Cerrado

  • Atualmente 4.75/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Cerrado Árvores de tronco retorcido marcam a imagem do bioma Cerrado
PUBLICIDADE

O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro, perdendo somente para a Floresta Amazônica. Atualmente, restam apenas 20% dos seus 2 milhões de km² originais. Seu território ocupa cerca de 40% do nosso país e suas características vegetais e climáticas lembram em muito as savanas africanas. Ocupa praticamente toda a região Centro-Oeste e parte das regiões Nordeste, Sudeste e Norte.

A vegetação do Cerrado é formada, além de alguns tipos de gramíneas, por árvores distantes umas das outras que possuem galhos e troncos retorcidos. A maioria dessas árvores é de médio ou pequeno porte.

A diversidade de espécies de fauna e flora é bastante elevada. Estima-se que, mesmo com a destruição de boa parte da floresta, existam ainda mais de 10 mil espécies de vegetais e cerca de 1.300 espécies de animais.

Pequi: um dos frutos mais conhecidos do Cerrado
Pequi: um dos frutos mais conhecidos do Cerrado

O Cerrado é cortado por três grandes bacias hidrográficas: Tocantins, Prata e São Francisco. Existem também nascentes de rios que dão origem ou abastecem mais oito bacias hidrográficas, dentre elas a do Rio Amazonas – o maior do mundo.

Os solos do Cerrado são considerados bastante ácidos e impróprios para a agricultura. Entretanto, a partir da década de 1970, as inovações tecnológicas ajudaram a resolver esse problema através do calcário na terra, o que a tornou mais produtiva. Esse processo foi chamado de Revolução Verde e ajudou a ampliar a agricultura no Brasil, mas o resultado foi o avanço da agropecuária sobre a floresta, contribuindo para a sua devastação.

A soja é um dos principais produtos agrícolas cultivados no Cerrado
A soja é um dos principais produtos agrícolas cultivados no Cerrado

Para a manutenção dos rios do Cerrado e sua biodiversidade é preciso que as políticas nacionais de produção agrícola repensem as suas ações, pois muitas espécies de plantas e animais estão em extinção, juntamente à própria floresta.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Avaliação

9.5

    Escola Kids