Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Minerais

Os minerais são sólidos homogêneos que se formam na natureza em processos inorgânicos e podem ser classificados em minerais metálicos e minerais não metálicos.

Pedras de minerais. Minerais são estruturas sólidas e ordenadas formadas por processos naturais inorgânicos.

Minerais são compostos sólidos e homogêneos formados naturalmente a partir de processos inorgânicos. Eles são presentes no interior do planeta Terra e na litosfera, sendo muito importantes também para o setor industrial e para a economia nacional de muitos países, como o Brasil. Os minerais podem ser classificados em metálicos, como o ferro e o cobre, e em não metálicos, como o quartzo e o calcário. Presentes nos mais diferentes aspectos do nosso dia a dia, os minerais estão nos alimentos como sais minerais, que são nutrientes que ajudam a manter as funções do organismo humano.

Leia também: Carvão mineral — uma importante fonte de energia

Resumo sobre minerais

  • Os minerais são sólidos homogêneos formados por processos naturais e inorgânicos.

  • Eles estão presentes na estrutura interna e externa do planeta Terra, além de servirem para a fabricação de produtos e matérias-primas utilizadas no nosso dia a dia e pelo setor industrial.

  • Ferro, cobre, enxofre, calcário, quartzo e alumínio são apenas alguns exemplos de mineral.

  • O Brasil é um país detentor de uma enorme riqueza mineral que está presente tanto em superfície quanto no subsolo.

  • Entre os recursos minerais mais importantes do Brasil podemos destacar o minério de ferro, alumínio, cobre, manganês e bauxita.

  • Os minerais presentes nos alimentos que consumimos diariamente são chamados de sais minerais. Eles são nutrientes que ajudam a manter as funções do nosso organismo e auxiliam na nossa saúde.

O que são minerais e quais as suas características?

Os minerais são elementos sólidos e naturais que são caracterizados pela sua estrutura homogênea e cristalina, apresentando uma composição química bem definida e que raramente se modifica. A estrutura dos minerais é classificada como cristalina pelo fato de o processo de formação desses materiais resultar na constituição de um arranjo de átomos bastante ordenado e tridimensional. Por conta disso, temos um mineral com faces regulares, tamanho variável e, na maioria dos casos, uma forma geométrica definida.

Minerais são sólidos formados a partir de processos naturais inorgânicos, o que significa que não há o envolvimento de componentes de natureza biológica ou orgânicos na sua composição. A formação dos minerais pode acontecer pela relação entre soluções saturadas em minerais, pela precipitação dessas mesmas soluções, pela cristalização do magma terrestre, entre outros procedimentos que ocorrem naturalmente.

Propriedades físicas dos minerais

A identificação e classificação dos minerais podem ser feitas a partir da observação e dos testes de algumas de suas propriedades físicas. Entre elas podemos mencionar:

  • Cor: resultante da relação com os diferentes comprimentos de onda da luz.

  • Brilho: reflexão ou não de luz.

  • Transparência: permite ou não a passagem de luz.

  • Dureza: resistência superficial ao ser riscado.

  • Traço: cor do pó resultante após se riscar a superfície do mineral.

  • Clivagem: presença de áreas de maior fragilidade no mineral, que podem resultar em fraturas.

  • Fraturas: aspectos da superfície resultante da quebra de um mineral.

Existem ainda outras características que podem ser utilizadas com essa mesma finalidade, que é de categorizar determinado mineral, como a sua forma, a densidade, a presença ou não de magnetismo, entre outras.

Veja também: De onde vem o petróleo?

Para que servem os minerais?

Os minerais servem para diversos propósitos, razão pela qual eles são elementos muito importantes para a nossa vida cotidiana, para a economia dos territórios e para a estrutura do planeta Terra. Nesse último caso, os minerais estão presentes nas rochas que formam a litosfera, que é a camada mais externa do nosso planeta, e também fazem parte da composição do magma e do núcleo terrestres. Assim sendo, os minerais servem para formar a estrutura que sustenta a vida na superfície do planeta e para garantir o seu funcionamento interno.

No nosso dia a dia, utilizamos muitos minerais para nos mantermos. A água mineral não recebe esse nome ao acaso, além de ser primordial para a nossa sobrevivência e a de outros animais e seres vivos que habitam o planeta Terra. Nos edifícios e nas construções com as quais nos deparamos diariamente, temos os minerais presentes. Eles servem para a fabricação de uma série de elementos que constituem essas estruturas, como:

  • concreto;

  • gesso;

  • vidros;

  • tintas;

  • fios;

  • cerâmica, presente em utensílios domésticos, pisos e nas telhas;

  • estruturas de alumínio.

Os minerais servem para a fabricação de concreto, de pisos de cerâmica e de vários outros itens do nosso dia a dia.

Os minerais têm propósito também econômico e, nesse caso, recebem a denominação de minérios. A indústria é um setor que faz muito uso de minérios para a execução dos processos produtivos e, também, como matéria-prima no desenvolvimento de novas mercadorias. Assim sendo, os minerais servem para a fabricação, entre vários outros produtos, de:

  • plástico;

  • gesso;

  • argamassa e concreto;

  • fertilizantes e defensivos agrícolas;

  • componentes eletrônicos e ópticos;

  • ferramentas de trabalho.

Quais são os tipos de minerais?

Os minerais podem ser classificados de acordo com a sua composição de várias maneiras. A principal delas divide os minerais em:

  • Minerais metálicos: são aqueles que apresentam algum tipo de metal em sua composição. Os metais são elementos resistentes e capazes de conduzir eletricidade e calor, tornando esses minerais muito úteis para a indústria e para a utilização em equipamentos eletrônicos, fiação elétrica, produção de peças de automóveis e várias outras finalidades.

  • Minerais não metálicos: são aqueles que não apresentam elementos metálicos em abundância na sua composição, razão pela qual não transmitem calor ou eletricidade. Os minerais não metálicos são utilizados principalmente na construção civil, na produção de combustíveis e também de fertilizantes.

Exemplos de minerais metálicos

  • Ferro

Ferro, um exemplo de mineral.
O ferro é uma das principais matérias-primas da indústria de base.
  • Cobre

Cobre, um exemplo de mineral.
O cobre é um mineral metálico muito utilizado para a transmissão de energia elétrica.
  • Alumínio

O alumínio é um mineral utilizado na fabricação de latinhas e de utensílios de cozinha, como panelas.

Exemplos de minerais não metálicos

  • Enxofre

Enxofre, exemplo de mineral.
Esse mineral pode ser usado na produção de fertilizantes e na indústria, de modo geral.
  • Quartzo

Pedras de quartzos de diferentes cores, exemplos de minerais.
Um dos principais minerais não metálicos. Está presente na composição de areias e é muito utilizado para fins decorativos.
  • Calcário

Usado na construção civil e também na agricultura para corrigir a acidez de solo, tornando-o próprio para o plantio.

Minerais no Brasil

O Brasil é um país detentor de uma enorme riqueza natural, o que inclui os minerais. O principal deles é, talvez, a água. O território brasileiro armazena aproximadamente 12% de toda a água doce do mundo e possui algumas das maiores reservas desse recurso natural em toda a América Latina. Não somente a água, que é considerada um alimento, integra a categoria de minerais presentes no território brasileiro. No subsolo brasileiro existe um volume muito alto de minérios que são fundamentais para a economia e para a indústria, motivo pelo qual são chamados de recursos minerais.

Os recursos minerais brasileiros são, desde o início da formação do país, fundamentais para a economia nacional, especialmente para a indústria de base, e para o estabelecimento das relações exteriores, já que o Brasil é um grande exportador desses produtos. Entre os maiores compradores estão China, Japão e Malásia.

O minério de ferro é o principal recurso extraído e comercializado pelo Brasil, sendo abundante nos estados de Minas Gerais, Pará e Mato Grosso. Nessas áreas a rocha que constitui as formas de relevo é muito antiga, e muitos depósitos minerais estão presentes nelas. Além do minério de ferro, o país é um grande produtor de cobre, alumínio, manganês, bauxita, calcário e grafita.

Saiba mais: Extrativismo — atividade econômica baseada na extração de recursos minerais, animais e vegetais

Minerais na alimentação

Os alimentos que consumimos são fontes de sais minerais, muito importantes para a nossa saúde.

Os minerais estão, realmente, presentes em tudo o que nos cerca. Os alimentos não são uma exceção, onde aparecem como sais minerais. Os sais minerais são nutrientes fundamentais para a manutenção das funções do organismo humano e para a qualidade da nossa saúde. Eles estão presentes nos mais variados tipos de alimentos que consumimos no nosso dia a dia, como frutas, verduras, legumes, cereais, carnes, leites e ovos.

Confira, a seguir, uma breve lista dos minerais presentes nos alimentos e alguns dos principais benefícios que proporcionam ao nosso corpo quando consumidos de maneira equilibrada. É importante ressaltar que existem muitos outros sais minerais que atuam na nossa saúde.

  • Cálcio: manutenção e formação dos ossos e dos dentes, auxiliando em diversas funções musculares. Encontrado em derivados do leite, grãos e alguns vegetais.

  • Cobre: respiração celular, formação da hemoglobina e de pigmento da pele. Encontrado no fígado, pescados, repolho-roxo e sementes.

  • Ferro: formação de hemoglobina no nosso sangue, auxiliando no transporte de oxigênio pelo corpo humano. Presente no fígado, ovos, carnes, leite.

  • Magnésio: auxilia no metabolismo celular. Encontrado no peito de frango, banana, grãos como o feijão e a soja, e outros alimentos.

  • Zinco: entre outras funções, auxilia no reforço do sistema imunológico e no desenvolvimento do cérebro. Encontrado em castanhas, ovos, carne bovina, ostras.

  • Sódio: auxilia na regulação do volume de sangue no organismo e na manutenção da pressão arterial. Importante na contração dos músculos. Presente em muitos alimentos, como carnes, ovos, leite integral, feijão.

  • Potássio: importante para a manutenção da água e para a função dos rins, auxilia na diminuição da pressão arterial e tem outras funções celulares e musculares. Encontrado em banana, abacate, brócolis, abóbora, peixes.

Fontes

ALVES, Bruna. Quem são os minerais? VivaBem, 21 set. 2020. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/reportagens-especiais/minerais-por-que-nosso-corpo-precisa-deles/#cover.

ANDRADE, Fábio Ramos Dias de; MCREATH, Ian; FILHO, José Barbosa Madureira; ATENCIO, Daniel. A Terra sólida: minerais e rochas. In: TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, M. C. De; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: IBEP / Editora Nacional, 2009. 2ª edição.

IGC. Materiais didáticos: Minerais. IGc – Universidade de São Paulo (USP), [s.d.]. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/minerais/.

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Ciências

A importância dos sais minerais

Geografia

Carvão mineral

Ciências

Composição da superfície terrestre

Geografia

Crosta Terrestre

Últimos artigos

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.