Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

O bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado (filo Chordata), mamífero (classe Mammalia), pertence à ordem Pilosa, à superordem Xenarthra e a duas famílias, a Bradypodidae e a Megalonychidae.

O bicho-preguiça habita desde a América Central até a América do Sul, e suas espécies estão divididas em dois gêneros:

  • Choloepus: as espécies desse gênero caracterizam-se por apresentarem dois dedos em cada mão. São elas: preguiça-de-hoffmann (Choloepus hoffmanni) e a preguiça-real (Choloepus didactylus);

  • Bradypus: as espécies desse gênero caracterizam-se por apresentarem três dedos em cada mão. São elas: preguiça-comum (Bradypus variegatus), preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus), preguiça-bentinho (Bradypus tridactylus) e preguiça-anã-de-três-dedos (Bradypus pygmaeus),

Leia também: Lontra: características, reprodução, extinção e curiosidades

Características gerais

O bicho-preguiça é um animal que apresenta, como uma de suas principais características, lentos movimentos, o que é lembrado até mesmo pelo seu nome. Também apresenta longas garras que o auxiliam a subir nas árvores, onde eles passam praticamente todo o tempo.

Alimentam-se principalmente de folhas e apresentam um baixo metabolismo. Os filhotes já se alimentam de folhas desde a primeira semana de vida, embora a amamentação dure as quatro primeiras semanas de vida.

O corpo do bicho-preguiça é coberto por longos pelos que podem apresentar uma coloração esverdeada, devido às algas que ali vivem em simbiose. Assim como os demais membros da ordem Xenarthra, apresentam xenartria, ou seja, as suas vértebras possuem articulações adicionais.

Uma característica interessante do gênero Bradypus é a presença de mais vértebras cervicais do que o apresentado por outros mamíferos (que geralmente possuem sete vértebras cervicais). As espécies do gênero apresentam entre oito e nove, o que lhes permite girar a cabeça em até 270º.

O bicho-preguiça é um animal solitário. Após a gestação, que pode durar até seis meses, o filhote permanece junto à mãe durante os primeiros seis meses de vida. Em seguida, é deixado, a mãe busca outro local para viver, e o filhote passa a viver sozinho.

Leia também: Focas: características, espécies e curiosidades

Espécies

Atualmente são conhecidas cinco espécies de bicho-preguiça no Brasil: a preguiça-comum (Bradypus variegatus), preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus), preguiça-bentinho (Bradypus tridactylus), preguiça-de-hoffmann (Choloepus hoffmanni) e a preguiça-real (Choloepus didactylus).


Uma característica dessa espécie é a presença de pelagem escura na face como se fosse uma máscara.

  • Preguiça-comum (Bradypus variegatus):

Acredita-se que a preguiça-comum seja a espécie mais abundante na região Neotropical. Ela apresenta longa e grossa pelagem, com coloração que varia entre marrom-clara a amarelada. Além disso, possui pelagem escura na face que remete a uma máscara, uma característica marcante na espécie. O macho e fêmea apresentam diferenças, sendo que o macho possui pelagem mais curta, escura e circundada por um tom amarelado nas costas.

A preguiça-comum mede cerca de 60 cm e pesa em torno de 4 kg. A preguiça-comum é uma espécie que habita regiões de florestas, sendo encontrada em países como o Brasil, Peru, Venezuela, Nicarágua, entre outros.


A preguiça-de-coleira apresenta uma coloração escura de pelagem na região do pescoço, como se fosse uma coleira, que se estende até as costas.

  • Preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus):

A preguiça-de-coleira tem pelos com coloração castanho-clara, com uma coloração mais escura na região do pescoço que se estende até as costas, remetendo a uma coleira. A diferença entre macho e fêmea está no fato de o macho possuir coloração amarelada nas costas.

A preguiça-de-coleira pode medir até 75 cm e pesar até 10 kg. Essa espécie é nativa do Brasil, sendo encontrada na Bahia, no Espírito Santo, em Sergipe e no Rio de Janeiro, e é endêmica da Mata Atlântica.


A preguiça-bentinho ou preguiça-de-bentinho é encontrada no Brasil apenas na região Norte.

  • Preguiça-bentinho (Bradypus tridactylus)

A preguiça-bentinho, também chamada preguiça-de-bentinho, apresenta face mais arredondada e pelagem marrom-acinzentada, com algumas regiões em amarelo. O macho diferencia-se da fêmea por apresentar pelagem em tons de laranja e amarelo na região dorsal, com uma linha central preta. Já os jovens são mais acinzentados.

A preguiça-bentinho é encontrada em floresta tropical úmida, como na região Norte do Brasil, e em países como Venezuela, Guiana e Suriname.


A preguiça-de-hoffmann alimenta-se principalmente de folhas, frutos e seivas de algumas árvores.

  • Preguiça-de-hoffmann (Choloepus hoffmanni):

A preguiça-de-hoffmann apresenta pelagem dourada, com a parte da face mais clara. Ela pode pesar até 8 kg e alimenta-se principalmente de folhas, frutos e seivas de algumas árvores.

A preguiça-de-hoffmann habita regiões de florestas tropicais úmidas de países como Brasil, Equador, Panamá, Nicarágua, Venezuela, entre outros.


A preguiça-real apresenta a face mais clara que o topo da cabeça e os ombros. Essa espécie pode pesar até 7 kg.

  • Preguiça-real (Choloepus didactylus):

A preguiça-real é a maior das espécies da família Megalonychidae e pode pesar até 7 kg. Essa espécie apresenta pelagem marrom-acinzentada, com face mais clara que o topo da cabeça e os ombros.

Tal espécie é encontrada em florestas tropicais úmidas de países como Brasil, Equador, Peru, entre outros.

Saiba mais: Clima tropical

Perigo de extinção

Entre as espécies que vivem atualmente no Brasil, apenas uma apresenta uma atenção especial, é a preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus). A destruição de seu habitat tem sido apontada como a principal causa do declínio de suas populações. É importante destacar que o fato de o bicho-preguiça ser um animal de movimentos lentos torna-o muito suscetível às ações antrópicas.

Segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), a preguiça-de-coleira está classificada como em situação vulnerável. Já as demais espécies estão classificadas como em situação de menor preocupação.

Leia também: Animais ameaçados de extinção

Você sabia que o bicho-preguiça...

… dorme cerca de 20 horas por dia?

… desce da árvore para fazer suas necessidades fisiológicas uma vez por semana?

… é um ótimo nadador?

… toma banho de sol para aumentar a temperatura corporal?

O bicho-preguiça habita desde a América Central até a América do Sul, e uma de suas principais características é o lento movimento. O bicho-preguiça habita desde a América Central até a América do Sul, e uma de suas principais características é o lento movimento.
Por Helivania Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Os Animais

Ciências

Vertebrados

Ciências

Algas

Ciências

Mamíferos

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.