Qual matéria está procurando ?

História

História

Deuses gregos

Os deuses gregos eram divindades que estavam presentes na religião dos gregos antigos, sendo usados para explicar os fenômenos da natureza e da vida humana. Eram imortais, mas possuíam forma humana e sentimentos muito comuns aos humanos. O principal deus para os gregos antigos era Zeus, deus do raio.

Acesse também: Mitologia nórdica — a crença religiosa dos vikings

Características dos deuses gregos

Os deuses gregos faziam parte da religião dos habitantes da Grécia Antiga. Como os gregos eram politeístas, sua religião possuía uma grande variedade de divindades em seu panteão (conjunto de deuses de um povo). Os deuses eram seres imortais que representavam as forças da natureza ou então conceitos abstratos, como o amor e a justiça.

Os deuses gregos eram seres divinos e imortais que faziam parte da religião da Grécia Antiga.

Os principais deuses do panteão grego residiam em um lugar chamado Monte Olimpo. No cume desse monte, havia um palácio que servia de morada para esses deuses, apesar de muitos deles também terem morada em outros locais, como Poseidon, deus que residia também no fundo dos mares.

Apesar de serem divindades e imortais, os deuses gregos tinham forma humana e possuíam qualidades e defeitos como qualquer ser humano. Assim, eles poderiam sentir ciúmes, ódio, inveja, compaixão, podendo até mesmo se apaixonar. Além disso, eles interviam diretamente na vida dos seres humanos, muitas vezes se relacionando amorosamente com eles.

O Monte Olimpo, além de morada, era o local onde os deuses se reuniam para realizar suas festas. Eles se alimentavam de ambrosia e néctar, os alimentos que somente os deuses poderiam ingerir. Os  gregos antigos se utilizavam da mitologia para explicar fenômenos naturais, como os raios, e as histórias sobre esses deuses eram recontadas de geração para geração oralmente.

Com o tempo, alguns intelectuais gregos passaram a registrar essas histórias em textos, o que permitiu que essas narrativas ficassem preservadas para a posteridade. Os dois casos mais conhecidos são o de Hesíodo e Homero, dois poetas que registraram contos da religiosidade grega. Entre os escritos de Hesíodo, estão Teogonia e Trabalhos e Dias, e, entre os escritos de Homero, estão Ilíada e Odisseia.

Acesse também: Atenas — uma das principais cidades da Grécia Antiga

De onde vieram os deuses gregos?

A religiosidade dos gregos possuía mitos que explicavam o surgimento dos deuses. Nos primórdios, o Universo era o Caos, uma massa cósmica desorganizada que reunia todos os elementos e, nele,  terra, céu, mar e fogo estavam misturados. Inexplicavelmente, do Caos brotou Gaia, a Terra, uma deusa que tinha a forma da Terra.

O titã Cronos devorava os filhos que tinha com Reia, mas Zeus, salvo por sua mãe, conseguiu se salvar e, anos depois, lutou contra o próprio pai.

Tempos depois surgiu Urano, o céu estrelado, e da união de Gaia e Urano uma série de filhos foi gerada. Eram os titãs e titânides, seres antigos que eram gigantes e que habitaram a Terra antes dos seres humanos. Entre os titãs estava Cronos, que odiava seu pai e que se voltou contra ele, atacando-o e forçando-o a fugir.

Cronos foi amaldiçoado pelo seu pai e foi o responsável por criar o homem. Ele se tornou o rei do Universo e casou-se com Reia, uma titânide, e com ela teve vários filhos, mas, temeroso de que seus filhos se voltassem contra ele, ele os devorava por completo. Da relação de Cronos com Reia, nasceram vários deuses gregos.

Um deles, Zeus, foi salvo por sua mãe antes que Cronos pudesse devorá-lo. Ao se tornar adulto, Zeus voltou-se contra seu próprio pai e juntou-se com seus irmãos, guerreando contra Cronos. Vitorioso, Zeus libertou seus irmãos do estômago de seu pai e prendeu todos os titãs. Em seguida, Zeus foi presenteado com o raio e o trovão por ter derrotado os titãs e dividiu a Terra com seus irmãos. Assim:

  • Zeus ficou com o céu;
  • Poseidon ficou com as águas;
  • Hades ficou com o mundo inferior.

Depois do feito de Zeus, os deuses do Olimpo passaram a exercer seu domínio sobre a Terra. Zeus, por sua vez, tornou-se o rei dos deuses. Entre os deuses gregos que eram filhos de Cronos estão Deméter, Hera, Hades, Poisedon, Héstia, além do próprio Zeus.

Principais deuses

Com o surgimento dos deuses do Olimpo como os principais seres imortais do Universo, foi estabelecido o grupo que é conhecido como “deuses olímpicos”. No total, eles são 12 deuses, a saber:

Deus(a)

Atributo

Zeus

Rei dos deuses, governante do Olimpo e deus do raio, do trovão e dos céus.

Hera

Rainha dos deuses e deusa do casamento e da família.

Poseidon

Deus da água e dos mares.

Atena

Deusa da sabedoria.

Ares

Deus da guerra.

Deméter

Deus da agricultura e das estações.

Apolo

Deus da poesia, música, artes, filosofia, etc.

Ártemis

Deusa da caça e da lua.

Hefesto

Deus do fogo e da metalurgia.

Afrodite

Deusa do amor, fertilidade, beleza, etc.

Hermes

Mensageiro dos deuses e deus do comércio, comunicação, diplomacia, etc.

Dioniso

Deus das festas, do vinho, etc.

Outras versões apontam Héstia como uma deusa olímpica, mas existem aqueles que não a consideram como tal. Héstia é conhecida como a deusa do lar e da arquitetura. Outro deus grego muito importante e que é não considerado um deus olímpico é Hades, o deus do submundo. Isso foi estabelecido porque Hades residia no submundo e raramente frequentava o Olimpo.

É importante considerarmos que esses atributos dos deuses são uma generalização, e cada deus poderia ter o seu papel sendo alterado de região para região na Grécia Antiga. A religião grega, como qualquer outra, adaptava-se aos interesses e à cultura de cada região.

Acesse também: A doença que dizimou milhares de pessoas em Atenas

Dicas de filmes sobre os deuses gregos

Os deuses gregos e a mitologia grega, em geral, são bastante populares e, por isso, estão muito presentes em obras da cultura popular. O cinema é uma das áreas que exploram bastante os deuses gregos e deixaremos aqui algumas dicas de filmes sobre eles para que você possa assistir e se divertir! Alguns dos filmes são:

  • Percy Jackson e o Ladrão de Raios;
  • Hércules;
  • Fúria de Titãs;
  • Imortais.
Por Daniel Neves Silva

Você pode se interessar também

História

Esparta

História

Grécia Antiga

História

Guerra do Peloponeso

História

Medusa

Últimos artigos

Tratado de Tordesilhas

Tratado de Tordesilhas foi assinado entre Portugal e Castela (Espanha) e determinava a divisão das terras que poderiam ser encontradas durante as Grandes Navegações.

Fruta

Fruta é um termo sem valor científico usado para se referir a frutos e frutos acessórios que possuem suco, apresentam sabor adocicado e aroma característico.

Coelho

O coelho é um animal pertencente à família Leporidae, a mesma das lebres. Coelhos destacam-se por possuírem orelhas e pernas grandes, além do corpo recoberto por pelos.

Medusa

Medusa era uma górgona, isto é, um monstro que possuía serpentes no lugar dos cabelos, e era conhecida por transformar em pedra todos que olhavam para o seu rosto.