Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Circulação dos vertebrados

Entenda como ocorre a circulação dos vertebrados e as diferenças existentes entre cada grupo!

A circulação varia de um animal para outro. Em alguns, a circulação ocorre no interior de vasos; em outros, o sangue é lançado em lacunas. Em algumas espécies, o sangue rico em oxigênio não se mistura com o rico em gás carbônico; mas, em outros, ocorre essa mistura. Existem ainda casos em que o sangue, para completar o ciclo, passa uma ou duas vezes pelo coração.

Percebe-se, portanto, que existem diferentes tipos de circulação e que cada grupo de organismos apresenta sua peculiaridade. A seguir conheceremos melhor os tipos de circulação existentes e em que grupo de animais vertebrados esses tipos estão presentes.

Tipos de circulação

  • Circulação aberta: Nesse tipo de circulação, o sangue passa por um vaso principal e, posteriormente, é lançado em cavidades do corpo. Ocorre em moluscos e artrópodes;

  • Circulação fechada: o sangue corre apenas no interior dos vasos sanguíneos. Ocorre em anelídeos e vertebrados;

  • Circulação simples: o sangue passa apenas uma vez pelo coração a cada circuito;

  • Circulação dupla: o sangue passa duas vezes pelo coração a cada circuito;

Na circulação dupla, o sangue passa duas vezes pelo coração
Na circulação dupla, o sangue passa duas vezes pelo coração

  • Circulação incompleta: ocorre a mistura de sangue rico em oxigênio (arterial) e sangue rico em gás carbônico (venoso);

  • Circulação completa: não ocorre mistura de sangue rico em oxigênio e sangue rico em gás carbônico.

Tipos de circulação dos vertebrados

  • Peixes: A circulação dos peixes é fechada e simples. O sangue não oxigenado passa pelo coração, segue para as brânquias para ser oxigenado e é levado para o corpo. Como o sangue segue apenas um sentido, não há mistura entre sangue venoso e arterial.

  • Anfíbios: A circulação dos anfíbios é fechada, dupla e incompleta. O coração dos anfíbios apresenta três cavidades (dois átrios e um ventrículo), o que permite a mistura do sangue rico em oxigênio com o sangue rico em gás carbônico (circulação incompleta).

  • Répteis: A circulação dos répteis é fechada, dupla e incompleta. A circulação é incompleta tanto em animais não crocodilianos, que possuem coração com três cavidades, quanto em crocodilianos, que apresentam coração com quatro cavidades. Nesses últimos, a mistura de sangue ocorre em uma estrutura chamada de Forame de Panizza.

  • Aves: A circulação das aves é fechada, dupla e completa. O coração das aves apresenta quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), o que impede que o sangue rico em oxigênio misture-se com o sangue rico em gás carbônico.

  • Mamíferos: A circulação dos mamíferos é fechada, dupla e completa. Assim como as aves, os mamíferos possuem coração com quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), o que impede o sangue rico em oxigênio de se misturar com sangue rico em gás carbônico.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os cachorros são mamíferos e, portanto, apresentam circulação fechada, dupla e completa Os cachorros são mamíferos e, portanto, apresentam circulação fechada, dupla e completa
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Peixes

Ciências

Coração

Ciências

Artérias, veias e capilares

Ciências

Répteis

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.