Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Penas

Confira as particularidades das penas, estruturas de queratina encontradas nas aves e que apresentam importantes funções para esse grupo de vertebrados.

As aves são os únicos animais viventes que possuem penas As aves são os únicos animais viventes que possuem penas

As aves são animais que possuem penas, estruturas formadas por queratina e relacionadas com diversas funções nesse grupo. Provavelmente essas estruturas surgiram a partir de modificações de escamas e com função primordial de manter o corpo aquecido, ou seja, funcionavam como isolante térmico.

Quais são as funções das penas?

As penas apresentam funções diversas, sendo as principais o voo e o revestimento do corpo. Além disso, ajudam a conservar o calor, auxiliam na flutuação, repelem a água circundante, contribuem para a camuflagem e até mesmo para atrair parceiros na época de reprodução. Quem nunca viu, por exemplo, as penas de um pavão e sua exuberância na hora de atrair uma fêmea?

Quais são as partes de uma pena?

Uma pena é formada por quatro estruturas básicas:

Observe as partes fundamentais de uma pena
Observe as partes fundamentais de uma pena

  • Cálamo: Porção da pena constituída por um tubo firme que fica inserido no interior da pele da ave;

  • Raque: Parte do cálamo que é vista fora do corpo do animal;

  • Barbas: Ramificações que partem do raque. Essas estruturas formam o vexilo;

  • Barbelas: São ramificações da barba e que unem uma barba à outra.

Diferentes tipos de pena

Apesar do que muitos pensam, as penas são bastante diferentes uma das outras. Podemos classificá-las em:

  • Plúmulas: Penas que garantem o aquecimento do animal. Nessas penas, o raque é pouco desenvolvido ou até mesmo ausente;

  • Semiplumas: Penas que apresentam uma estrutura intermediária entre as penas de voo e as plúmulas. Estão relacionadas principalmente com o isolamento térmico;

  • Penas de voo: São as penas mais longas e resistentes de uma ave e estão relacionadas com a capacidade de voo. Aquelas penas de voo que estão presentes na cauda são denominadas de rectrizes, e aquelas presentes na asa são chamadas de rêmiges;

  • Cerdas: São penas modificadas que possuem raque rígida e barbas ausentes. São geralmente encontradas próximo ao bico e podem ajudar na captura de insetos;

  • Filoplumas: São penas com raque fina e barbas apenas na porção distal (no extremo da pena). Estão relacionadas com a obtenção de informações sobre a posição das penas que recobrem o corpo da ave e das penas de voo.

Todo o corpo da ave possui penas?

Nem todo o corpo da ave possui penas. As regiões que possuem penas são chamadas de pterilas, e as áreas de pele que não as possuem são chamadas de aptérias.

Curiosidade: Você sabia que os pinguins trocam de penas geralmente uma vez por ano, em um processo conhecido como muda?


Por Ma. Vanessa dos Santos

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Arara-azul

Ciências

Aves

Ciências

Camuflagem nos animais

Ciências

Corujas

Últimos artigos

Cavalo

Cavalo é uma espécie de herbívoro não ruminante muito utilizada pelo homem. Sua domesticação foi muito importante para a nossa história.

Tucanos

Tucanos são animais que possuem bicos multicoloridos e bastante chamativos. Eles fazem parte da ordem Piciformes e família Ramphastidae.

Revolta da Armada

Revolta da Armada foi um levante armado organizado por membros da Marinha, em 1893. Esse movimento se deu pela forte oposição da Marinha a Floriano Peixoto.

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.