Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Raposa

Raposa é um nome popular usado para se referir a alguns representantes da família Canidae, a mesma família dos cães e lobos. São animais onívoros e geralmente solitários.

Raposa-do-ártico A raposa-do-ártico apresenta, durante o inverno, uma pelagem branca que ajuda em sua camuflagem.

Raposa é um nome popular usado para se referir a diferentes espécies de mamíferos pertencentes à família Canidae. São chamadas de raposas verdadeiras aquelas que fazem parte do gênero Vulpes, como é o caso da raposa-vermelha.

Esses animais destacam-se por possuírem focinho pontiagudo, crânio achatado, orelhas pontudas e eretas e cauda espessa. A coloração da pelagem varia de uma espécie para outra, existindo, por exemplo, espécies com pelagem avermelhada e outras com pelagem branca. As raposas são animais onívoros que se alimentam, de frutos, de roedores etc. Algumas espécies são monogâmicas.

Saiba mais: Animais domésticos e silvestres — qual a diferença?

Resumo sobre raposa

  • Raposas são mamíferos que fazem parte da família Canidae.

  • Apresentam uma aparência que lembra um cachorro.

  • Possuem focinho pontiagudo, crânio achatado, orelhas pontudas e eretas e cauda espessa.

  • Raposas são animais onívoros.

  • Algumas raposas são monogâmicas.

Características da raposa

Raposas são mamíferos que fazem parte da família Canidae, a mesma família dos cachorros, lobos e coiotes. Existem diferentes espécies chamadas popularmente de raposas, as quais estão incluídas em diferentes gêneros. Entretanto, Vulpes é considerado o gênero no qual estão incluídas as chamadas raposas verdadeiras.

De maneira geral, as raposas são animais que lembram cachorros. São canídeos relativamente pequenos que possuem focinho pontiagudo, crânio achatado, orelhas pontudas e eretas e cauda espessa, a qual pode compreender cerca de um terço do corpo do animal. A cauda ajuda esses animais a se equilibrarem e também é útil para aquecer o corpo no tempo frio. As raposas, normalmente, apresentam tamanho entre 92 e 107 cm e pesam cerca de 5 kg.

Em relação à cor da pelagem, observa-se grande variação entre as espécies. Além da coloração, a espessura dos pelos também varia, sendo mais densa em animais de áreas mais frias e mais fina em animais que vivem em locais mais quentes. Em algumas espécies, a coloração da pelagem muda ao longo do ano para que os animais se camuflem na paisagem.

  • Comportamento e reprodução da raposa

As raposas são animais que apresentam, geralmente, hábitos solitários. Podem se comunicar por meio de vocalizações, as quais podem ser usadas, por exemplo, para identificação entre indivíduos, comunicação durante o período reprodutivo e alerta de perigo aos filhotes. Além da vocalização, elas podem se comunicar por meio de odores.

Algumas espécies de raposas são monogâmicas, ou seja, formam pares de acasalamento que podem permanecer pela vida toda. Vale salientar que em algumas espécies, as raposas macho apresentam múltiplas parceiras. O período de gestação desses animais é de sete a oito semanas, e as ninhadas variam de um a 11 filhotes.

Quando nascem, os filhotes não são capazes de enxergar e permanecem no interior de tocas subterrâneas. Em geral, a fêmea passa grande parte do tempo após o nascimento dos filhotes no interior da toca amamentando-os. O macho, por sua vez, garante a captura de comida, trazendo alimento para o local. Após o desmame, os filhotes iniciam sua jornada com os pais na caçada e aprendem técnicas importantes de sobrevivência. Quando estão prontos, os filhotes iniciam sua vida independente.

  • Alimentação da raposa

Raposas, diferentemente do que muitos pensam, não são animais carnívoros, e sim onívoros. Isso significa que podem consumir diferentes tipos de alimento, de origem animal e vegetal. Fazem parte da dieta das raposas ratos, lebres, ovos, frutos e sementes. Esses animais podem também se alimentar de carniça.

Raposa-vermelha

A raposa-vermelha (Vulpes vulpes) é encontrada em diferentes partes do Hemisfério Norte, apresentando uma ampla distribuição geográfica. Ocorrem em diferentes hábitats, como florestas, tundras, pradarias, montanhas, desertos e até mesmo áreas urbanas.

A espécie possui cores que variam do vermelho ao marrom nas partes superiores, sendo as partes inferiores em coloração mais clara, como branca ou cinza. Na parte inferior de suas pernas, observa-se, geralmente, coloração preta. Pelos pretos ou brancos são observados também na ponta da cauda.

Raposa-vermelha
A raposa-vermelha ocorre em diferentes partes do Hemisfério Norte.

Em relação ao tamanho, as raposas-vermelhas destacam-se como as maiores do gênero Vulpes. O comprimento de seu corpo, incluindo a cabeça, varia entre 45,5 e 90 cm, e sua cauda apresenta entre 30 e 55,5 cm. Podem pesar de 3 a 14 kg. Machos são maiores que fêmeas.

Nessa espécie, a gestação dura geralmente entre 51 e 53 dias, e as ninhadas apresentam de um a 13 filhotes. Os filhotes de raposa-vermelha permanecem na toca após o nascimento e nesse local são amamentados e cuidados pela mãe. Ao nascer, os filhotes possuem entre 50 e 150 gramas e são cegos. O desmame ocorre entre oito e dez semanas.

Veja também: Urso-polar — mamífero encontrado na região do Ártico

Raposa-do-ártico

A raposa-do-ártico (Vulpes lagopus), como o nome sugere, é encontrada em regiões árticas, ocorrendo nas tundras ártica e alpina. Essas regiões são extremamente frias, o que demonstra a capacidade desses animais de resistirem a baixas temperaturas. Nessas áreas, a temperatura pode alcançar -50 °C.

Essa raposa se distingue pela variação de cores que ocorre em seu corpo ao longo do ano, sendo a pelagem toda branca durante o inverno e cinza a marrom durante o verão. Os pelos brancos durante o inverno são bastante eficientes na camuflagem na neve. A mudança no verão é importante para que a camuflagem consiga ser eficiente também em um ambiente sem neve.

Raposas-do-ártico apresentam cerca de 46 a 68 cm de comprimento, incluindo a cabeça, e uma cauda de 35 cm. Pesam entre 2,9 a 7,7 kg.

Esses animais constroem tocas, nas quais habita o grupo familiar. Esse grupo é formado, geralmente, pelo macho, a ninhada e duas raposas fêmeas, sendo uma delas não reprodutora e responsável por ajudar na criação da próxima ninhada.

Essas raposas são monogâmicas, e o período de gestação varia de 49 a 57 dias. A disponibilidade de alimento apresenta relação direta com o tamanho da ninhada, sendo esta geralmente formada por cinco a oito filhotes. Os filhotes, em comparação a outras raposas, são desmamados bem cedo, em cerca de duas a quatro semanas. Nessa espécie, a maturidade sexual é atingida em menos de dez meses.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Animais | Ensino Fundamental I

Ciências

Lobo

Ciências

Lobo-guará

Ciências

Urso-polar

Últimos artigos

Ponto e vírgula (;)

O ponto e vírgula é um sinal de pontuação que indica uma pausa mais longa que a pausa da vírgula, mas sem interromper o enunciado, como o ponto.

Alvéolos pulmonares

Alvéolos pulmonares são estruturas que lembram pequenas bolsas e são onde ocorrem as trocas gasosas. São os responsáveis pelo aspecto esponjoso do pulmão.

Cerebelo

Cerebelo é uma parte do encéfalo e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do nosso equilíbrio, postura e ajuste dos movimentos corporais.

Tríplice Aliança

Tríplice Aliança foi um acordo militar assinado, em maio de 1882, por Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, que procuravam se proteger de França e Rússia principalmente.