Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Lipídios

Os lipídios, também conhecidos como gorduras, são uma classe de moléculas biológicas formadas por ácidos graxos e álcool. Apresentam, em geral, uma coloração esbranquiçada ou amarelada e se destacam por não serem solúveis em água, porém dissolverem-se em solventes orgânicos, como éter e benzina. São encontrados abundantemente em organismos animais e vegetais e atuam, entre outras funções, como reserva de energia e componentes estruturais.

Leia também: Dicas para uma alimentação saudável

Classificação dos lipídios

Podemos classificar os lipídios em três grupos: simples, compostos e derivados. Os lipídios simples são aqueles que, quando sofrem hidrólise (quebra de uma molécula pela água) total, originam somente ácidos graxos e álcoois. Como exemplo temos gorduras, óleos e ceras.

Os lipídios são moléculas insolúveis em água.

Os lipídios compostos são aqueles que apresentam, além de ácidos graxos e alcoóis, outras substâncias adicionais. Nesse grupo incluim-se, por exemplo, os fosfolipídios, que apresentam, ainda, ácido fosfórico e um composto nitrogenado. Por fim, temos os lipídios derivados, que podem ser definidos como substâncias obtidas por hidrólise dos outros grupos de lipídios. Como exemplo de lipídios derivados, temos os ácidos graxos, vitaminas lipossolúveis, hidrocarbonetos e pigmentos.

Gorduras e óleos

Gorduras e óleos são lipídios de estrutura química semelhante, sendo formados por três moléculas de ácidos graxos ligadas a uma molécula de glicerol. A diferença entre gordura e óleo se refere ao estado físico do lipídio. Enquanto as gorduras são geralmente sólidas à temperatura ambiente, os óleos são líquidos normalmente.

Fosfolipídios

Os fosfolipídios são lipídios extremamente importantes para todos os seres vivos. Sem eles, nenhuma célula existiria, uma vez que os fosfolipídios são componentes essenciais das membranas celulares. A membrana plasmática e as membranas das organelas celulares são formadas por uma bicamada de fosfolipídeos com várias proteínas inseridas.

Leia mais: Células animal e vegetal – principais características e diferenças

Esteroides

Os esteroides são um grupo muito importante de lipídios, sendo o colesterol um dos mais conhecidos. Diferentemente do que muitos pensam, o colesterol é essencial para o nosso corpo, sendo um componente das membranas celulares e precursor de outros esteroides, tais como os hormônios sexuais. Nos seres humanos, o colesterol é obtido por meio da alimentação e também sintetizado no fígado. Vale salientar que, apesar de sua importância, problemas no metabolismo do colesterol podem desencadear doenças cardiovasculares, como a aterosclerose.

  • Bom colesterol” e “mau colesterol”

HDL e LDL são lipoproteínas que transportam o colesterol.

HDL e LDL são lipoproteínas que garantem o transporte de colesterol pelo nosso sangue. O HDL (High Density Lipoproteins ou Lipoproteínas de Alta Densidade) atua retirando o excesso de colesterol presente nos tecidos, levando-o para o fígado, no qual ele será degradado. O HDL é também conhecido como “bom colesterol”.

O LDL (Low Density Lipoproteins ou Lipoproteínas de Baixa Densidade), por sua vez, atua transportando o colesterol para as células, sendo chamado de “mau colesterol”. A concentração elevada de LDL no plasma sanguíneo é considerada um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Para saber mais sobre o tema deste tópico, leia: HDL e LDL.

Importância dos lipídios

Os lipídios são uma classe de moléculas extremamente importantes, apresentando uma série de funções biológicas. Podemos destacar como funções dos lipídios:

  • Fonte de energia.

  • Isolante que garante a condução do impulso nervoso.

  • Protege contra a perda de calor.

  • Protege contra choques mecânicos.

  • Atua na absorção de vitaminas.

  • Impermeabiliza superfícies sujeitas à desidratação, como a superfície de frutos.

  • Participa da composição das biomembranas.

  • Participa da formação de hormônios.

  • Auxilia na absorção e no transporte de vitaminas lipossolúveis.

Alimentos ricos em lipídios

Os lipídios são também importantes e devem ser incluídos na alimentação.

Muitas pessoas encaram os lipídios como vilões na alimentação, entretanto, todos os nutrientes devem ser ingeridos para garantir-se uma dieta saudável. É importante, no entanto, não fazer um consumo exagerado desse nutriente, pois seu consumo em grande quantidade está relacionado, por exemplo, com o desenvolvimento de problemas cardiovasculares e obesidade.

Os lipídios são encontrados tanto em alimentos de origem vegetal quanto em alimentos de origem animal. Como exemplo de alimentos ricos em lipídios, temos: abacate, castanha, amêndoas, carnes vermelhas gordas, ovos, manteiga, queijos amarelados, margarina, azeite, peixes, chocolates, entre outros.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

A importância dos sais minerais

Ciências

Alimentação

Ciências

Alimentação saudável

Ciências

Corpo humano

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.