor primário foi o primeiro ramo da economia a se desenvolver mundialmente. As atividades que pertencem a esse segmento já eram praticadas há milhares de anos, desde o surgimento da espécie humana, quando se pensa na caça, e da sedentarização, com a agricultura e a criação de animais.

Com o passar do tempo, a formação das populações e o desenvolvimento da sociedade, o excedente produtivo passou a ser comercializado, transformando assim a terra e os elementos naturais em importantes fontes de renda. Os recursos naturais foram ganhando cada vez mais importância no cenário econômico internacional e estiveram no centro de eventos de grande magnitude, como o colonialismo e a industrialização, para citar alguns dos mais antigos.

Atualmente o setor primário apresenta papel de destaque na economia global, tendo em vista que é o setor responsável pela produção das commodities. São exemplos de commodities a soja, o minério de ferro e o petróleo, elementos fundamentais para a economia de muitos países subdesenvolvidos e também de países emergentes. Além disso, algumas dessas commodities estão no centro das principais disputas geopolíticas do mundo moderno.

Setor primário no Brasil

Pescadores de Salvador, Bahia, retirando rede de pesca do mar.
As atividades primárias, como a pesca, são fundamentais para a economia local no Brasil.[1]

O setor primário sempre caminhou lado a lado com o desenvolvimento econômico do Brasil. Atividades como a agricultura e a criação de animais com propósitos comerciais e econômicos foram estabelecidas logo no início da colonização do país, a partir de então, diversos ciclos econômicos se sucederam, tendo como principal elemento um ou mais produtos derivados desse segmento:

A industrialização não diminuiu a importância do setor primário para a economia brasileira. Com a modernização da agricultura, que teve lugar a partir da segunda metade do século XX, o país viu crescerem as atividades do agronegócio e a produção nacional de commodities agrícolas. No século XXI, o Brasil se tornou um dos principais fornecedores mundiais de commodities, como aquelas que citamos anteriormente, em especial soja, milho, algodão e minérios de ferro.

Internamente, o setor primário é fundamental para o abastecimento. São os pequenos e médios produtores rurais quem produzem os alimentos que são comercializados nos mercados nacionais, ao mesmo tempo em que a pecuária, a pesca e o extrativismo desempenham papel importante no fornecimento de matérias-primas, alimentos e também na economia local de muitas cidades litorâneas e do interior do país.

Créditos da imagem

[1] Joa Souza / Shutterstock

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Agricultura

Geografia

Extrativismo

Geografia

Pecuária

Geografia

Setor terciário

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.