Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Pele

Pele recobre todo o nosso corpo e é reconhecida como o maior órgão dos seres humanos. Ela é formada por duas camadas: a epiderme e a derme.

Mulher posando para a foto com as duas mãos encostando em seu rosto A pele reveste nosso corpo e também atua como um órgão de proteção.

A pele é o maior órgão do corpo humano. Ela é fundamental para a proteção contra atrito ou perda excessiva de água, e funciona como a primeira barreira de proteção contra micro-organismos invasores e algumas substâncias.

A pele é formada por duas camadas principais, uma mais externa, a epiderme, e uma mais interna, a derme. Abaixo desta, temos a hipoderme, a qual não faz parte da pele, mas garante a união desse órgão com os órgãos subjacentes. Pelos, unhas e glândulas sebáceas e sudoríparas são estruturas associadas à pele e são chamadas de anexos da pele.

Leia mais: Níveis de organização do corpo humano

Resumo sobre a pele

  • É o maior órgão do corpo humano e é formada por diferentes tecidos e tipos celulares.

  • Atua revestindo nosso corpo e protegendo-o, evitando, por exemplo, a perda excessiva de água e a ação nociva de algumas substâncias e micro-organismos.

  • É dividida em duas camadas: epiderme e derme.

  • A epiderme é a camada mais superficial da pele e é formada por tecido epitelial.

  • A derme está localizada sob a epiderme e é formada por tecido conjuntivo.

  • A hipoderme está localizada abaixo da derme e garante a união da pele com órgãos subjacentes.

  • Higienizar, hidratar e usar protetores solares são alguns dos cuidados que devemos ter com ela.

Videoaula sobre a pele

O que é a pele?

A pele, diferentemente do que muitos pensam, é um órgão, sendo, portanto, formada por diferentes tecidos e tipos celulares. Trata-se do maior órgão do corpo humano, apresentando aproximadamente 15% do peso corporal de um indivíduo.

Funções da pele

A pele é um órgão complexo e fundamental para a nossa sobrevivência, sendo um revestimento externo e também um órgão de defesa. Ela atua contra a perda de água e proteínas para o meio externo, funciona como a primeira barreira de proteção contra micro-organismos invasores e algumas substâncias, e atua na termorregulação.

Na pele são encontrados receptores que permitem a percepção de pressão, dor, tato e temperatura. Além disso, a presença de melanina atua protegendo nosso corpo contra os raios ultravioletas.

Camadas da pele

A pele é formada por duas camadas principais, uma mais externa, chamada de epiderme, e uma mais interna, chamada de derme.

A epiderme é formada por tecido epitelial e, portanto, não apresenta vasos sanguíneos e nervos. É esse o motivo pelo qual, quando há um corte muito superficial, não observamos nenhum sangramento. A parte mais superficial da epiderme é rica em células mortas com grande quantidade de queratina, sendo que, em regiões onde o atrito é maior, ela se apresenta mais espessa, como nas solas dos pés.

A pele é formada por duas camadas principais: a epiderme e a derme

Na epiderme também são encontrados os melanócitos, células capazes de produzir um pigmento chamado melanina. É esse pigmento que está relacionado com a cor da pele e pelos das pessoas. Uma pessoa negra, por exemplo, apresenta mais melanina que uma pessoa branca. A presença de uma maior quantidade dessa substância é uma vantagem, pois, além de dar cor à pele, a melanina protege contra os efeitos nocivos do Sol.

Abaixo da epiderme, há a derme, formada por tecido conjuntivo. Nessa região encontramos os vasos sanguíneos, nervos, além de várias terminações nervosas que nos permitem sentir calor, frio, pressão, dor, além de outras sensações táteis.

Abaixo da pele, há uma camada de tecido conjuntivo com grande quantidade de células adiposas. Essa camada é chamada de tela subcutânea ou hipoderme e possui a função de proteger contra frio e choques mecânicos. Além disso, também funciona como uma reserva energética e garante a união da pele com órgãos subjacentes.

Leia mais: Por que a pele enruga em contato com a água?

Anexos da pele

Na pele são encontrados alguns anexos, tais como pelos, glândulas e unhas. Os pelos, encontrados nos mamíferos, ajudam a manter a temperatura do corpo e também atuam na proteção. Eles são formados por células mortas queratinizadas.

As glândulas encontradas na pele são as sebáceas e as sudoríferas. As sebáceas estão relacionadas com a lubrificação da pele e dos pelos. Já as sudoríferas produzem o suor, que atua controlando nossa temperatura. Quando nosso corpo esquenta muito, o suor é liberado, e isso ajuda na perda de calor.

As unhas são estruturas formadas por queratina e encontradas nas pontas dos dedos das mãos e dos pés. Elas ajudam na manipulação de alguns materiais, além de serem uma forma de defesa.

Cuidados com a pele

A pele é um órgão que precisa de cuidados diários a fim de evitar o surgimento de problemas nela e também garantir a sua beleza. O primeiro cuidado que devemos ter então é a higienização.

A limpeza da pele evita o acúmulo de oleosidade; produtos, como maquiagem; poeira e poluentes, os quais podem favorecer o envelhecimento precoce e o desenvolvimento de cravos e espinhas. Vale salientar aqui que cada pele é diferente, portanto, conhecer seu tipo (normal, seca, oleosa ou mista) é fundamental para que os melhores produtos sejam escolhidos.

Não podemos nos esquecer também de que a higienização da pele é importante para evitar uma série de doenças. Nossas mãos, por exemplo, podem conter micro-organismos, que, ao entrarem em contato com nossas mucosas, como boca e nariz, podem transmitir doenças.

A hidratação é também um importante cuidado para garantir que a pele fique sempre bonita e íntegra. Uma pele sem a devida hidratação pode apresentar, por exemplo, irritações e ressecamento. Para uma pele bem hidrata, é fundamental:

  • alimentar-se bem;

  • beber bastante água;

  • evitar exposição excessiva ao Sol;

  • não realizar esfoliações excessivas;

  • evitar uso excessivo de buchas e banhos quentes demorados.

O uso de protetor solar evita queimaduras e até mesmo o surgimento de câncer de pele.

Utilizar protetores solares é também outro ponto fundamental quando o assunto é cuidado com a pele. O uso desses produtos é importante, pois a exposição inadequada aos raios solares está relacionada com o surgimento de rugas, manchas na pele, queimaduras e até mesmo câncer. Além disso, recomenda-se evitar a exposição ao Sol entre 10 h e 16 h.

Também é fundamental estar atento a qualquer anormalidade, como o surgimento de bolhas e irritações. Esse órgão tão valioso precisa de cuidados como qualquer outra parte do corpo, sendo assim, se houver o surgimento de qualquer sintoma estranho, procure um médico dermatologista.  

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

A pele é um tecido ou um órgão?

Ciências

Bicho-geográfico

Ciências

Características do tecido epitelial

Ciências

Cravos e espinhas

Últimos artigos

Folclore brasileiro

O folclore brasileiro é o rico conjunto de manifestações de nossa cultura. Mitos, lendas, danças, músicas, brincadeiras e festas populares fazem parte dele.

El Niño

O El Niño é um fenômeno descrito pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, provocando chuvas volumosas no Sul do Brasil e secas severas no Norte e no Nordeste.

Bicho-papão

Bicho-papão é uma lenda presente no folclore brasileiro que fala de um monstro que sequestra e devora crianças desobedientes. Foi influência portuguesa em nossa cultura.

Queda da Bastilha

A queda da Bastilha foi um acontecimento marcante que se passou em 14 de julho de 1789, marcando o início da Revolução Francesa.