Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Manto terrestre

O manto terrestre é uma camada, constituída pelo magma, muito dinâmica da Terra. Situado entre a crosta e o núcleo, ocupa aproximadamente 84% do volume total do planeta.

Representação gráfica das camadas do planeta Terra, com indicação do manto terrestre. O manto terrestre constitui a maior parte do volume interno do planeta Terra.

Manto terrestre é a camada intermediária do planeta Terra. O manto integra a estrutura interna do nosso planeta, e fica entre a crosta e o núcleo. Inicia-se imediatamente abaixo da crosta, na litosfera, e se estende até uma profundidade de 2900 quilômetros. Quanto mais profundo no interior da Terra, maior é a temperatura do manto. Próximo ao núcleo, registra-se cerca de 3700 ºC.

O manto é constituído por magma, que nada mais é do que um conjunto de rochas fundidas formadas por minerais como sílica, ferro, magnésio e oxigênio. No manto ocorrem as correntes de convecção do magma, responsáveis pelo movimento das placas tectônicas.

Leia também: Atmosfera — a camada gasosa que circunda o planeta Terra

Resumo sobre manto terrestre

  • O manto terrestre é a camada intermediária do planeta Terra e fica posicionado entre a crosta terrestre e o núcleo.

  • O material que o compõe é chamado de magma, formado por rochas derretidas.

  • Sua constituição é feita principalmente de sílica, magnésio, ferro e oxigênio.

  • Situa-se desde a região imediatamente abaixo da crosta terrestre até cerca de 2900 quilômetros de profundidade.

  • Suas temperaturas podem chegar até 3700 ºC na sua região mais profunda.

  • Divide-se em manto superior (litosfera e astenosfera) e manto inferior (mesosfera).

  • É uma camada muito dinâmica, sendo nele que acontecem as correntes de convecção do magma.

  • As correntes do manto são o mecanismo responsável pelo movimento de placas tectônicas.

  • O vulcanismo e as plumas mantélicas se originam no manto terrestre.

O que é o manto terrestre?

Manto terrestre é uma das camadas internas do planeta Terra. Fica situado entre a crosta terrestre e o núcleo, podendo, então, ser descrito como a camada intermediária do nosso planeta. Essa camada é dividida em subcamadas de acordo com a sua composição e com a sua textura. O material de que o manto é composto é denominado magma.

Principais características do manto terrestre

O manto terrestre é a camada intermediária da Terra. Isso porque ele fica entre a crosta terrestre e o núcleo, ocupando um volume de aproximadamente 912 trilhões de quilômetros cúbicos, o equivalente a 84% do total do nosso planeta.

O material que constitui o manto é denominado magma. Embora ele seja uma parte fundamental da estrutura interna do planeta Terra, conseguimos enxergá-lo parcialmente quando há o que conhecemos por vulcanismo. Na ocorrência de uma atividade vulcânica, o magma é expelido do interior para a superfície terrestre e passa a ser chamado de lava.

Quando o magma é expelido do manto terrestre para a superfície da crosta, ele passa a se chamar lava.

O manto terrestre é dividido em manto superior (litosfera e astenosfera) e manto inferior. Sua camada mais externa, que integra a litosfera, começa imediatamente abaixo da crosta terrestre. Ao todo, o manto se estende até a profundidade de 2900 quilômetros no interior do planeta. Nessa área a temperatura do manto pode atingir até 3700 ºC, o valor máximo. Aliás, no manto, as temperaturas aumentam 25 ºC a cada mil metros de profundidade, começando com cerca de 1000 ºC na sua parte superior.

Assim como a temperatura, a densidade do material encontrado no manto aumenta conforme a profundidade. Essa variação fica entre 3,2 g/cm³ e 5 g/cm³.

Partes do manto terrestre

O manto terrestre é dividido em manto superior e manto inferior. A seguir, entenda quais são as características de cada uma das partes do manto.

  • Manto superior: parcela do manto que tem contato com a crosta terrestre, iniciando-se imediatamente abaixo dela e chegando até uma profundidade de 400 quilômetros aproximadamente. O manto superior se divide entre a litosfera e a astenosfera.

    • Litosfera: fica entre a crosta e a astenosfera, sendo a área onde há a subducção de placas e o ingresso de material rochoso no magma. Apresenta menor densidade e temperatura. Entre a crosta e o manto superior, fica a descontinuidade de Mohorovičić (ou Moho).
    • Astenosfera: fica entre a litosfera e o manto inferior, entre 100 e 400 quilômetros de profundidade. A astenosfera apresenta textura pastosa e densidade intermediária, possibilitando a formação das correntes de convecção, responsáveis pelo movimento das placas tectônicas.

  • Manto inferior: parcela do manto que se situa mais próximo do núcleo do planeta Terra, chegando ao ponto máximo de 2900 quilômetros de profundidade. Corresponde, portanto, à maior parcela do manto terrestre. Apresenta textura líquida e alta densidade, com temperaturas muito elevadas. É conhecido também como mesosfera. Abaixo dele, entre o manto e o núcleo, fica a descontinuidade de Gutenberg.

Constituição do manto terrestre

O manto terrestre é constituído pelo magma, material que oscila entre o pastoso e o líquido. O magma nada mais é do que um conjunto de rochas derretidas (ou fundidas) que passam por esse processo de transformação física graças às elevadas temperaturas do interior do planeta Terra. O magma ganha um novo aporte de material em áreas de subducção de placas tectônicas. Já em áreas de afastamento ou em atividades vulcânicas, o magma forma novas porções da crosta ou é expelido para a superfície respectivamente.

Uma vez formado por rochas fundidas, o manto terrestre é constituído por diferentes grupos de minerais, com destaque para os silicatos. Os silicatos encontrados de forma predominante no manto terrestre são constituídos por sílica (Si) em conjunto com elementos como ferro (Fe), oxigênio (O) e magnésio (O). A união desses elementos dá origem a minerais como a olivina, encontrada no manto superior. Outros minerais, como alumínio (Al), potássio (K) e cálcio (Ca), também estão presentes no manto.

O mineral olivina, que constitui a rocha chamada peridotito, está presente em grandes quantidades no manto superior.

Dinâmica do manto terrestre

O gradiente térmico do manto terrestre gera as correntes de convecção do magma, principal dinâmica registrada nessa camada do planeta. O magma que se encontra em maior temperatura tende a subir em função da diminuição da sua densidade, ocupando assim o lugar do magma relativamente mais frio. Esse magma com temperatura reduzida apresenta maior densidade e desce. Uma vez que ele se aquece, acontece um novo movimento de ascensão, dando origem a correntes de convecção.

Sabe-se que as placas tectônicas flutuam e se movimentam sobre o manto terrestre. É justamente a ocorrência de correntes de convecção o mecanismo que faz com que esses imensos blocos terrestres se desloquem sobre o magma. Aliás, foi isso que provocou a deriva dos continentes. As correntes do manto refletem, ainda, no afastamento ou na convergência de placas tectônicas. O vulcanismo é outro fenômeno derivado das correntes de convecção.

Dinâmica das correntes de convecção do magma, que causam o movimento das placas tectônicas.

Diferenças entre manto, núcleo e crosta terrestre

Crosta terrestre

Manto terrestre

Núcleo

Camada externa do planeta Terra.

Camada intermediária do planeta Terra.

Camada interna do planeta Terra.

Formada por rochas e minerais em estado sólido.

Formada por rochas e minerais em diferentes estados, variando do sólido ao líquido.

Formada por rochas em estado líquido e sólido.

Divide-se em placas tectônicas, que constituem a crosta continental e a crosta oceânica.

Divide-se em manto superior (litosfera e astenosfera) e manto inferior.

Divide-se em núcleo externo e núcleo interno.

Composta por sílica, magnésio, alumínio, ferro, potássio, sódio, cálcio.

Composta predominantemente por silicatos. Outros minerais estão presentes em menor quantidade.

Composta por níquel e ferro.

Para saber mais detalhes sobre as camadas do planeta Terra, clique aqui.

Exercícios resolvidos sobre manto terrestre

Questão 1

(PUC) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, analise o corte esquemático (croqui) a seguir, que mostra as camadas internas da Terra.

No croqui, a camada identificada com o número 2 corresponde _________ do planeta.

A) à crosta

B) à litosfera

C) à astenosfera

D) ao manto

E) ao núcleo

Resolução:

Alternativa D

O número 2 é o manto terrestre, camada intermediária abaixo da crosta (1) e acima do núcleo interno (3).

Questão 2

(UEM) Sobre a estrutura interna da Terra, é CORRETO afirmar que a(o):

A) crosta oceânica é formada por rochas graníticas.

B) astenosfera localiza-se no manto superior.

C) astenosfera integra uma placa tectônica.

D) litosfera equivale à parte granítica da crosta.

E) manto tem composição metálica (NiFe).

Resolução:

Alternativa B

A astenosfera compõe o manto superior e é sobre ela que as placas tectônicas se apoiam e se movimentam. As demais estão incorretas, pois:

A) É a crosta continental que apresenta rochas graníticas de forma predominante na sua composição.

C) A astenosfera não é parte de placas tectônicas, mas sim uma região do manto superior.

D) A litosfera corresponde à parte da crosta terrestre que se une ao manto superior.

E) A sílica é o elemento predominante no manto, não havendo presença de níquel em grande quantidade.

Quiz

O manto terrestre fica situado entre a crosta e o núcleo. As propriedades físicas e químicas do manto são bastante distintas daquelas encontradas nas outras camadas do nosso planeta, o que garante a importância dessa região intermediária para a dinâmica interna da Terra.

Dentre as características do manto, podemos citar:

A) Divisão entre uma parte sólida e outra parte líquida, com densidade de até 10,6 g/cm³.

B) Gradiente térmico que varia entre 1000 ºC e 3700 ºC aproximadamente, o que gera as correntes de convecção.

C) Volume equivalente a 16% do volume total do planeta Terra.

Alternativa correta: Letra B

Fontes

IGC. Neossilicatos: Olivina. Seção de Materiais Didáticos do IGC-USP. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/minerais/silicatos/nesossilicatos/olivina/. Acesso em 08 mai. 2023.

IGC. Rochas ígneas: Peridotito. Seção de Materiais Didáticos do IGC-USP. Disponível em: https://didatico.igc.usp.br/rochas/igneas/peridotito/. Acesso em 08 mai. 2023.

LUCCI, Elian Alabi. Território e sociedade no mundo globalizado, 1: ensino médio. São Paulo: Saraiva, 2016. 289p.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Mantle. National Geographic Education, [S.I.]. Disponível em: https://education.nationalgeographic.org/resource/mantle/. Acesso em 08 mai. 2023.

ROSS, Jurandyr L. Os fundamentos da Geografia da Natureza. In: ROSS, Jurandyr L. Geografia do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2019. 6 ed. 3 reimp. P. 13-66.

TASSINARI, Colombo Celso Gaeta; NETO, Coriolano de Marins e Dias. Tectônica Global. In: TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, M. C. De; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: IBEP / Editora Nacional, 2009. 2ª edição. P. 78-107.

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Camadas da Terra

Geografia

Crosta Terrestre

Geografia

Placas tectônicas

Geografia

Planeta Terra

Últimos artigos

Manto terrestre

O manto terrestre é uma camada, constituída pelo magma, muito dinâmica da Terra. Situado entre a crosta e o núcleo, ocupa aproximadamente 84% do volume total do planeta.

Altitude

A altitude é a distância vertical entre um ponto na superfície da Terra e o nível do mar, sendo uma medida importante para a caracterização do relevo de uma área.

Área do cubo

A área do cubo é a medida da superfície desse poliedro. A área da base, a área lateral e a área total do cubo estão relacionadas à área do quadrado.

Roma Antiga

Roma Antiga foi uma das principais civilizações da Idade Antiga. Sua história é dividida pelos historiadores em três períodos: monarquia, república e império.