Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Urso-polar

Saiba mais sobre o urso-polar, um animal adaptado ao clima frio da região do Ártico.

Os ursos-polares (Ursos maritimus) são animais mamíferos encontrados na região do Ártico, um local muito frio e com bastante gelo. É o maior de todos os ursos existentes no mundo, apresentando mais de dois metros de comprimento e pesando até 720 kg. Na natureza, esses animais vivem em média 30 anos.

Os ursos-polares são conhecidos por seus pelos brancos, que permitem uma fácil camuflagem nesse ambiente rico em neve. Entretanto, o que poucas pessoas sabem é que esses ursos, na realidade, possuem pele negra. Esses animais apresentam ainda uma grande quantidade de gordura em seu corpo, o que faz com fiquem protegidos do frio. Sem essa proteção seria impossível sobreviver nesse local e nadar nas águas geladas da região.

Esses belos animais são ótimos nadadores e comumente são avistados em mar aberto. Normalmente nadam em busca de alimento e de outros locais para descansar. Em média, um urso-polar atinge 10 km/h.

Carnívoros ferozes, os ursos-polares alimentam-se principalmente de focas. Para capturar esses animais, o urso cava buracos no gelo e espera que a presa suba para pegar um pouco de ar. Eles também podem alimentar-se de animais mortos, tais como as baleias. No período de verão, quando o gelo derrete, os ursos ficam um grande período de tempo sem se alimentar, sobrevivendo graças às suas reservas. Os ursos-polares não apresentam predadores naturais, sendo, portanto, os grandes reis do Ártico.


As fêmeas cuidam dos seus filhotes por um pouco mais de dois anos

Os ursos-polares não ficam em locais fixos por toda a sua vida e são vistos frequentemente vagando pelo Ártico. São animais solitários que só ficam juntos na época do acasalamento. Nesse momento reprodutivo, é comum observar machos competindo pela fêmea.

A época reprodutiva dos ursos-polares ocorre entre março e maio, já o nascimento dos filhotes normalmente ocorre entre novembro e janeiro. O nascimento acontece dentro de tocas de neve, e as fêmeas usualmente dão à luz gêmeos que ficam com ela por pouco mais de dois anos. Elas cuidam sozinhas de seus filhotes, sendo os machos considerados uma grande ameaça aos jovens.

Os ursos-polares são extremamente dependentes do gelo para sobreviver, sendo assim, mudanças na temperatura média do planeta podem causar sérios danos à população. Se o aumento da temperatura continuar e, consequentemente, a quantidade de gelo diminuir, muito provavelmente essa espécie deixará de existir em cerca de 100 anos. Atualmente esse animal está classificado como vulnerável na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os ursos-polares vivem em regiões extremamente geladas Os ursos-polares vivem em regiões extremamente geladas
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

O que é hibernação?

Geografia

Polo Norte e Polo Sul

Ciências

Animais ameaçados de extinção

Ciências

Mamíferos

Últimos artigos

Hititas

Os hititas foram um povo indo-europeu que se estabeleceu na Anatólia e formou um reino a partir de 1650 a.C., sendo uma das maiores forças da Antiguidade oriental.

Idade Contemporânea

Idade Contemporânea é um dos períodos nos quais a História humana divide-se. Segundo os historiadores, essa idade iniciou-se com a queda da Bastilha, em 1789.

Guerra do Peloponeso

Guerra do Peloponeso foi um conflito travado entre Esparta e Atenas, cada uma apoiada por seus respectivos aliados, e o que estava em jogo era a hegemonia da Grécia.

Medidas de volume

Utilizamos o volume para calcular o espaço ocupado por uma determinada matéria. Assim, é necessário desenvolver unidades de medidas de volume, como o metro cúbico.