Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Movimentos da Terra

Os movimentos da Terra são os deslocamentos que o planeta realiza em relação à sua própria estrutura ou em relação ao Sol. Os principais são a rotação e a translação.

Ilustração mostrando os dois principais movimentos da Terra: rotação e translação. O planeta Terra realiza movimento em torno de si (rotação) e ao redor do Sol (translação).

Os movimentos da Terra são os deslocamentos que o planeta realiza em relação à sua própria estrutura ou em relação ao Sol. Existem diversos movimentos que ocorrem com a Terra e que são imperceptíveis aos seres vivos, como a precessão dos equinócios, a nutação, a oscilação de Chandler e o deslocamento do periélio. Outros, entretanto, geram impactos diretos na vida no planeta, que são: rotação e translação.

A rotação diz respeito ao movimento que a Terra realiza em torno de seu próprio eixo, e resulta na passagem dos dias e das noites. A translação, por sua vez, corresponde ao movimento em torno do Sol, e tem como consequência as estações do ano e a passagem do ano.

Leia também: Solstícios e equinócios — fenômenos astronômicos relacionados à posição do Sol e à inclinação da Terra

Resumo sobre os movimentos da Terra

  • Os movimentos da Terra são os deslocamentos que o planeta realiza em relação à sua própria estrutura ou em relação ao Sol.

  • Acontecem constante e concomitantemente.

  • Os dois principais são a rotação e a translação.

  • A rotação é o movimento que a Terra realiza em torno de si e que tem duração de 23 horas, 56 minutos e 4 segundos. Tem como consequência a sucessão dos dias e das noites.

  • A translação é o movimento que a Terra realiza em torno do Sol e que tem duração de 365 dias, 5 horas e 48 minutos. Tem como consequências a passagem do ano e as estações do ano.

  • Existem outros movimentos, como a precessão dos equinócios, a nutação, a oscilação de Chandler e o deslocamento do periélio.

Quais são os movimentos da Terra?

O planeta Terra, assim como os demais astros celestes que integram o Universo conhecido, é um corpo que se move constantemente pelo espaço. Os movimentos realizados pela Terra acontecem tanto em relação a outros objetos, como é o caso do Sol, quanto individualmente, sem a interferência de elementos externos.

É muito importante lembrarmos, no entanto, que os movimentos do nosso planeta acontecem de forma simultânea, isto é, ao mesmo tempo. Como veremos adiante, os efeitos de cada um deles são sentidos e percebidos de forma diferente pelos seres vivos.

Os dois principais movimentos realizados pelo planeta Terra são:

  • rotação;

  • translação.

Embora sejam os principais, esses não são os únicos movimentos do planeta Terra, que também realiza os seguintes:

  • precessão dos equinócios;

  • nutação;

  • oscilação de Chandler;

  • deslocamento do periélio.

O que é rotação?

Na rotação, a Terra gira em torno de seu próprio eixo, proporcionando a sucessão dos dias e das noites.

Rotação é o nome do movimento que o planeta Terra realiza em torno do seu próprio eixo, ou seja, ao redor de si. O movimento de rotação faz com que haja alternância com relação à recepção de iluminação solar pela superfície terrestre, alternância essa observada entre os hemisférios Leste e Oeste. Nota-se que o eixo de rotação do planeta Terra é inclinado em 23,5º.

A rotação da Terra é constante e acontece no sentido anti-horário: de oeste para leste. É por essa razão que dizemos que o Sol nasce primeiro no oeste. O tempo gasto para que uma volta inteira seja dada na rotação é de 23 horas, 56 minutos e 4 segundos. Essa é praticamente a duração de um dia completo, que se convencionou a ter 24 horas por questões práticas.

Muito embora a rotação seja imperceptível para nós, o que é explicado pela Física, o planeta Terra gira em torno de si a uma velocidade de 1669 quilômetros por hora.

Consequências do movimento de rotação

A principal consequência do movimento de rotação é a sucessão dos dias e das noites. Na medida em que o planeta gira em seu eixo, uma face fica voltada para o Sol, quando é dia, enquanto a outra face fica voltada para o lado oposto, quando é noite. Esse posicionamento se altera gradativamente com a rotação, proporcionando a iluminação de todo o planeta Terra alternadamente. Sem a rotação não seria possível a existência de vida na superfície terrestre, já que ela promove a distribuição de luz e calor para ambos os hemisférios: Oriental e Ocidental.

Outra consequência do movimento de rotação é o movimento aparente do Sol. Para um observador posicionado na superfície terrestre, quem parece girar e mudar de posição nos céus é, na verdade, o Sol, e não o planeta. No entanto, sabemos que esse aparente movimento de deslocamento diário realizado pela estrela é causado pela rotação.

Para saber mais sobre o movimento de rotação, clique aqui.

O que é translação?

Translação é o movimento que a Terra realiza em torno do Sol e que resulta nas quatro estações do ano.

Translação é o nome do movimento que o planeta Terra realiza ao redor do Sol. Trata-se de uma órbita elíptica que se completa a cada 365 dias, 5 horas e 48 minutos. Essa é, portanto, a duração de um ano no nosso planeta. No entanto, para que a marcação da passagem do tempo se desse de forma menos complexa, convencionou-se a adoção de anos de 365 dias, com um ano bissexto, de 366 dias, a cada intervalo de quatro anos. Assim, seria compensado esse período aparentemente perdido de horas.

Durante o movimento de translação, existem momentos em que o planeta Terra se aproxima e se afasta do Sol. Chama-se de periélio o momento em que a Terra chega mais perto daquela estrela, a 147,1 milhões quilômetros de distância mais precisamente, o que condiciona o aumento da velocidade de translação. Já no afélio o planeta está em seu ponto mais distante do Sol, a 152,1 milhões de quilômetros, o que reduz sua velocidade.

Em média, a translação acontece a uma velocidade de 107.000 quilômetros por hora.

Consequências do movimento de translação

Uma das principais consequências do movimento de translação é a passagem dos anos. A passagem dos anos ocorre por um movimento em torno do Sol que tem a duração de 365 dias, 5 horas e 48 minutos, com a adoção de anos de 365 dias, com um ano bissexto, de 366 dias, a cada intervalo de quatro anos.

A ocorrência de quatro estações do ano é uma consequência direta do movimento de translação.

Outra das principais consequências do movimento de translação é a ocorrência das estações do ano. As estações do ano acontecem pela junção de dois fatores, a translação e a inclinação do eixo de rotação da Terra. Dessa forma, na medida em que o planeta realiza o seu deslocamento em torno do Sol, a quantidade de energia solar recebida pelos hemisférios Norte e Sul difere.

Essa diferença de recepção da luz do Sol é perceptível durante os solstícios. Quando um hemisfério está no seu solstício de verão, significa que, naquele momento, ele está recebendo a quantidade máxima de luz solar durante o ano. Por essa razão, também os dias tendem a ser mais longos no verão, especialmente nas áreas mais afastadas da Linha do Equador. O contrário acontece durante o solstício de inverno.

Nos equinócios de primavera e de outono, entretanto, a duração dos dias e a recepção de energia solar são equivalentes em ambos os hemisférios.

Para saber mais detalhes sobre o movimento de translação, clique aqui.

Outros movimentos da Terra

A rotação e a translação são os dois movimentos principais realizados pelo planeta Terra, mas eles não são únicos. Confira, a seguir, três outros importantes movimentos terrestres.

  • Precessão dos equinócios: é um movimento circular, no sentido horário, realizado em torno do eixo de rotação do planeta Terra. Acontece em uma escala de 25.780 anos.

  • Nutação: ocasiona a alteração do eixo de rotação da Terra, em menor escala do que a precessão, a cada intervalo de 18,7 anos.

  • Oscilação de Chandler: também se relaciona à oscilação no eixo de rotação do planeta Terra, o que demora cerca de 433 dias. Recebe esse nome por ter sido descoberta pelo astrônomo Seth Chandler.

  • Deslocamento do periélio: corresponde à mudança da posição orbital da Terra em relação ao Sol, o que acontece a cada 20.000 anos aproximadamente.

Exercícios resolvidos sobre movimentos da Terra

Questão 1

(Enem)

Quando é meio-dia nos Estados Unidos, o Sol, todo mundo sabe, está se deitando na França. Bastaria ir à França num minuto para assistir ao pôr do sol.

SAINT-EXUPÉRY, A. O Pequeno Príncipe. Rio de Janeiro: Agir, 1996.

A diferença espacial citada é causada por qual característica física da Terra?

A) Achatamento de suas regiões polares.

B) Movimento em torno de seu próprio eixo.

C) Arredondamento de sua forma geométrica.

D) Variação periódica de sua distância do Sol.

E) Inclinação em relação ao seu plano de órbita.

Resolução:

Alternativa B

O trecho do livro O Pequeno Príncipe mostra a sucessão dos dias e das noites no planeta Terra: é dia no Hemisfério Oeste e noite no Hemisfério Leste. Esse fenômeno é condicionado pela rotação, movimento que a Terra realiza em seu próprio eixo.

Questão 2

(Uema) Leia o texto e analise a imagem para responder à questão.

A principal consequência do movimento de rotação é a sucessão dos dias e das noites. Ao longo do ano, há variações da temperatura, conforme as estações. Essa variação aumenta de acordo com a maior distância do Equador, ou seja, mais quente no verão e mais frio no inverno.

A análise da imagem nos leva a afirmar que as estações do ano ocorrem devido à(às):

A) Terra ser esférica e ter um eixo Norte-Sul não inclinado.

B) inclinação em relação ao Sol e ao movimento de translação da Terra.

C) grande quantidade de terras no hemisfério Norte e de oceanos, no Sul.

D) latitudes chegarem a 90º Norte-Sul e a 180º Leste-Oeste.

E) ausência de continentes no polo Norte e a presença, no polo Sul.

Resolução:

Alternativa B

Com base na imagem e em nossos conhecimentos, é possível afirmar que a inclinação do eixo da Terra e a translação (movimento em torno do Sol) são os fatores condicionantes das estações do ano.

Fontes

BBC. Além de rotação e translação: 3 movimentos que a Terra faz e que poucos conhecem. BBC News Brasil, 14 nov. 2017. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-41981309.

DUARTE, Paulo Araújo. Dados sobre o planeta Terra. Planetário UFSC, 1999-2023. Disponível em: https://planetario.ufsc.br/dados-sobre-o-planeta/.

IBGE. A Terra: nosso planeta no Universo. IBGE. Atlas Escolar (Internet), c2024. Disponível em: https://atlasescolar.ibge.gov.br/a-terra/nosso-planeta-no-universo.

RIBEIRO, Aline. Movimentos Orbitais. Espaço Conhecimento UFMG, 24 mai. 2022. Disponível em: https://www.ufmg.br/espacodoconhecimento/movimentos-orbitais/.

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Datas Comemorativas

22 de abril – Dia da Terra

Ciências

Biosfera

Geografia

Camadas da Atmosfera

Geografia

Camadas da Terra

Últimos artigos

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.