Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Amazônia

O bioma Amazônia é o maior bioma do Brasil. Considerado a região de maior biodiversidade do planeta, abriga milhares de espécies vegetais e animais.

O bioma Amazônia é um conjunto de unidades biológicas caracterizado por aspectos climáticos, tipo de solo, vegetação, hidrografia, entre outros. Esse bioma constitui a maior bacia hidrográfica do mundo, bem como a maior floresta tropical do planeta, sendo considerada a região de maior biodiversidade da Terra.

Esse bioma é o maior do Brasil, contudo não é exclusivo do país, podendo ser encontrado na Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela. Abrange, no Brasil, segundo o IBGE, uma área de aproximadamente 4,196.943 milhões de km2 , cerca de 40% do território nacional.

As unidades federativas compreendidas por esse bioma são: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins, que se distribuem por regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país.

Leia também: Biomas brasileiros

Na área ocupada pelo bioma, há aproximadamente 33 milhões de habitantes, incluindo cerca 1,6 milhões de indígenas. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a região compreendida por esse bioma é considerada a maior reserva de madeira tropical do mundo e possui grandes reservas de borracha, castanha e minérios.

Mapa da Amazônia


Localização do bioma Amazônia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vegetação e flora

A vegetação do bioma Amazônia é caracterizada, especialmente, pela presença da maior floresta tropical do mundo, a Floresta Amazônica. Essa floresta abrange uma área que ultrapassa os 5 milhões de km2. A floresta abriga cerca de 2.500 espécies de árvores e de 30 mil espécies de plantas de um total aproximado de 100 mil espécies na América Latina, segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF Brasil).

A principal característica da vegetação desse bioma é a presença de uma floresta densa com árvores de grande porte classificada em três categorias:

Mata de terra firme

Esse tipo de vegetação pode ser encontrado em regiões de elevadas altitudes. Sendo assim, não se inundam, mantendo-se seca durante todo o ano. Caracterizada pela presença de árvores de grande porte.

Mata de igapó

Esse tipo de vegetação pode ser encontrado em regiões de baixas altitudes. Sendo assim, encontra-se alagada quase todo o tempo. Caracterizada pela presença de arbustos e musgos, bem como vitória-régia.

Mata de várzea

Esse tipo de vegetação pode ser encontrado em regiões de altitudes intermediárias. Sendo assim, encontra-se inundada durante um período do ano. Caracterizada pela presença de espécies de árvores com até 40 metros de altura.

 

A flora da Amazônia possui alto poder medicinal e potencial econômico. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) divulgou uma pesquisa com as principais plantas medicinais brasileiras, inclusive da Amazônia. Espécies como o jaborandi (Pilocarpus microphyllus) contêm pilocarpina em suas folhas, sendo utilizada para o tratamento de glaucomas primários, e a crajirú (Arrabidaea chica) uma planta trepadeira cujas folhas são utilizadas com anti-inflamatório.

Leia mais: O que é fauna e flora?

Fauna


A onça-pintada é um dos símbolos da fauna do bioma Amazônia.

O bioma Amazônia possui uma fauna extremamente diversificada e rica. Segundo a Embrapa, há nesse bioma cerca de 30 milhões de espécies de animais, contudo nem todas foram encontradas, estudadas e catalogadas por estudiosos.

Destacam-se animais como os macacos, onça-pintada, tamanduás, peixe-boi, jacarés, serpentes, rãs, diversas espécies de peixes, entre outros. Há também mais de mil espécies de aves na região, como tucanos e araras.

Clima

A região do bioma Amazônia é caracterizada pela elevada umidade do ar que pode chegar a 80%, pelos extensos períodos de chuva, cujo índice pluviométrico varia entre 1.500mm a 3.600 mm ao ano. O clima predominante é o equatorial úmido, com temperaturas que variam entre 22ºC e 28ºC.

Leia mais: Por que chove muito na Amazônia?

Hidrografia

A Amazônia é uma região rica em recursos naturais, como a água. Compreende a área da maior bacia hidrográfica do mundo, a Bacia do Rio Amazonas, que, segundo o Ministério do Meio Ambiente, possui cerca de 6 milhões de km2 e mais de 1.100 afluentes. O principal rio dessa bacia é o Rio Amazonas, que lança ao mar aproximadamente 175 milhões de litros d'água por segundo.

Outros rios importantes nesse bioma são: o Rio Negro, considerado o maior afluente à margem esquerda do Rio Amazonas; Rio Tapajós, deságua à margem direita do Rio Amazonas; Rio Madeira, que nasce na Cordilheira dos Andes na Bolívia.

Os rios possuem características distintas em relação à cor da água. Existem, nessa região, rios mais turvos e barrentos, devido à alta concentração de nutrientes, como o Rio Amazonas; rios de águas claras devido à falta de nutrientes, como o Rio Xingu; e rios de águas pretas com alta concentração de húmus, como o Rio Negro.

Solo

O solo característico do bioma Amazônia é geralmente arenoso. Devido à presença de uma densa vegetação, cria-se no solo uma camada fina de nutrientes provenientes da decomposição de folhas e animais.

Contudo, nem todo o solo da região é considerado fértil, visto que, em regiões sem cobertura vegetal, o escoamento superficial das águas acaba “lavando” o solo e retirando seus nutrientes (processo conhecido como lixiviação). O que permite a existência dessa densa floresta e uma vegetação rica em espécies é, portanto, a existência dessa camada de matéria orgânica que se acumula no solo.

Devastação do bioma Amazônia

Apesar de ser considerado um dos biomas mais preservados do país, a Amazônia vem sofrendo com a devastação. Questões como o desmatamento, queimadas, o garimpo ilegal e a agropecuária têm provocado diversos problemas ambientais.

Cerca de 17% do bioma já foi devastado nos últimos 50 anos, segundo uma pesquisa realizada pelo pesquisador norte-americano Thomas Lovejoy (professor da George Mason University) e o brasileiro Carlos Nobre (coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas).

De acordo com os pesquisadores, o limite máximo de devastação seria 20%. Isso significa que ultrapassando esse limite as consequências seriam irreversíveis ao bioma, colocando em risco a biodiversidade, alterando o clima e o ciclo hidrológico.

Curiosidades

  1. No bioma pode ser encontrado o maior peixe de água doce do mundo: o pirarucu.

  2. A vitória-régia é um dos símbolos da Amazônia, podendo medir até 2 metros de diâmetro.

  3. A sucuri, uma espécie de serpente da Amazônia, pode atingir até 10 metros de comprimento.

  4. O boto pode ser encontrado na Amazônia. É conhecido como golfinho de água doce.

  5. São encontrados nos rios do bioma Amazônia cerca de 85% dos peixes de toda a América do Sul.

Saiba também: Peixe-boi-da-amazônia 

O bioma Amazônia é um dos biomas de maior biodiversidade do mundo. O bioma Amazônia é um dos biomas de maior biodiversidade do mundo.
Por Rafaela Sousa

Você pode se interessar também

Geografia

Floresta Amazônica

Geografia

Bacia Amazônica

Geografia

Cerrado

Geografia

Caatinga

Últimos artigos

Medidas de volume

Utilizamos o volume para calcular o espaço ocupado por uma determinada matéria. Assim, é necessário desenvolver unidades de medidas de volume, como o metro cúbico.

Sólidos geométricos | Ensino Fundamental I

Sólidos geométricos são figuras com três dimensões e podem ser encontrados facilmente no nosso dia a dia. Cada sólido apresenta características únicas.

Sílabas | Ensino Fundamental I

Sílaba é o som que pronunciamos ao falarmos uma palavra. É formada por vogal ou por consoante mais vogal.

Lei do Ventre Livre

A Lei de Ventre Livre foi uma lei aprovada em 1871 que tinha como proposta iniciar a transição lenta e gradual do Brasil para a abolição do trabalho escravo.