Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Parasitismo

Entenda o que é parasitismo e por que um indivíduo sempre é prejudicado nessa relação.

Geralmente quando falamos em doenças, referimo-nos a alguns organismos como parasitas. Mas você sabe o que significa o termo parasita? Vamos aprender a seguir.

Todos os organismos que vivem em um ecossistema relacionam-se entre si. Algumas relações trazem benefícios para todos, outras só beneficiam um dos seres envolvidos. Algumas interações ocorrem entre organismos da mesma espécie e outras entre organismos de espécies diferentes.

O parasitismo é uma dessas relações que não causam benefícios a todos e ocorre entre organismos de espécies diferentes. É uma associação de dois indivíduos, em que um retira seu alimento do corpo do outro. Chamamos de parasita o organismo que retira seu alimento do outro indivíduo e de hospedeiro o indivíduo que está sendo parasitado.

É importante destacar que os parasitas e os hospedeiros encontram-se bastante adaptados uns aos outros. Isso ocorre porque o parasita precisa retirar seus nutrientes, sendo assim, ele deve agir de modo que não leve o hospedeiro à morte. Se o hospedeiro morrer cedo, em pouco tempo o parasita não terá alimento.

Um parasita pode viver tanto fora como dentro de um organismo. Quando ficam na superfície externa do hospedeiro, são chamados de ectoparasitas; mas quando estão em seu interior, recebem o nome de endoparasitas.

Carrapatos, pulgas e piolhos são exemplos de ectoparasitas. Eles vivem na superfície do corpo dos animais e usam o sangue do hospedeiro como alimento. Piolhos, pulgas e carrapatos podem causar muita coceira, além de levarem a lesões em consequência do ato de coçar.

Lombrigas e tênias são exemplos de endoparasitas, que causam, respectivamente, a ascaridíase e a teníase. A ascaridíase pode ser evitada lavando-se bem os alimentos antes de consumi-los, filtrando ou fervendo a água e lavando as mãos. Já a teníase pode ser prevenida pelo não consumo de carne suína ou bovina malpassada.


Existem espécies de plantas que são parasitas, como a Cuscuta europaea, um tipo de cipó

Apesar do que muitos pensam, não existem apenas parasitas animais. Vírus, fungos, bactérias, protozoários e plantas também podem parasitar organismos.

O cipó-chumbo é um exemplo de planta que parasita planta. Essa espécie não apresenta folhas e clorofila, não sendo capaz, assim, de realizar fotossíntese. Ela então penetra suas raízes especializadas na planta hospedeira e retira dela a seiva orgânica.

Também existem animais que são parasitas de plantas. Esse é o caso dos pulgões, que vivem em vegetais retirando deles a seiva.


Por Ma. Vanessa dos Santos

O carrapato é o parasita de alguns animais, como o cachorro O carrapato é o parasita de alguns animais, como o cachorro
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Relações ecológicas

Ciências

Competição

Ciências

Piolho

Ciências

Relações ecológicas interespecíficas

Últimos artigos

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.

Peste de Atenas

Peste de Atenas foi uma epidemia que atingiu essa cidade grega em 430-427 a.C., bem no início da Guerra do Peloponeso, causando milhares de mortes.