Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Leopardos

Leopardos são mamíferos felinos encontrados em regiões da África e Ásia. Pertencem ao gênero Panthera, o mesmo de outros grandes felinos, como o leão e a onça-pintada. São ótimos caçadores e conseguem subir em árvores, o que os ajuda a evitarem que sua refeição seja roubada por outros animais.

Leia mais: Leão – considerado o segundo maior felino no mundo, vive nas savanas africanas

Qual a classificação dos leopardos?

Os leopardos são animais pertencentes à classe dos mamíferos, à ordem Carnivora, à família Felidae, ao gênero Panthera e à espécie Panthera pardus. Nove espécies de leopardo são reconhecidas atualmente, segundo a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN).

Leopardos

Subespécies

Onde são encontradas

Panthera pardus pardus

África

Panthera pardus nimr

Arábia

Panthera pardus saxicolor

Sudoeste da Ásia

Panthera pardus melas

Java

Panthera pardus kotiya

Sri Lanka

Panthera pardus fusca

Subcontinente indiano

Panthera pardus delacouri

Sudeste da Ásia, sul da China

Panthera pardus japonensis

Norte da China

Panthera pardus orientalis

Extremo Oriente russo, Península Coreana, e nordeste da China

Quais as características gerais dos leopardos?

O leopardo é um felino que apresenta pelagem marcante, a qual varia do amarelo-claro até o laranja-avermelhado e é repleta de manchas negras. Essas manchas lembram uma rosa e são denominadas, devido a esse motivo, rosetas. As manchas dos leopardos não apresentam pontos pretos no centro, como ocorre nas onças-pintadas, além disso, são menores e mais próximas. Nos filhotes observa-se uma pelagem cinza, não sendo possível diferenciar as rosetas.

Os leopardos possuem pelagem característica, rica em rosetas.

Alguns leopardos têm a pelagem negra, sendo conhecidos como panteras-negras. Essa situação é conhecida como melanismo e ocorre devido à presença de um gene que estimula uma produção exagerada de pigmento, uma situação oposta ao que observamos quando falamos de albinismo. De acordo com alguns pesquisadores, o melanismo é uma condição que auxilia os panteras-negras a se camuflarem em florestas fechadas.

Esses felinos podem atingir cerca de dois metros de comprimento e pesar até 90 kg. São considerados o quarto maior felino do mundo. O tamanho do animal varia de acordo com o local em que ele vive, sendo observado um maior tamanho naqueles que vivem em savanas e florestas.

De maneira geral, os machos são maiores que as fêmeas. Os leopardos têm corpo flexível, orelhas pequenas e redondas, bigodes longos, pescoço longo, cauda longa e patas curtas. A cauda desse animal o ajuda a manter seu equilíbrio. Nas patas dos leopardos, observa-se a presença de fortes garras, as quais são afiadas e retráteis.

Destacam-se como exímios caçadores. Essa capacidade é conseguida, entre outros fatores, devido a sua agilidade, podendo atingir cerca de 60 km/h e saltar mais de seis metros na horizontal e três metros na vertical. Além de serem animais ágeis, possuem visão e audição acuradas.

Os leopardos são animais solitários e com hábitos crepusculares/noturnos. Habitam grandes territórios, os quais são demarcados com urina, fezes, além da marcação com suas garras. Os leopardos são capazes de emitir sons, o que também serve para marcar seu território.

Leia também: Rinocerontes – memíferos de grande porte que ainda sofrem muito com a caça ilegal

Onde os leopardos são encontrados?

Os leopardos são encontrados em regiões da África e Ásia, onde ocupam uma grande variedade de habitat. Dentre os locais onde eles são encontrados, podemos citar as regiões de savanas, bosques, florestas, montanhas e desertos.

O que os leopardos comem?

Os leopardos são animais carnívoros, portanto, alimentam-se de outros animais. Dentre os animais que servem de alimento para os leopardos, podemos citar mamíferos de pequeno e grande porte (como antílopes), répteis, pássaros e até mesmo insetos.

O tipo de alimento consumido por eles está relacionado com a disponibilidade de presas e também com a presença de outros animais que competem pelo alimento, como leões e hienas. Quando os leopardos percebem a presença desses competidores, costumam esconder seu alimento sob a vegetação ou então colocar sua presa em cima de árvores, principalmente quando a cobertura do solo está escassa. Vale destacar que os leopardos adquirem grande parte da água de que necessitam na sua alimentação.

Os leopardos são capazes de subir em árvores, nas quais frequentemente guardam seu alimento.

Como os leopardos se reproduzem?

A estação reprodutiva do leopardo dura todo o ano, porém seu pico ocorre durante a estação chuvosa. Esses animais têm vários parceiros, e a gestação da fêmea dura em média 96 dias. As fêmeas dão à luz dois filhotes geralmente, a cada 15-24 meses.

Os filhotes de leopardo pesam cerca de um quilo ao nascer, e, na primeira semana, permanecem com seus olhos fechados. A princípio, as fêmeas deixam seus filhotes escondidos em esconderijos, a fim de que eles não sejam predados por outros animais maiores, como leões. Os filhotes saem do esconderijo com maior regularidade a partir da sexta ou oitava semana, sendo nesse momento iniciada a ingestão de alimentos sólidos.

O desmame ocorre quando os filhotes adquirem três meses de idade, porém a independência só acontece quando eles atingem 20 meses de idade. No ambiente selvagem, os leopardos vivem de 10 a 12 anos, entretanto, em cativeiro, podem atingir mais de 20 anos.

Leia mais: Reprodução dos animais – pode ser assexuada ou sexuada

Quais são as ameaças aos leopardos?

Atualmente, os leopardos estão classificados pela IUCN como vulneráveis e as populações dessa espécie apresentam declínio. Muitos são os fatores que contribuem para a redução do número desses animais, como redução do número de presas, destruição de seu habitat e até mesmo conflitos com seres humanos, uma vez que esses animais podem se alimentar, por exemplo, do gado.

Os leopardos são também vistos como troféus, sendo frequentemente capturados por caçadores ilegais. Muitos caçadores alimentam o comércio ilegal de peles desses animais. Em algumas regiões, os leopardos são mortos para utilização com fins medicinais e cerimoniais.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Alimentação dos animais

Ciências

Girafas

Ciências

Leão

Ciências

Mamíferos

Últimos artigos

Pau-brasil

Pau-brasil foi o primeiro artigo que os portugueses exploraram durante a colonização. Era uma madeira conhecida por permitir a fabricação de um corante avermelhado.

Deuses gregos

Os deuses gregos formavam o chamado panteão da religião dos gregos. Na crença grega, eram imortais, mas tinham forma humana e sentimentos comuns aos dos humanos.

Macacos

Macacos são animais mamíferos da ordem dos primatas que, geralmente, são encontrados vivendo em grupos, os quais apresentam comportamento social.

Tutu

Tutu, no folclore brasileiro, é reconhecido como um monstro disforme que é muito associado com o bicho-papão, o monstro devorador de crianças.