Qual matéria está procurando ?

História

História

Fênix

A fênix é um ser popularmente relacionado com as mitologias grega e egípcia. Trata-se de uma ave com penas avermelhadas e douradas e que tem a capacidade de renascer.

Fênix em posição de voo, com as asas abertas, semelhantes a chamas de fogo. A fênix é uma ave mitológica de penas avermelhadas e douradas e é relacionada com as mitologias grega e egípcia.

Fênix é um ser mitológico apresentado como uma ave, semelhante a uma águia, que tem as penas avermelhadas e douradas e é capaz de renascer das próprias cinzas.

A versão grega do mito afirma que a fênix pode viver 500 anos e que, ao fim desse período, ela constrói um ninho e entra em combustão, sendo consumida até sobrar as cinzas. Dessas cinzas, uma nova fênix surge. Uma das variações da lenda fala que se trata de uma nova fênix, mas outra aponta que a mesma fênix renasce. As origens desse mito são alvo de polêmica, mas a mais popular é a grega.

Leia também: Mito de Édipo — a profecia, o encontro com a esfinge e o trágico destino de Édipo rei

Resumo sobre a fênix

  • A fênix é um ser mitológico conhecido pela capacidade de renascer das cinzas.

  • É uma ave, semelhante a uma águia, com penas avermelhadas e douradas.

  • Está presente nas mitologia grega e egípcia mas também em muitas outras.

  • Acredita-se que é derivada de benu, uma ave da mitologia egípcia.

  • Na Grécia, foi mencionada, pela primeira vez, por Hesíodo.

O que é a fênix?

A fênix é um ser mitológico presente nas mitologias grega e egípcia, principalmente. Na versão grega, a mais popular do mito, a fênix é uma ave, parecida com uma águia, que tem as penas avermelhadas e douradas bem como as habilidades de viver por 500 anos e de renascer depois de morrer.

Existem versões diferentes do mito, com uma versão apresentando a fênix como um ser que morre, e, de sua morte, outra fênix nasce; e outra versão apresentando a ideia de renascimento da mesma fênix.

O mito explica que a fênix sobrevive do consumo de incenso e raízes de odor e que sua morte acontece em um ninho de ramos de carvalho, mirra, cinamomo e nardo. A morte da fênix acontece devido às chamas que se iniciam misteriosamente e consumem seu corpo, deixando apenas as cinzas dele.

Dessas cinzas, a fênix renasce ou dá origem a uma nova fênix. Por fim, a fênix renascida leva as cinzas e o ninho da fênix anterior até um templo dedicado ao Sol e localizado em Heliópolis, no Egito. O mito da fênix tem uma associação muito forte com o Sol e com a ideia de renascimento, tanto para os egípcios quanto para os gregos.

Há menções de que a fênix poderia viver na Índia, na Arábia ou no Egito. Esse ser também é relacionado com outras mitologias, como a romana e a chinesa.

Saiba mais: Quais são os deuses gregos presentes também na religião romana?

Qual a origem da fênix?

Na cultura grega, a primeira menção à fênix conhecida foi feita no século VIII a.C., mais especificamente em um poema chamado “Os preceitos de Quíron”, atribuído a Hesíodo. Nesse poema, ele menciona que a fênix tem a capacidade de viver o tempo de vida de nove corvos.

Essa criatura também foi apontada por Heródoto, um importante historiador grego. Heródoto mencionou o mito da fênix, mas ressaltando que nunca viu a ave e atribuindo sua origem ao Egito. É comum que se considere que a origem da fênix seja mesmo egípcia, mas alguns historiadores acreditam que a presença da ave no Egito tenha sido influência da cultura grega.

De toda forma, os egípcios acreditavam em uma ave chamada benu, associada com o Sol e venerada em Heliópolis. O mito egípcio fala que benu teria criado a si mesma de uma fogueira em um templo de Rá. Podemos perceber, portanto, que a versão grega se tornou a mais popular, apesar da suposta origem egípcia.

A origem da palavra fênix deriva do idioma grego e da palavra phoinix. Não se sabe ao certo o significado dela, e existem duas possibilidades nesse sentido: uma atribuída a uma suposta origem fenícia, e outra referindo-se à cor avermelhada das penas dessa ave.

Por Daniel Neves Silva

Você pode se interessar também

História

Apolo

História

Atena

História

Deuses gregos

História

Grécia Antiga

Últimos artigos

Cubo

Também conhecido como hexaedro regular, o cubo é um sólido geométrico que possui seis faces, todas elas sendo quadrados com mesma medida de lados.

Conto fantástico

O conto fantástico é uma pequena narrativa que apresenta fatos ou personagens sobrenaturais e absurdos. No conto fantástico, ocorrem coisas que contrariam a razão.

Conflitos entre Israel e Palestina

Os conflitos entre Israel e Palestina se deram pela disputa do território da Palestina, sobretudo a partir de 1948, mas também pela luta dos palestinos por sua autodeterminação.

Reforma Protestante

A Reforma Protestante, iniciada em 1517, deu origem a novas doutrinas cristãs no continente europeu. O grande reformador foi o monge alemão Martinho Lutero.