Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Predatismo

Predatismo ou predação é uma relação ecológica em que um organismo mata outro para se alimentar. O organismo que mata e se alimenta do outro é chamado de predador, e o organismo que serve de alimento recebe o nome de presa. Tanto presa quanto predador apresentam adaptações relacionadas com essa interação. Enquanto a presa apresenta adaptações que favorecem a fuga, por exemplo, o predador apresenta características que permitem maior eficiência na captura da presa.

Leia mais: Tubarão-branco – um grande predador do oceano!

O que é predatismo?

Predatismo é uma relação ecológica que ocorre entre indivíduos de espécies diferentes, na qual um organismo mata e se alimenta de outro. É uma relação ecológica interespecífica desarmônica, uma vez que envolve organismos de espécies diferentes e apresenta efeito benéfico para um dos envolvidos, provocando prejuízo para o outro. O organismo que mata o indivíduo da outra espécie é chamado de predador, e o organismo que serve de alimento é chamado de presa.

Adaptações de predadores e presas

A velocidade do guepardo auxilia na captura da presa.
A velocidade do guepardo auxilia na captura da presa.

Os predadores apresentam adaptações que lhes garantem maior eficiência na captura de seu alimento, enquanto as presas apresentam adaptações que as ajudam a escapar dos predadores. Dentre as adaptações observadas no primeiro grupo, podemos citar dentes afiados, grande força e capacidade de atingir altas velocidades.

Um exemplo de predador com excelentes adaptações é a coruja. Esse animal conta com uma visão que o permite enxergar bem tanto durante o dia quanto durante a noite, uma audição eficiente e um voo silencioso, o qual permite a aproximação sem que a presa perceba. Além disso, as corujas possuem garras e um bico potente, que ajudam na captura e morte da presa.

Muitos animais utilizam-se da camuflagem para enganar os predadores.
Muitos animais utilizam-se da camuflagem para enganar os predadores.

Vale salientar, no entanto, que não são apenas os predadores que possuem adaptações. As presas também apresentam uma série de características e habilidades que evitam o predatismo. Algumas espécies possuem, por exemplo, exoesqueleto resistente, carapaça forte, capacidade de se camuflar no ambiente, coloração de advertência, capacidade de mimetizar presas tóxicas, e habilidade de construir abrigos e tocas.

Exemplos de predatismo

Vários são os exemplos conhecidos de predatismo. Veja alguns deles:

  • Leão alimentando-se de uma zebra.

  • Tubarão alimentado-se de uma foca.

  • Serpente alimentando-se de um camundongo;

  • Crocodilo alimentando-se de um gnu;

  • Orca alimentando-se de peixes.

Leia mais: Cadeia e teia alimentar – conceitos relacionados com as relações alimentares entre os seres vivos

Importância do predatismo

Muitas pessoas acreditam que o predatismo causa impacto negativo no meio ambiente, uma vez que indivíduos de uma espécie são mortos durante a interação. Entretanto, o predatismo é importante para o equilíbrio de uma comunidade. Sem predadores, uma determinada população poderia crescer de maneira exagerada, provocando competição entre seus membros (competição intraespecífica).

Além disso, uma população muito grande poderia causar prejuízo e até mesmo excluir outras populações. Imagine, por exemplo, uma população de animais herbívoros sem predadores. Seu aumento exagerado poderia causar uma forte redução do número de plantas, acentuando a competição intraespecífica e prejudicando outras espécies herbívoras. A predação é fundamental, portanto, para o controle populacional.

O crocodilo alimentando-se de um gnu é um exemplo de predatismo.

Qual a diferença entre predatismo e herbivoria?

Quando falamos em predatismo, referimo-nos a uma relação ecológica em que um organismo captura e mata outro para dele se alimentar. Quando o organismo que serve de alimento para outro trata-se de um vegetal, dizemos que a relação estabelecida é a herbivoria. Zebras alimentando-se de capim, por exemplo, estão realizando herbivoria e são chamadas de animais herbívoros.

Qual a diferença entre predatismo e parasitismo?

O parasitismo é uma relação ecológica que se assemelha à predação, uma vez que um organismo retira seu alimento de outro. Entretanto, no parasitismo, o parasita raramente causa a morte de seu hospedeiro. Além disso, observa-se que, geralmente, o parasita e o hospedeiro permanecem associados por um longo tempo, período esse em que o hospedeiro vai sendo enfraquecido e prejudicado pela presença do parasita.

Um exemplo de relação de parasitismo dá-se entre a tênia e o ser humano. A tênia é responsável por provocar a teníase, uma doença que desencadeia sintomas como perda de peso, náusea, e diarreia ou constipação.

Exercício sobre predatismo

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre o predatismo, vamos testar seus conhecimentos. Leia atentamente a questão e responda:

Sobre o predatismo, marque a alternativa incorreta:

a) Quando um leão captura, mata e se alimenta de uma zebra, observamos um exemplo de predatismo.

b) O predatismo é uma relação intraespecífica.

c) O predatismo é uma relação desarmônica.

d) No predatismo estão envolvidos organismos de espécies diferentes. Enquanto um é considerado predador, o outro é a presa.

e) Predadores exercem influência sobre o tamanho de uma população de presas.

Resposta: A única afirmação incorreta nessa questão é a letra b. O predatismo é uma relação interespecífica, pois envolve indivíduos de espécies distintas. Quando um organismo mata e se alimenta de outro da mesma espécie, temos um caso de canibalismo.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Amensalismo

Ciências

Canibalismo

Ciências

Herbivoria

Ciências

Parasitismo

Últimos artigos

Hipérbole

A hipérbole é uma figura de linguagem que usa, de propósito, o exagero nas expressões para dar ênfase ao discurso. Ela é classificada como figura de pensamento.

Período Neolítico

Período Neolítico é um dos períodos da Pré-História, profundamente marcado pela sedentarização do humano, uma consequência do desenvolvimento da agricultura.

Predatismo

Predatismo ou predação é uma relação ecológica estabelecida entre indivíduos de espécies diferentes, na qual um organismo serve de alimento para outro.

Amensalismo

Amensalismo é uma relação ecológica em que uma das espécies envolvidas inibe o crescimento ou a reprodução de outra. Um exemplo dessa interação é a maré vermelha.