Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Crosta Terrestre

Conheça a camada mais fina e mais externa do nosso planeta: a Crosta Terrestre!

A crosta terrestre é apenas uma “casca” fina da Terra A crosta terrestre é apenas uma “casca” fina da Terra

A crosta terrestre é uma das três principais camadas da Terra e compõe quase que a totalidade da composição sólida do planeta, ou seja, é porção da Terra onde se encontram as rochas. Abaixo dela, localiza-se o manto, composto basicamente por magma.

Essa camada é a mais fina da Terra, tendo um aspecto semelhante ao de uma “casca” do planeta. A espessura da crosta terrestre varia entre 5 e 70 quilômetros, o que parece muito para o ser humano, porém quase nada diante dos 6.380 quilômetros que compõem a distância entre a superfície e o centro do nosso planeta. Até hoje, o ser humano só conseguiu perfurar até uma profundidade de 12 quilômetros.

Em termos de localização, a crosta terrestre pode ser dividida em duas partes: a crosta oceânica e a crosta continental. A oceânica é a mais fina, com uma profundidade que varia entre 5 e 10 quilômetros, enquanto a continental é mais grossa, variando entre 30 e 70 quilômetros.

A parte mais externa da crosta é chamada de relevo, que é responsável por nos mostrar as transformações terrestres em sua superfície. Ele está sempre se transformando, seja pelos agentes internos ou endógenos (vulcanismo e tectonismo) ou pelos agentes externos ou exógenos (ação das águas, dos ventos e dos seres vivos).

É importante não esquecermos que a crosta terrestre não é totalmente contínua sobre o planeta, ou seja, ela apresenta algumas “rachaduras” que a dividem em vários pedaços mais ou menos encaixados, como em um quebra-cabeça. Esses pedaços são chamados de placas tectônicas e estão sempre se movimentando por estarem flutuando sobre o magma do interior da Terra.

Por causa dessa movimentação, o relevo sofre transformações, como a formação das montanhas e das fossas oceânicas, além da manifestação de terremotos e atividades vulcânicas. Por esse motivo, podemos dizer que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a crosta terrestre não é um meio estático, parado, mas um espaço que está em constante movimento e transformação.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia


Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

Camadas da Terra

Geografia

Manto terrestre

Geografia

Minerais

Geografia

Planeta Terra

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.