Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Tecido adiposo

Tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo e é considerado o principal reservatório de energia do corpo. Pode ser classificado em unilocular e multilocular.

Imagem de células do tecido adiposo O tecido adiposo garante isolamento térmico e proteção ao nosso corpo.

O tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo que apresenta como principal característica células especializadas no armazenamento de gordura (lipídios). Apesar do que possa parecer ao senso comum, trata-se de um tecido importante para o nosso organismo, sendo-lhe fonte de energia.

O tecido adiposo pode ser classificado em dois tipos principais: unilocular e multilocular. Neste texto descobriremos mais sobre ele, dando ênfase a suas principais características, a seus tipos e às funções que exercem em nosso corpo.

Saiba mais: Principais tecidos do corpo humano – epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso

Características do tecido adiposo

O tecido adiposo é um tecido conjuntivo especial que apresenta células típicas chamadas de adipócitos ou células adiposas.

Os adipócitos são células capazes de armazenar lipídios em seu interior sem que isso cause nenhum dano a elas. A quantidade de gordura dentro de um adipócito é, geralmente, grande, o que leva a uma movimentação do núcleo celular para uma região mais periférica.

O adipócito acumula grande quantidade de gordura em seu interior.

O tecido adiposo é encontrado em grande quantidade do organismo humano. Em uma mulher, pode corresponder de 20% a 25% do seu peso corporal, enquanto, no homem, de 15% a 20%.

Tipos de tecido adiposo

O tecido adiposo pode ser classificado em dois grupos: tecido adiposo comum, amarelo ou unilocular e tecido adiposo pardo ou multilocular. Vejamos, agora, as principais características de cada um deles:

  • Tecido adiposo comum, amarelo ou unilocular

Apresenta adipócitos com apenas uma grande gota de gordura no interior de seu citoplasma. À medida que a gota de gordura aumenta, o adipócito também aumenta de tamanho. O tecido adiposo unilocular apresenta grande vascularização.

Ele recebe a denominação de tecido adiposo amarelo, pois apresenta gordura com coloração que vai do branco ao amarelo-escuro. Essa coloração é conseguida graças à deposição de carotenos, os quais se dissolvem na gordura e são obtidos pela alimentação. Sendo assim, a dieta do indivíduo é importante na determinação da coloração desse tecido.

O tecido adiposo unilocular é encontrado logo abaixo da nossa pele, formando o panículo adiposo. O panículo, no adulto, desenvolve-se mais em algumas partes do corpo que em outras, no recém-nascido, no entanto, ele apresenta uma espessura quase uniforme em todo o corpo.

Dentre as funções que podem ser atribuídas ao tecido adiposo unilocular, podemos citar o armazenamento de energia, a proteção e sustentação de órgãos, e seu papel como isolante térmico. Esse tecido destaca-se ainda pela produção de algumas substâncias, tais como a leptina, que tem, entre outras funções, papel na redução do apetite.

  • Tecido adiposo pardo ou multilocular

Apresenta, nas suas células, várias gotículas de gordura no citoplasma, diferentemente do unilocular, que apresenta apenas uma grande gota. Os adipócitos do tecido adiposo pardo também possuem mitocôndrias em seu interior. A grande quantidade delas junto à grande vascularização dão a esse tecido um aspecto pardo.

O tecido adiposo multilocular é encontrado, em maior quantidade, em recém-nascidos e em animais que hibernam. Sua principal função é a produção de calor, ajudando, desse modo, na manutenção da temperatura. Nos animais que hibernam, esse tecido é comumente chamado de glândula hibernante.

Leia mais: O que é hibernação – fases, dúvidas e importância desse processo

Funções do tecido adiposo

O tecido adiposo apresenta algumas importantes funções no corpo humano. Veja o quadro, a seguir, com algumas delas:

Funções do tecido adiposo

  • Atua como isolante térmico;
  • Funciona como reserva de energia;
  • Protege órgãos internos;
  • Sustenta alguns órgãos internos em seus devidos lugares;
  • Preenche espaços;
  • Modela a pele.
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Características do tecido ósseo

Ciências

HDL e LDL

Ciências

Lipídios

Ciências

O que é hibernação?

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.