Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Planetas do Sistema Solar

Os planetas do Sistema Solar são oito no total, e se distribuem em órbitas ao redor do Sol. A Terra é o único planeta habitado, sendo classificada como um planeta rochoso.

Ordem dos planetas do Sistema Solar. Existem oito planetas no Sistema Solar.

Os planetas do Sistema Solar são, atualmente, oito. Eles são classificados de acordo com a sua composição em planetas rochosos, que apresentem superfície sólida, e planetas gasosos, que dispõem de uma superfície formada por gases como hélio e hidrogênio.

Todos os planetas do Sistema Solar orbitam em torno da única estrela desse conjunto de astros: o Sol. Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol e também o menor dentre os oito, enquanto Netuno é o mais distante. A Terra, único planeta habitado dessa região do Sistema Solar, ocupa a terceira órbita a partir do Sol.

Leia também: Quais são as camadas da Terra?

Resumo sobre os planetas do Sistema Solar

  • O Sistema Solar é formado por oito planetas.

  • A partir do Sol, os planetas do Sistema Solar estão posicionados na seguinte sequência:

    • Mercúrio – Vênus – Terra – Marte – Júpiter – Saturno – Urano – Netuno.

  • Os planetas do Sistema Solar se dividem entre planetas rochosos e planetas gasosos.

  • Os planetas rochosos possuem superfície sólida e estrutura formada por rochas em diferentes estados da matéria. São planetas rochosos: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

  • Os planetas gasosos não possuem superfície sólida, sendo formados essencialmente pelos gases hélio e hidrogênio. Muitos apresentam núcleo solidificado. São planetas gasosos: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

  • Plutão já foi considerado um planeta do Sistema Solar, porém a União Astronômica Internacional (IAU) reclassificou Plutão como um planeta-anão em 2006.

Quais são os planetas do Sistema Solar?

O Sistema Solar é um conjunto de corpos celestes que fica localizado em um braço de uma espiral da galáxia Via Láctea, sendo formado por uma estrela em torno da qual orbitam esses objetos, o Sol, e por oito planetas no total. Do mais próximo ao mais distante do Sol, os planetas do Sistema Solar são:

  • Mercúrio;

  • Vênus;

  • Terra;

  • Marte;

  • Júpiter;

  • Saturno;

  • Urano;

  • Netuno.

Principais características dos planetas do Sistema Solar

Os planetas do Sistema Solar podem ser divididos em dois grupos: o grupo dos planetas rochosos e o grupo dos planetas gasosos. A seguir, vamos conhecer as características de cada um deles e dos seus respectivos planetas.

Plantas rochosos (ou terrosos ou telúricos)

Os planetas rochosos ou terrosos são aqueles formados por rochas e por ferro de maneira predominante, além de apresentarem uma superfície que é sólida na maior parte da sua extensão. Alguns dos planetas classificados como terrestres possuem atmosfera gasosa. O Sistema Solar possui quatro planetas classificados como terrosos: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

  • Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol.

Mercúrio é o menor planeta do Sistema Solar, além de ser aquele cuja órbita está localizada mais próximo do Sol. O planeta Mercúrio é formado por núcleo denso e metálico que ocupa quase 85% de seu volume e por uma superfície rochosa caracterizada por uma série de crateras, como a Lua terrestre. Mercúrio não detém atmosfera, motivo pelo qual as temperaturas variam bruscamente de 430º C durante o dia para -180º C durante a noite. O planeta tem, no entanto, uma exosfera formada por oxigênio, sódio, potássio, hélio e hidrogênio. Um ano em Mercúrio tem duração de 88 dias terrestres. O planeta não possui anéis nem luas.

  • Vênus

Vênus ocupa a segunda órbita a partir do Sol.

Vênus ocupa a segunda órbita a partir do Sol, sendo o planeta situado entre Mercúrio e a Terra. Com tamanho semelhante ao do nosso planeta, Vênus apresenta uma atmosfera densa, composta por elementos como enxofre e dióxido de carbono, que resulta em elevada nebulosidade e num efeito estufa intenso. Por conta disso, esse é o planeta mais quente de todo o Sistema Solar, e nele as temperaturas podem chegar a 70º C na superfície rochosa com variações diárias de 475º C.

A estrutura de Vênus é semelhante à da Terra, com tectonismo ativo traduzido em erupções vulcânicas e abalos sísmicos. O planeta não possui luas nem anéis. Um dia em Vênus tem duração de 243 dias terrestres.

  • Terra

Terra, um dos planetas do Sistema Solar.
A Terra é o único planeta habitado do Sistema Solar.

A Terra é o terceiro planeta a partir do Sol, ocupando órbita entre Vênus e Marte. As condições de temperatura e pressão criadas com o auxílio da atmosfera gasosa, com elevada quantidade de água em sua composição, permitiu o desenvolvimento e a manutenção de centenas de milhares de formas de vida no planeta. Assim, a Terra é o único planeta habitado do Sistema Solar.

Além da atmosfera, é formada por uma estrutura rochosa, com superfície sólida e interior pastoso (magma), líquido (parte do núcleo) e também sólido (núcleo). A temperatura média do planeta Terra é de 15º C, e os dias têm duração aproximada de 24 horas. O nosso planeta tem apenas um satélite natural: a Lua.

  • Marte

Marte, um dos planetas do Sistema Solar.
Marte é o planeta mais explorado por missões espaciais do Sistema Solar.

Conhecido como Planeta Vermelho pela sua aparência, Marte ocupa a quarta órbita a partir do Sol. Apresenta um núcleo sólido e manto rochoso formado por elementos como ferro, níquel e enxofre, além de uma crosta de ferro, magnésio, alumínio e outros tipos de minerais. A atmosfera marciana é muito fina quando comparada à terrestre, tendo, ainda, gases como dióxido de carbono e nitrogênio em sua composição. As temperaturas no planeta variam entre -153º C e 20º C.

Com aproximadamente metade do tamanho da Terra, Marte tem rotação que dura cerca de 24,6 horas. Além disso, Marte conta com duas luas.

Planetas gasosos (jovianos ou gigantes)

Os planetas gasosos, chamados também de gigantes gasosos, são aqueles planetas que não apresentam superfície sólida. Ao invés disso, eles são formados essencialmente por um conjunto de gases como hidrogênio e hélio. Como veremos, isso não significa que esses planetas não tenham elementos sólidos em sua composição, apenas que a maior parte de sua estrutura é formada de gases circundantes.

O Sistema Solar possui quatro planetas classificados como gasosos: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

  • Júpiter

Júpiter é um planeta dez vezes maior do que a Terra.

Júpiter ocupa a quinta órbita a partir do Sol, e fica entre Marte e Saturno. Apresenta mais de dez vezes o tamanho do planeta Terra, e fica a aproximadamente 780 milhões de quilômetros de distância do Sol. Júpiter possui um núcleo interno sólido, formado de ferro e silicatos, cujas temperaturas podem se aproximar de 50.000º C. Ao redor desse núcleo estão líquidos e gases que se mantêm nesse estado por conta da elevada pressão atmosférica.

Dessa forma, o planeta não possui uma superfície sólida. Júpiter tem, essencialmente, a mesma composição do Sol: hélio e hidrogênio, apresentando também metano, amônia e outros gases em menor quantidade. A temperatura média nessa superfície é de -160º C. O planeta possui quatro luas grandes e outras menores, além de anéis formados por pequenas partículas que são pouco visíveis a olho nu.

  • Saturno

Saturno, um dos planetas do Sistema Solar.
Saturno possui sistemas de anéis visíveis que o tornam distinto dos demais planetas.

Saturno ocupa a sexta órbita a partir do Sol, situando-se a uma distância de 1,4 bilhão de quilômetros da estrela. O planeta apresenta cerca de nove vezes o tamanho da Terra, e tem como principal característica os conjuntos de anéis que o circundam. Os anéis de Saturno ficam ao redor do seu equador, e são formados por fragmentos de rocha e de gelo que pertenciam a outros corpos celestes.

O planeta propriamente dito, entretanto, é formado majoritariamente por gases como hidrogênio, hélio e metano. Saturno não dispõe de uma superfície sólida, ao contrário do seu núcleo. As temperaturas médias são baixas, e ficam em torno de -138º C. O planeta Saturno conta com mais de 80 luas, entre as quais está Titã, a maior lua do Sistema Solar. O dia em Saturno é curto e tem duração de apenas 10,7 horas terrestres.

  • Urano

Urano, um dos planetas do Sistema Solar.
Urano tem seu eixo inclinado em mais de 90º com relação ao equador.

O planeta Urano ocupa a sétima órbita a partir do Sol, sendo considerado um dos gigantes de gelo. Isso acontece porque as temperaturas médias em Urano são de -197º C devido à grande distância a que ele está com relação ao Sol: 2,8 bilhões de quilômetros. Assim como os demais planetas gasosos, Urano não detém uma superfície sólida, mas sim um núcleo solidificado envolto por um conjunto de gases como hidrogênio, hélio e metano.

Ademais, sua atmosfera é formada por uma pequena quantidade de água e amônia. Diferente dos demais, entretanto, esse planeta possui uma magnetosfera muito forte, e eixo inclinado em quase 98º com relação ao seu equador. Ao todo, Urano possui 27 satélites naturais e 13 sistemas de anéis que o circundam. Os dias no planeta Urano têm, em média, 17,2 horas terrestres.

  • Netuno

Netuno, um dos planetas do Sistema Solar.
Netuno é o planeta mais distante do Sol.

Netuno é, atualmente, o planeta do Sistema Solar mais distante do Sol, ocupando a oitava órbita a partir da estrela. A distância de Netuno com relação ao Sol é de 4,5 bilhões de quilômetros, o que o torna um dos planetas mais frios dentre os oito. As temperaturas médias em Netuno são de -214º C. Embora seja um planeta frio, a temperatura do seu núcleo chega a 5.000º C.

Tanto a atmosfera quanto a superfície de Netuno, que é gasosa, possuem a mesma composição, que é feita de hélio, hidrogênio e metano. Os dias em Netuno têm duração aproximada de 16 dias terrestres. O planeta tem, ainda, um conjunto de 14 luas, que se dividem entre regulares e irregulares, além de conjuntos de anéis ao seu redor.

Veja também: Tudo sobre a viagem do homem à Lua

Por que Plutão não é mais considerado um planeta?

Antes parte do Sistema Solar, Plutão deixou de ser classificado pela União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês) no ano de 2006. Para que um corpo celeste seja categorizado como um planeta, é preciso que ele atenda a três critérios:

  • orbitar uma estrela — no caso do Sistema Solar, essa estrela é o Sol;

  • possuir massa o suficiente para que a sua gravidade faça com que ele adquira formato esférico ou próximo do formato esférico;

  • apresentar órbita dominante na área onde está localizado.

Com a descoberta do planeta-anão Éris, no ano de 2005, percebeu-se que Plutão não era um corpo celeste de dimensões tais para ter limpado a órbita ao seu redor e exercer dominância na região em que se localiza. Isso porque Éris apresenta tamanho similar ao de Plutão e não tem órbita dominante, o que significa que não existem muitos objetos girando ao seu redor.

Tal constatação suscitou debates entre os astrônomos acerca da classificação desses astros. Ficou decidido, então, que Plutão seria reclassificado enquanto um planeta-anão, deixando de ser um planeta propriamente dito.

Desde 2006, Plutão é considerado um planeta-anão.

Maior e menor planeta do Sistema Solar

  • Maior planeta do Sistema Solar: Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar. Esse gigante gasoso possui raio de 69.911 quilômetros, e é 11 vezes maior do que o planeta Terra.

  • Menor planeta do Sistema Solar: Mercúrio é o menor planeta do Sistema Solar. Seu raio é de 2.440 quilômetros, que é cerca de um terço da extensão do raio do planeta Terra.

Curiosidades sobre os planetas do Sistema Solar

  • Estima-se que o planeta Terra abrigue 8,7 milhões de espécies de seres vivos entre animais e plantas.

  • Mercúrio tem a translação mais rápida do Sistema Solar.

  • Visto de Mercúrio, o Sol aparece três vezes maior e 11 vezes mais brilhante do que o enxergamos da Terra.

  • Netuno tem o maior período de translação do Sistema Solar: 164,8 anos terrestres. Já Mercúrio tem o mais curto, que é de apenas 88 dias terrestres.

  • Ganímedes, uma das luas de Júpiter, é a maior do Sistema Solar. Com 2.631 quilômetros, é maior do que Mercúrio e também Plutão.

  • Pela inclinação do seu eixo, Urano apresenta as estações do ano mais severas e extremas do Sistema Solar.

  • Marte é o planeta mais explorado por missões espaciais do Sistema Solar. Além disso, nele vivem somente robôs e sondas operados por agências espaciais.

  • Netuno foi descoberto em 1846. De lá para cá, o planeta deu apenas uma volta completa em torno do Sol.

  • Titã, lua de Saturno, se assemelha à Terra no início do desenvolvimento do planeta. Caso se confirme a presença de um oceano congelado no satélite, o potencial para abrigar vida é elevado.

  • Existem feições geomorfológicas em Marte que indicam a presença de água em algum momento do passado no planeta.

  • Os dias em Vênus são mais longos do que os anos, o que se deve à sua rotação lenta. Um ano em Vênus tem 225 dias terrestres, enquanto o dia tem 243 dias terrestres.

Saiba mais: Quais são as fases da Lua?

Exercícios resolvidos sobre planetas do Sistema Solar

Questão 1

Com a reclassificação de Plutão pela União Astronômica Internacional (IAU) em 2006, o Sistema Solar passou a ser composto por oito planetas em vez de nove. Assim sendo, Plutão deixou de ser o planeta mais distante do Sol.

Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela a que traz corretamente o planeta mais próximo e o planeta mais distante do Sol nessa nova configuração:

a) Marte e Saturno

b) Mercúrio e Terra

c) Mercúrio e Netuno

d) Vênus e Urano

e) Terra e Netuno

Resolução: Alternativa C. Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol, enquanto Netuno é, agora, o planeta situado a uma maior distância dessa estrela.

Questão 2

O Sistema Solar é um conjunto de corpos celestes formado por oito planetas. Os planetas que compõem o Sistema Solar podem ser classificados de acordo com a sua composição em terrosos e gasosos. A seguir, identifique corretamente a alternativa que lista todos os planetas gasosos:

a) Saturno, Urano, Netuno e Plutão.

b) Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

c) Saturno, Urano, Vênus e Terra.

d) Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

e) Júpiter, Urano, Mercúrio e Vênus.

Resolução: Os planetas gasosos, ou gigantes gasosos, são aqueles que estão listados na alternativa D: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Fontes

NASA. Solar System Exploration. Disponível em: https://science.nasa.gov/solar-system/

NASA. Solar System Exploration: The planets. Disponível em: https://science.nasa.gov/solar-system/planets/

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Atmosfera terrestre

Geografia

Camadas da Terra

Geografia

Eclipse

Geografia

Fases da Lua

Últimos artigos

Milagre econômico brasileiro

Milagre econômico brasileiro foi um período da Ditadura Militar no qual a economia brasileira apresentou grande crescimento e importantes obras públicas foram realizadas.

Manto terrestre

O manto terrestre é uma camada, constituída pelo magma, muito dinâmica da Terra. Situado entre a crosta e o núcleo, ocupa aproximadamente 84% do volume total do planeta.

Altitude

A altitude é a distância vertical entre um ponto na superfície da Terra e o nível do mar, sendo uma medida importante para a caracterização do relevo de uma área.

Área do cubo

A área do cubo é a medida da superfície desse poliedro. A área da base, a área lateral e a área total do cubo estão relacionadas à área do quadrado.