Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Solo | Ensino Fundamental I

O solo é a camada superficial da Terra e é formado por minerais e matéria orgânica, que vêm da decomposição dos animais e dos vegetais. Ele serve como fonte de nutrientes para as plantas e é um importante elemento na produção agrícola, pois é a partir dele que o homem produz boa parte dos alimentos.

Desde o início da humanidade, o ser humano utiliza o solo como recurso para sua manutenção e sobrevivência. Por isso, cuidar do solo é tão importante para a manutenção do ecossistema terrestre.

Leia também: Crosta terrestre – camada mais fina e externa do nosso planeta

Quais são os tipos de solo?

Graças ao solo, as plantas retiram os nutrientes necessários para a sua sobrevivência.

O solo pode ser dividido em quatro tipos: arenoso, argiloso, humoso e calcário. Para compreender melhor a função de cada um, é importante conhecer mais sobre eles.

O solo arenoso tem uma grande quantidade de areia e é pobre em nutrientes. É considerado um solo de ótima infiltração, ou seja, absorve muito a água e, por isso, não é ideal para a prática agrária. Esse solo não é próprio para cultivo.

O solo arenoso não é o ideal para a prática agrária.

O solo argiloso apresenta uma grande quantidade de nutrientes e possibilita a produção agrícola, pois, após ser molhado, ele absorve a água, tornando-se mais arejado. Isso permite que a planta absorva melhor os nutrientes.

O solo argiloso contém uma grande quantidade de nutrientes.

O solo humoso é também conhecido como solo escuro e é muito rico em nutrientes, devido à grande quantidade de matéria orgânica. Sendo assim, ele é bastante fértil, por isso é muito utilizado na produção agrícola.

O solo humoso é rico em matéria orgânica.

O solo calcário é de fácil identificação, pois ele contém um grande número de pedras em sua composição. Ele é impróprio para cultivo, pois as pedras não permitem que a raiz das plantas desenvolva-se.

O solo calcário apresenta pedras em sua composição.

Veja também: Rochas – quais são os tipos que existem?

Qual é a importância do solo?

O solo é importante, pois ele permite a manutenção do ecossistema terrestre. A partir dele, as plantas retiram os nutrientes para desenvolver-se, bem como os seres vivos que dependem dele. Por isso, ações de cuidado com o solo são tão muito necessárias.

Poluir o solo, além de prejudicá-lo, destrói a possibilidade de alimento das plantas. O certo é nunca jogar resíduos recicláveis nem da construção civil no solo. Já os resíduos orgânicos, como as cascas de frutas e verduras, servem como adubo e são ótimas fontes de nutrição para o solo.

Veja também: Poluição - o que é, tipos e consequências

Atividades

Questão 1 - Marque V para verdadeiro e F para falso.

A) ( ) O solo é a camada superficial da Terra, sendo formado por minerais e matéria orgânica, que vêm da composição dos animais e dos vegetais.

B) ( ) O ser humano utiliza o solo como recurso para sua manutenção e sobrevivência.

C) ( ) O solo arenoso tem uma pequena quantidade de areia e é rico em nutrientes.

D) ( ) O solo argiloso apresenta uma grande quantidade de nutrientes e possibilita a criação de animais.

E) ( ) O solo humoso é também conhecido como solo escuro e é muito rico em nutrientes, devido à grande quantidade de matéria orgânica.

F) ( ) O solo calcário é de fácil identificação, pois ele contém um grande número de pedras em sua composição.

Resolução

A) V

B) V

C) F

D) F

E) V

F) V

Por Daviane Nunes

Você pode se interessar também

Ciências

Ciclo da água

Geografia

Modificações do Solo

Ciências

Composição da superfície terrestre

Geografia

Desertos

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.