Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Cadeia alimentar

Veja como a cadeia alimentar é importante para a sobrevivência das espécies em qualquer ecossistema.

Na natureza podemos encontrar organismos que produzem o próprio alimento, chamados de autótrofos, e organismos que não produzem o próprio alimento, chamados de heterótrofos.  As plantas, as algas, algumas bactérias e alguns protistas (seres unicelulares e eucariontes) são autotróficos, ou seja, eles conseguem fabricar o seu alimento a partir de substâncias minerais ou inorgânicas, como a água, gás carbônico e sais minerais.

Os seres autotróficos são de extrema importância à vida, pois eles são os únicos organismos vivos capazes de fabricar compostos orgânicos que servirão de alimento para os seres heterotróficos. Por esse motivo, esses organismos autótrofos são chamados de produtores.

Os seres autotróficos são indispensáveis à vida de qualquer comunidade
Os seres autotróficos são indispensáveis à vida de qualquer comunidade

Alguns seres heterotróficos como a vaca, a capivara, o coelho, o gafanhoto são herbívoros, ou seja, só se alimentam de vegetais, portanto, sua sobrevivência depende diretamente dos organismos autotróficos. Por se alimentarem somente de vegetais, esses animais herbívoros são chamados de consumidores primários.

Os animais herbívoros servem de alimento para os animais carnívoros, que por se alimentarem dos animais herbívoros são chamados de consumidores secundários. Em alguns casos, os consumidores secundários podem servir de alimento para outros animais também carnívoros. Quando isso acontece, chamamos esses animais de consumidores terciários e assim por diante. Vamos ver abaixo alguns exemplos de cadeia alimentar?

Nessa cadeia alimentar o consumidor secundário é o sapo
Nessa cadeia alimentar o consumidor secundário é o sapo

No exemplo acima podemos observar que o produtor é um organismo autótrofo, o consumidor primário é um organismo que se alimenta somente de vegetais, que nesse exemplo é a borboleta e o consumidor secundário é o sapo que se alimenta da borboleta.

Nesse exemplo de cadeia alimentar o consumidor secundário é o lobo
Nesse exemplo de cadeia alimentar o consumidor secundário é o lobo

Na imagem acima temos o exemplo de outra cadeia alimentar, na qual o produtor é a cenoura, o consumidor primário é o coelho que se alimenta da cenoura e o consumidor terciário é o lobo, que se alimenta do coelho.

Nessa cadeia alimentar temos a cobra como consumidor terciário
Nessa cadeia alimentar temos a cobra como consumidor terciário

A cadeia alimentar da imagem acima está representada da mesma forma que as outras anteriores, a única diferença é que ela está na vertical. Nela podemos ver as algas como produtoras, o peixinho como consumidor primário, as aves como consumidores secundários e a cobra como consumidora terciária.

Não podemos nos esquecer de que quando qualquer organismo vivo morre, ele serve de alimento a outros organismos vivos (fungos e bactérias), chamados de decompositores. Os decompositores decompõem a matéria orgânica dos seres mortos para obtenção de nutrientes e energia.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Os produtores são indispensáveis para a vida de qualquer comunidade Os produtores são indispensáveis para a vida de qualquer comunidade
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Cadeia e teia alimentar

Ciências

Fotossíntese

Ciências

Predação

Ciências

Níveis tróficos

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.