Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Alvéolos pulmonares

Alvéolos pulmonares são estruturas que lembram pequenas bolsas e são onde ocorrem as trocas gasosas. São os responsáveis pelo aspecto esponjoso do pulmão.

Ilustração de três alvéolos pulmonares Os alvéolos pulmonares (em azul) são estruturas do nosso corpo parecidas com favos de uma colmeia.

Alvéolos pulmonares são estruturas que lembram pequenos sacos e que apresentam uma parede muito delgada. Eles constituem a maior parte do parênquima pulmonar e são os responsáveis pelo aspecto esponjoso característico do pulmão. Nos alvéolos, o oxigênio que respiramos é passado para o sangue, sendo responsáveis, portanto, pelas trocas gasosas que ocorrem entre o meio ambiente e o organismo.

Leia mais: Sistema respiratório — garante a captação do oxigênio no ar e a eliminação do gás carbônico do nosso corpo

Resumo sobre alvéolos pulmonares

  • São estruturas saculiformes.

  • Apresentam paredes delgadas, essenciais para as trocas gasosas.

  • Nessas trocas, o oxigênio passa para o sangue e o gás carbônico presente no sangue se difunde para o interior dos alvéolos.

  • Enfisema pulmonar é uma doença em que há a destruição das paredes alveolares.

O que são alvéolos pulmonares?

Os alvéolos pulmonares são pequenas estruturas que lembram diminutos sacos e formam a maior parte do parênquima pulmonar. Estão dispostos de tal maneira que se assemelham a favos de uma colmeia. Eles constituem a porção final da árvore brônquica e são as estruturas que conferem ao pulmão seu aspecto esponjoso característico.

Como é a estrutura do alvéolo pulmonar?

O alvéolo pulmonar, como salientado, é uma estrutura que se assemelha a um pequeno saco. Suas paredes são delgadas e formadas por uma única camada de tecido epitelial, a qual se apoia em um tecido conjuntivo rico em capilares sanguíneos.

Qual a função dos alvéolos pulmonares?

Nos alvéolos, observamos a ocorrência de trocas gasosas.

Os alvéolos pulmonares são regiões onde ocorrem as chamadas trocas gasosas. Quando respiramos, o oxigênio presente na atmosfera segue em direção aos nossos pulmões. Inicialmente, o ar entra em nosso corpo pelas narinas, passa pela cavidade nasal, segue pela faringe, passa pela laringe, atinge a traqueia, passa para os brônquios, bronquíolos e finalmente chega aos alvéolos pulmonares.

Os alvéolos, como mencionado, são rodeados por uma grande quantidade de capilares sanguíneos. Tanto alvéolos pulmonares quanto capilares possuem paredes muito delgadas, que permitem a passagem do oxigênio e também do gás carbônico. O oxigênio, proveniente do ar inspirado, passará para o sangue, e o gás carbônico, presente no sangue, passará para o interior dos alvéolos. Esse processo de troca gasosa é conhecido como hematose.

O oxigênio disponibilizado para o sangue se ligará à hemoglobina das hemácias e será levado, via corrente sanguínea, para todas as células do nosso corpo. O oxigênio é fundamental para a realização da respiração celular, que garantirá a produção de energia para a célula. O gás carbônico que se difundiu para o interior dos alvéolos, por sua vez, será levado para fora do nosso corpo pelas vias respiratórias. Esse processo de eliminação do gás carbônico para o meio externo é denominado expiração.

Leia mais: Movimentos respiratórios — inspiração e expiração

O que é enfisema pulmonar?

O enfisema pulmonar é um problema de saúde que compromete os alvéolos pulmonares, provocando a destruição das paredes dessa estrutura. Como os alvéolos estão relacionados com as trocas gasosas, problemas nessas estruturas afetam diretamente a capacidade do organismo de conseguir captar o oxigênio e liberar o gás carbônico.

A principal causa de enfisema pulmonar é o uso de cigarro.

Uma pessoa com enfisema pulmonar desenvolve sintomas como dificuldade para respirar e tosse crônica. Além disso, os indivíduos com o problema podem apresentar infecções respiratórias de repetição. É importante destacar que a doença não possui cura, entretanto, há tratamentos que podem melhorar a qualidade de vida do paciente.

A principal causa de enfisema pulmonar é o uso do cigarro, portanto, é fundamental que esse vício seja abandonado. Além de enfisema pulmonar, o uso do cigarro relaciona-se com o desenvolvimento de cânceres e contribui significativamente para o desenvolvimento de problemas como ataques cardíacos e acidentes cerebrovasculares. Além de estar relacionado com infecções respiratórias, úlcera, infertilidade, catarata, osteoporose, entre outros problemas.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Malefícios do cigarro para a saúde

Ciências

Respiração celular

Ciências

Sistema respiratório

Últimos artigos

Ponto e vírgula (;)

O ponto e vírgula é um sinal de pontuação que indica uma pausa mais longa que a pausa da vírgula, mas sem interromper o enunciado, como o ponto.

Alvéolos pulmonares

Alvéolos pulmonares são estruturas que lembram pequenas bolsas e são onde ocorrem as trocas gasosas. São os responsáveis pelo aspecto esponjoso do pulmão.

Cerebelo

Cerebelo é uma parte do encéfalo e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do nosso equilíbrio, postura e ajuste dos movimentos corporais.

Tríplice Aliança

Tríplice Aliança foi um acordo militar assinado, em maio de 1882, por Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, que procuravam se proteger de França e Rússia principalmente.