Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Planetas rochosos

Planetas rochosos, também conhecidos como telúricos, terrestres ou sólidos, são astros do Sistema Solar que não possuem luz própria e orbitam ao redor do Sol, o astro principal desse sistema. São chamados de “rochosos” porque são formados principalmente por rochas e metais.

Os planetas rochosos são:

 

  • Mercúrio

  • Vênus

  • Terra

  • Marte

São quatro os planetas rochosos do Sistema Solar.

Veja também: Planetas gasosos – conheça esse outro grupo de planetas

Origem

Os planetas rochosos formaram-se há cerca de 4,6 bilhões de anos. Ainda não existe uma teoria inteiramente satisfatória que explique essa formação, bem como a de todo o Sistema Solar. Atualmente, a teoria mais aceita é a teoria da nebulosa solar, também conhecida como teoria da nebulosa solar primitiva. Essa teoria foi proposta primeiramente em 1644, por René Descartes, e reformulada em 1796, por Pierre-Simon de Laplace.

A nebulosa solar seria uma nuvem interestelar que, ao rotacionar em alta velocidade, teria sofrido contração e entrado em colapso. A gravidade fez com que a concentração de matéria da nuvem, após o colapso, originasse o Sol.

As partículas remanescentes do colapso da nuvem que estavam mais externas à parte central deram origem aos planetas gasosos. Já as partículas que ficaram mais próximas à parte central formaram os planetas rochosos. Isso ocorreu porque os materiais de menor densidade tendem a se afastar do Sol, enquanto os materiais mais pesados concentram-se mais próximos à estrela. Os planetas são considerados, portanto, “subprodutos” da formação do Sol.

Leia também: Principais efeitos nocivos do Sol

Características dos planetas rochosos

Veja a seguir as principais características dos planetas rochosos:

Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo ao Sol.

Dentre os planetas do Sistema Solar, Mercúrio é o mais próximo do Sol. O astro está a aproximadamente 57.910.000 km da estrela (Netuno, o último planeta do Sistema Solar, encontra-se a 4.504.300.000 km do Sol). O núcleo de Mercúrio é constituído por ferro. Sua atmosfera é composta, em sua maioria, por hélio. O planeta não possui satélites.

Vênus

Vênus é um dos astros mais brilhantes do céu noturno.

Vênus encontra-se a aproximadamente 108.200.000 km do Sol. É um dos astros mais brilhantes do céu, sendo também conhecido por Estrela-d'Alva. O planeta possui semelhanças significantes com a Terra, inclusive a massa. A temperatura do planeta pode chegar a 400°C, impossibilitando a existência de água no estado líquido.

A atmosfera de Vênus é constituída em mais de 96% de dióxido de carbono e cerca de 4% por nitrogênio. O dióxido de carbono possui a capacidade de absorver os raios solares, evitando que todo o calor que chega à superfície retorne ao espaço. Portanto, o dióxido de carbono acaba aprisionando o calor na atmosfera, configurando aquilo que conhecemos como efeito estufa. Assim, a grande quantidade desse gás faz com que o efeito estufa no planeta seja agravado, sendo então um dos fatores que provocam as elevadas temperaturas. O planeta não possui satélites.

Veja mais: Sputnik, primeiro satélite artificial da Terra

Terra

Terra é o planeta que apresenta condições para a existência de vida.

A Terra, o planeta que habitamos, apresenta condições favoráveis à existência de vida, como a água presente em seus três estados físicos (líquido, gasoso e sólido), bem como a presença de dióxido de carbono (cerca de 0.035%), que colabora para que o efeito estufa aconteça, mantendo a temperatura média da Terra em torno de 14ºC e evitando uma enorme amplitude térmica (diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima).

A atmosfera do planeta é composta não só pelo dióxido de carbono, mas também por nitrogênio, oxigênio e vapor d'água. A Terra possui um satélite natural, a Lua, cuja rotação é sincronizada com a do planeta. A estrutura interna da Terra divide-se em três camadas: crosta terrestre, manto e núcleo.

Leia mais: Atmosfera terrestre – conheça sua importância e suas características

Marte

Marte é conhecido como Planeta Vermelho.

Conhecido como Planeta Vermelho em razão de sua coloração, dada pela presença de um solo rico em ferro e silício, Marte é o terceiro planeta em relação ao Sol, estando a aproximadamente 227.940.000 km de distância dessa estrela.

A atmosfera de Marte é constituída por gases como nitrogênio, gás carbônico, vestígios de oxigênio e monóxido carbono e vapor d'água. Ao longo do dia, a temperatura no planeta varia entre -76ºC e -10ºC, podendo aumentar para, no máximo, 5ºC por causa da presença de gases como o dióxido de carbono. Há indícios da existência de água gelada no subsolo. Marte possui dois satélites naturais.

Saiba também: Quais são os planetas do Sistema Solar?

Curiosidades sobre os planetas rochosos

1) Qual o maior planeta rochoso?

O maior planeta rochoso do Sistema Solar é o planeta que habitamos, a Terra. A massa do planeta foi estimada pelo cientista britânico Henry Cavendish. O cientista concluiu por meio de estudos que a Terra possui uma massa de aproximadamente seis milhões de bilhões de quilogramas.

2) Qual o menor planeta rochoso?

Mercúrio é o menor planeta do Sistema Solar, com massa de aproximadamente 3,303x1023kg.

3) Qual o tamanho do Sol?

O Sol tem diâmetro de aproximadamente 1,39 milhões de quilômetros (109 vezes maior que o da Terra) e sua massa é cerca de 332.900 vezes maior que a do nosso planeta.

4) Existe planeta rochoso fora do Sistema Solar?

Em 2014, astrônomos da Universidade de Genebra descobriram a existência de um planeta formado por rochas cuja massa é 17 vezes maior que a da Terra. Esse planeta encontra-se fora do Sistema Solar e foi chamado de Kepler-10c. Esse planeta recém-descoberto encontra-se a aproximadamente 568 anos-luz de distância da Terra.

Diferenças entre os planetas rochosos e os planetas gasosos

No Sistema Solar, existem os planetas rochosos e os planetas gasosos.
No Sistema Solar, existem os planetas rochosos e os planetas gasosos.

Planetas rochosos

Planetas gasosos

Mercúrio, Vênus, Terra e Marte

Júpiter, Saturno, Urano, Netuno

Massa: pequena

Massa: grande

Densidade: grande.

Densidade: pequena.

Formados por rochas e metais pesados, como silicatos e ferro.

Formados por gases, como hidrogênio, hélio e dióxido de carbono.

Número de satélites: poucos ou nenhum.

Número de satélites: vários.

Sistema Solar

O Sistema Solar corresponde ao conjunto de astros que se localizam na Via Láctea. Formado não só pelo Sol e os planetas, o Sistema Solar também possui outros corpos celestes, como cometas, asteroides, meteoroides, planetas anões, entre outros.

O Sol é o astro principal desse sistema e, ao seu redor, orbitam os planetas. Essa estrela possui um diâmetro de aproximadamente 1,39 milhões de quilômetros e é formada, em sua maioria, por hidrogênio e hélio. Por ordem de afastamento do Sol, os planetas organizam-se da seguinte maneira:

Sol → Mercúrio → Vênus → Terra → Marte → Júpiter → Saturno → Urano → Netuno


No ano de 2006, a União Astronômica Internacional (UAI), que regula as classificações, nomenclaturas e definições na Astronomia, anunciou que Plutão (até então considerado um planeta do Sistema Solar) deixou de ser um planeta, sendo “rebaixado” à categoria de planeta anão. Essa mudança ocorreu em virtude das descobertas feitas nos últimos anos que constataram a existência de corpos celestes com características semelhantes as de Plutão.

Essa situação criou um problema: ou será necessário a cada descoberta aumentar o número de planetas do Sistema Solar ou criar uma nova nomenclatura para os corpos celestes descobertos. E assim fez a UAI. Além de Plutão, o Sistema Solar também possui outros planetas anões: Ceres, Éris, Haumea e Makemake. Para saber mais sobre o assunto, leia: Sistema Solar.

Por Rafaela Sousa

Você pode se interessar também

Geografia

Atmosfera terrestre

Geografia

Camadas da Terra

Geografia

Os Planetas

Geografia

Planeta Terra

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.