Qual matéria está procurando ?

História

História

Ku Klux Klan

Saiba o que foi a Ku Klux Klan, como ela surgiu e que impacto teve sobre a sociedade dos EUA!

Ku Klux Klan – O que significa e o que é?

A expressão Ku Klux Klan significa algo próximo de “Círculo do Clã”. As duas primeiras palavras, “Ku” e “Klux”, derivam do som da palavra grega “kýklos”, que significa “círculo”, ou “ciclo”. A terceira é inglesa. “Klan” significa grupo familiar, núcleo social etc. A expressão Ku Klux Klan, que geralmente aparece resumida pela sigla KKK, foi (e, em locais isolados, continua sendo) usada por uma seita do Sul dos Estados Unidos que misturava ideologia racial e protestantismo puritano. Apesar da vinculação à tradição protestante, os membros da KKK vestiam-se como integrantes de sociedades secretas, com vestes e capuz brancos, como as dos antigos maçons.

Contexto em que foi fundada a KKK

A Ku Klux Klan foi fundada em 1865, o ano que marcou o fim da Guerra Civil Americana, ou Guerra de Secessão. Sabemos que essa guerra foi travada entre o Sul e o Norte dos Estados Unidos. Os estados do Sul caracterizavam-se pela economia agrária, dependente da mão de obra escrava dos negros africanos. Os estados do Norte, ainda que não fossem propriamente antiescravistas, eram movidos pela economia industrial, o que demandava mão de obra livre e assalariada.

A guerra estourou por conta dessa e de outras divergências entre as duas regiões. O Norte, comandado pelo então presidente Abraham Lincoln, conseguiu derrotar o Sul e iniciar um processo de incorporação dos estados pertencentes a essa região no sistema federativo dos EUA. Um dos passos para isso foi a abolição da escravidão, ocorrida ao final da guerra. Foi nesse contexto de derrota e da abolição do trabalho escravo que ex-militares dos exércitos do Sul criaram a Ku Klux Klan como forma de repúdio à inserção dos negros na categoria de cidadãos dos EUA.

O fundador e primeiro líder da KKK foi Nathan Bedford Forrest (1821-1877), general dos exércitos do Sul e mercador de escravos. O local da fundação foi a cidade de Pulaski, no estado do Tennesse. Desde seus primeiros anos de existência, a KKK reuniu pessoas de diversas frações da sociedade, desde políticos e religiosos até militares e comerciantes. Contudo, a Klan logo foi desarticulada por uma série de pressões políticas e jurídicas datadas do fim do século XIX. Todavia, passou a agir na clandestinidade, voltando a se reorganizar em 1915.

Racismo e violência

O racismo, nos EUA, não era exclusivo dos membros da seita Ku Klux Klan, mas existia em muitos setores da sociedade dos estados sulistas. A segregação racial, isto é, a separação entre brancos e negros (e a consequente redução dos direitos desses últimos) na esfera pública foi uma constante durante várias décadas do século XX.

A Ku Klux Klan, além de apoiar as leis de segregação racial, agia para além delas. Os membros da Klan promoviam vários atos de violência contra os negros, como atentados a bomba contra casas, restaurantes e templos religiosos frequentados por negros; espancamento e tortura; estupro de mulheres; castração e enforcamento de homens etc.

As barbaridades da KKK só foram plenamente atacadas quando teve início o movimento pelos direitos civis dos negros, nos EUA, no qual se destacou a figura de Martin Luther King Jr.

Por Me. Cláudio Fernandes



Aproveite para conferir nossa videoaula relacionada ao assunto:

Uma reunião da Ku Klux Klan em 1923 Uma reunião da Ku Klux Klan em 1923
Por Cláudio Fernandes

Você pode se interessar também

História

Racismo

História

Pais Peregrinos dos Estados Unidos

História

Guerra Civil Americana

História

Marcha para o Oeste nos Estados Unidos

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.