Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Canibalismo

Compreenda a definição de canibalismo e conheça alguns animais que realizam essa relação ecológica.

O canibalismo, assim como o mutualismo, a predação e o parasitismo, é uma relação ecológica, ou seja, uma interação entre organismos vivos. Essa relação ocorre entre indivíduos da mesma espécie (relação intraespecífica) e um deles é sempre prejudicado (relação desarmônica).

Nessa relação ecológica, um indivíduo mata e alimenta-se de outro da mesma espécie que a dele. Esse comportamento, apesar de bastante estranho, é comum no reino animal e não está ligado apenas à alimentação. Conheça a seguir alguns exemplos de animais que realizam canibalismo.

O louva-a-deus é um dos exemplos mais clássicos. Durante a reprodução, a fêmea literalmente come a cabeça do macho, devorando-o vivo. Ao alimentar-se do macho, a fêmea assegura os nutrientes necessários para sua reprodução. Esse tipo de canibalismo é frequentemente chamado de canibalismo sexual e, dependendo da espécie, pode ocorrer antes, durante ou após a cópula.


O canibalismo nos tubarões-mangona ocorre ainda no interior do útero

Outro exemplo dessa relação ecológica é visto na especie de tubarão conhecida como tubarão-mangona. Eles praticam um tipo interessante de canibalismo, o chamado canibalismo intrauterino, em que o embrião mais desenvolvido alimenta-se dos outros embriões ainda no útero da mãe. Essa espécie corre sérios riscos de extinção, e esse hábito acaba dificultando o aumento do número de indivíduos.

Os leões, algumas vezes, também praticam canibalismo. Frequentemente, esses animais são observados alimentando-se dos filhotes de um antigo líder do grupo. Com esse comportamento, o leão garante que todos os filhotes da nova geração sejam suas crias, e não de um líder anterior.

Curiosidade: Apesar de muitos acharem que a viúva-negra mata seu parceiro e alimenta-se dele após a reprodução, esse fato não é bem verdade. O macho morre acidentalmente após a cópula, uma vez que seu aparelho reprodutor quebra-se e ele perde o hemolinfa, uma substância com a função de sangue desses animais. Só após essa morte trágica, a fêmea alimenta-se dele.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

O louva-a-deus fêmea alimenta-se do macho durante a reprodução O louva-a-deus fêmea alimenta-se do macho durante a reprodução
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Colônias

Ciências

Comensalismo

Ciências

Competição

Ciências

Inquilinismo

Últimos artigos

Rinocerontes

Rinocerontes são animais de grande porte encontrados na África e Ásia. São animais solitários, territorialistas e que podem viver cerca de 50 anos.

Animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos

Quando falamos em animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos, estamos nos referindo ao local onde o embrião de uma espécie se desenvolve.

Metáfora

A metáfora é uma figura de linguagem que usamos para comparar diferentes ideias por meio de algumas semelhanças entre elas. Isso é feito com o uso de linguagem figurada.

Cuca

Cuca é um ser do folclore brasileiro e apresentada como uma velha má que sequestra crianças. Por meio de Monteiro Lobato, a forma de jacaré da cuca se popularizou.