Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Sangue

O sangue é um tecido conjuntivo líquido, de cor vermelha e viscosa, que corre no interior dos nossos vasos sanguíneos. Por ser um tecido, é constituído por diferentes tipos de células, as quais estão suspensas em uma matriz líquida. Falaremos a seguir mais a respeito do sangue, destacando sua função no organismo e seus componentes.

Funções do sangue

O sangue é um tecido fluído que se movimenta pelo sistema cardiovascular e que apresenta uma grande variedade de funções. Dentre essas funções, destaca-se a de transporte, sendo o sangue responsável por transportar nutrientes, gases respiratórios e também resíduos do metabolismo. Além disso, esse tecido relaciona-se com a coagulação, devido à ação das plaquetas, e com a defesa do organismo, devido à ação dos leucócitos.

Onde ocorre a produção do sangue?

O sangue é produzido na medula óssea, mais precisamente na chamada medula óssea vermelha. A primeira está localizada no canal medular de certos ossos. A segunda está presente no interior de vértebras, na costela, no osso esterno e na camada de tecido esponjoso dos ossos do crânio. Caso tenha maior interesse pelo tema, leia nosso texto: Como o sangue é produzido?

Saiba mais: Leucemia, doença que atinge a medula óssea

Componentes do sangue

O sangue é formado pelo plasma e pelos elementos celulares.

O sangue é composto pelo plasma, que é uma matriz líquida, e por elementos celulares, os quais incluem células e fragmentos celulares. Veja mais sobre esses componentes:

  • Plasma sanguíneo

É a parte líquida do sangue correspondente a cerca de 55% do seu volume total. Ele é formado basicamente por água e algumas substâncias dissolvidas, apresentando uma coloração amarelada. Dentre as substâncias encontradas no plasma, podemos citar a glicose, os hormônios e as vitaminas, além de íons, como o sódio e potássio, e de proteínas, como os anticorpos.

  • Elementos celulares

Também chamados de elementos figurados, dizem respeito às células sanguíneas e plaquetas, que, na realidade, são fragmentos de células. Esses elementos constituem cerca de 45% do volume total do sangue e são estes:

Hemácias: também chamadas de glóbulos vermelhos ou eritrócitos, são células sanguíneas que apresentam formato de disco bicôncavo (mais fino no centro) e não possuem núcleo, ou seja, são anucleadas. No interior dessa célula, é encontrada grande quantidade de hemoglobina, um pigmento de cor vermelha que está relacionado com o transporte de oxigênio, e também de gás carbônico.

As hemácias são as células mais numerosas do sangue e, por serem ricas em hemoglobina, são responsáveis por garantir-lhe o aspecto vermelho característico. As hemácias vivem pouco tempo: 120 dias.

Existem cerca de 25 trilhões de hemácias em cinco litros de sangue do corpo humano.


Leucócitos: também chamados de glóbulos, são células sem cor, maiores que as hemácias, e apresentam como principal função no organismo a garantia da defesa do corpo. Para isso, atuam de diferentes formas, sendo as principais: a produção de anticorpos e a fagocitose.

Os anticorpos são proteínas de defesa e produzidos por leucócitos específicos. Já a fagocitose é um processo em que uma célula engloba e digere a partícula estranha. (Veja desenho a seguir.)

Observe como ocorre o processo de fagocitose realizado por alguns glóbulos brancos.

Existem cinco tipos básicos de leucócitos (linfócitos, monócitos, eosinófilos, basófilos e neutrófilos), sendo eles agrupados em dois grupos: granulócitos e agranulócitos.

No primeiro grupo, temos os leucócitos com núcleo irregular e presença de grânulos específicos; fazem parte dele os chamados neutrófilos, eosinófilos e basófilos. No segundo grupo, temos leucócitos com núcleo mais regular e sem a presença de grânulos. Os linfócitos e monócitos são classificados dessa forma.

Observa-se um aumento do número de leucócitos do corpo todas as vezes que estamos combatendo uma infecção.


Plaquetas: também conhecidas como trombócitos, não são células completas e sim fragmentos de células chamadas megacariócitos. As plaquetas não possuem núcleo e seu formato é de um pequeno disco. Além disso, estão relacionadas com o processo de reparação de vasos sanguíneos e o de coagulação do sangue.

Observe atentamente os elementos celulares presentes no sangue.
Observe atentamente os elementos celulares presentes no sangue.

Elementos celulares do sangue

Componente celular

Função

Quantidade por microlitro de sangue

Hemácias

Transporte de oxigênio e gás carbônico

5.000.000 a 6.000.000

Leucócitos

Defesa do organismo

5.000 a 10.000

Plaquetas

Coagulação do sangue e reparação de vasos sanguíneos

250.000 a 400.000


Veja também: Anticorpos e a defesa do nosso organismo

Doenças relacionadas com o sangue

Veja a seguir algumas doenças que apresentam relação com o sangue:

Anemia: é caracteriza por uma redução da quantidade de hemoglobina presente no sangue. Ela pode ser desencadeada, por exemplo, por perda de grande quantidade de sangue, pela produção de hemácias com pouca hemoglobina ou ainda por uma pequena produção de hemácia. Uma alimentação pobre em ferro pode ser responsável por reduzir a taxa de hemoglobina no organismo.

Hemofilia: é um problema genético relacionado com uma deficiência em algum dos fatores de coagulação, o que desencadeia um defeito nesse processo. A hemofilia pode ser leve, moderada ou grave. Neste último caso, é comum observar sangramento no indivíduo mesmo sem que ocorra algum trauma.

Leucemia: é um tipo de câncer que afeta as células de defesa do nosso corpo, ou seja, os leucócitos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, nessa doença, uma célula que ainda não está madura sofre uma mutação e transforma-se em uma célula cancerosa, a qual não funciona de maneira adequada, multiplica-se rapidamente e morre menos que as células normais. Essas células substituem então as células saudáveis. Vale destacar que não existe apenas um tipo de leucemia, sendo conhecidos mais de 12 tipos diferentes.

Leia também: Câncer - fatores e principais tratamentos

Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Eritrócitos

Ciências

Sistema ABO

Ciências

Leucemia

Ciências

Fator Rh

Últimos artigos

O que é patrimônio cultural?

Patrimônio cultural é qualquer objeto da cultura material e imaterial que é importante para a cultura de nossa sociedade e que, por isso, é preservado.

Embaixo ou em baixo: junto ou separado?

“Embaixo” é um advérbio de lugar e indica a localização de algo, enquanto “em baixo” é, na verdade, a junção de uma preposição com um adjetivo.

22 de abril – Dia da Terra

O Dia da Terra é comemorado em 22 de abril e é um momento para refletirmos sobre o modo como nos relacionamos com o nosso planeta e que atitudes devemos adotar.

Combustíveis fósseis

Combustíveis fósseis são fontes de energia originadas da decomposição de plantas e animais soterrados ao longo de milhares de anos. São úteis para a produção energética.