Qual matéria está procurando ?

História

História

Nix

Nix era uma deusa presente na mitologia grega, considerada a personificação da noite na Antiguidade. Era uma figura secundária nos mitos gregos.

Ilustração da deusa grega Nix vestida de azul, roxo e preto, fazendo alusão à noite. Nix é a personificação da noite na mitologia grega.

Nix é uma deusa presente na mitologia da Grécia Antiga, sendo uma figura secundária tanto nos mitos quanto na religiosidade grega. Os gregos consideravam que Nix era a personificação da noite, e ela era considerada uma deusa poderosa, apesar de sua menor importância. Sua origem é narrada nos relatos de Hesíodo e nos mitos órficos.

Embora existissem estátuas para ela e alguns rituais realizados em sua homenagem, Nix não era uma deusa muito cultuada pelos gregos. Não existiam templos dedicados a Nix. Os mitos gregos contam que até Zeus temia Nix, e ela era representada como uma mulher jovem e vestida de preto.

Leia também: Caixa de Pandora — mito grego sobre a criação da primeira mulher

Resumo sobre Nix

  • Nix é uma divindade grega, considerada a personificação da noite.

  • Existem duas possíveis origens de Nix narradas em diferentes mitos: um relatado por Hesíodo e outro, por Orfeu.

  • Era representada como uma mulher jovem, bonita e vestida com roupa preta. Diz-se também que ela possuía asas.

  • Não tinha grande relevância na religiosidade, sendo pouco cultuada.

  • Os historiadores não conhecem nenhum templo dedicado a essa deusa.

Quem era a deusa Nix?

Nix é uma divindade presente na mitologia grega, tida como a personificação da noite para os gregos na Antiguidade. Essa deusa é considerada parte do grupo de deuses primordiais, isto é, os primeiros deuses gregos a surgirem, sendo o seu surgimento associado diretamente com a criação do Universo. Esses deuses também são conhecidos como “protogenos”.

Os deuses primordiais eram entendidos pelos gregos como aqueles que representavam os elementos físicos e as forças do Universo, sendo que deles se originaram outros seres presentes na mitologia grega, assim como os outros deuses. Nix era uma deusa pouco importante para os gregos e não tinha protagonismo nos mitos nem na religiosidade desse povo.

Ficou conhecida por ter diversos filhos, muitos gerados com Érebo, seu irmão, que era considerado a personificação das trevas e da escuridão na cosmogonia dos gregos. Nix era representada como uma deusa jovem e bela, vestida com uma manta negra e estrelada. Algumas representações a demonstravam dirigindo uma biga, isto é, um carro de guerra, e outras a apresentavam como uma divindade alada, que possuía asas.

Nix residia no Tártaro, o local mais profundo do submundo na cosmogonia grega. Um detalhe interessante sobre sua residência no Tártaro é que ela nunca estava presente em seu lar ao mesmo tempo que uma de suas filhas, Hemera. Essa deusa era a personificação do dia para os gregos, assim quando Nix chegava ao Tártaro, Hemera se retirava e vice-versa.

Qual é a origem da deusa Nix?

Os mitos gregos narram duas possíveis origens para Nix. Uma das principais fontes que mencionam essa deusa é o relato de Hesíodo em seu livro Teogonia, que narra a origem do Universo e dos deuses gregos. Hesíodo narra que Nix nasceu do Caos, o vazio que existia antes da criação do Universo.

Nos mitos órficos, originários dos relatos de um poeta da Trácia chamado Orfeu, Nix era filha de Fanes, deus responsável pela criação de tudo que existe. Os historiadores teorizam que Nix pode ter sido uma deusa de grande importância para o orfismo, durante o início desse culto na Grécia. O orfismo é entendido como um conjunto de práticas religiosas que reinterpretou alguns mitos gregos.

Veja também: Quais são os deuses do Olimpo?

Relatos sobre Nix na cultura grega

Não são muitas as passagens sobre Nix na mitologia e cultura grega. Uma dessas menções foi realizada em uma comédia que é conhecida em português como As Aves. Nessa comédia, Nix é apresentada como aquela quem foi a primeira, junto de Érebo, a chocar um ovo. Por meio dessa ação, ela e Érebo deram origem a Eros, deus do amor.

Além disso, existe um mito grego que narra a ação de Nix para proteger Hipnos, um de seus filhos, da fúria de Zeus. Ela protegeu seu filho sabendo que Zeus não teria coragem de cruzar a noite, isto é, de enfrentá-la, demonstrando assim o seu poder. O mito grego narra que Zeus hesitou em enfrentar Nix e atravessar a noite para capturar Hipnos, deixando que ele escapasse.

Culto a Nix

Os historiadores não conhecem nenhum indício de que havia algum templo dedicado a Nix. Portanto, não sabemos da existência de rituais e cultos em templos religiosos para essa deusa. No entanto, sabemos que havia representações em esculturas dessa divindade, e pequenos sacrifícios poderiam ser realizados em reverência a Nix.

Um relato do século II d.C. afirma que havia uma estátua de Nix presente no Templo de Ártemis, localizado na cidade de Éfeso. Outro relato aponta também que havia uma estátua de Nix em um templo dedicado a Hera, em Olímpia.

Por Daniel Neves Silva

Você pode se interessar também

História

Apolo

História

Hades

História

Medusa

História

Zeus

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.