Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Circulação dos vertebrados

Entenda como ocorre a circulação dos vertebrados e as diferenças existentes entre cada grupo!

A circulação varia de um animal para outro. Em alguns, a circulação ocorre no interior de vasos; em outros, o sangue é lançado em lacunas. Em algumas espécies, o sangue rico em oxigênio não se mistura com o rico em gás carbônico; mas, em outros, ocorre essa mistura. Existem ainda casos em que o sangue, para completar o ciclo, passa uma ou duas vezes pelo coração.

Percebe-se, portanto, que existem diferentes tipos de circulação e que cada grupo de organismos apresenta sua peculiaridade. A seguir conheceremos melhor os tipos de circulação existentes e em que grupo de animais vertebrados esses tipos estão presentes.

Tipos de circulação

  • Circulação aberta: Nesse tipo de circulação, o sangue passa por um vaso principal e, posteriormente, é lançado em cavidades do corpo. Ocorre em moluscos e artrópodes;

  • Circulação fechada: o sangue corre apenas no interior dos vasos sanguíneos. Ocorre em anelídeos e vertebrados;

  • Circulação simples: o sangue passa apenas uma vez pelo coração a cada circuito;

  • Circulação dupla: o sangue passa duas vezes pelo coração a cada circuito;


Na circulação dupla, o sangue passa duas vezes pelo coração

  • Circulação incompleta: ocorre a mistura de sangue rico em oxigênio (arterial) e sangue rico em gás carbônico (venoso);

  • Circulação completa: não ocorre mistura de sangue rico em oxigênio e sangue rico em gás carbônico.

Tipos de circulação dos vertebrados

  • Peixes: A circulação dos peixes é fechada e simples. O sangue não oxigenado passa pelo coração, segue para as brânquias para ser oxigenado e é levado para o corpo. Como o sangue segue apenas um sentido, não há mistura entre sangue venoso e arterial.

  • Anfíbios: A circulação dos anfíbios é fechada, dupla e incompleta. O coração dos anfíbios apresenta três cavidades (dois átrios e um ventrículo), o que permite a mistura do sangue rico em oxigênio com o sangue rico em gás carbônico (circulação incompleta).

  • Répteis: A circulação dos répteis é fechada, dupla e incompleta. A circulação é incompleta tanto em animais não crocodilianos, que possuem coração com três cavidades, quanto em crocodilianos, que apresentam coração com quatro cavidades. Nesses últimos, a mistura de sangue ocorre em uma estrutura chamada de Forame de Panizza.

  • Aves: A circulação das aves é fechada, dupla e completa. O coração das aves apresenta quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), o que impede que o sangue rico em oxigênio misture-se com o sangue rico em gás carbônico.

  • Mamíferos: A circulação dos mamíferos é fechada, dupla e completa. Assim como as aves, os mamíferos possuem coração com quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), o que impede o sangue rico em oxigênio de se misturar com sangue rico em gás carbônico.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os cachorros são mamíferos e, portanto, apresentam circulação fechada, dupla e completa Os cachorros são mamíferos e, portanto, apresentam circulação fechada, dupla e completa
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Anfíbios

Ciências

Artérias, veias e capilares

Ciências

Aves

Ciências

Coração

Últimos artigos

Pau-brasil

Pau-brasil foi o primeiro artigo que os portugueses exploraram durante a colonização. Era uma madeira conhecida por permitir a fabricação de um corante avermelhado.

Deuses gregos

Os deuses gregos formavam o chamado panteão da religião dos gregos. Na crença grega, eram imortais, mas tinham forma humana e sentimentos comuns aos dos humanos.

Macacos

Macacos são animais mamíferos da ordem dos primatas que, geralmente, são encontrados vivendo em grupos, os quais apresentam comportamento social.

Tutu

Tutu, no folclore brasileiro, é reconhecido como um monstro disforme que é muito associado com o bicho-papão, o monstro devorador de crianças.