Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Porquinho-da-índia

O porquinho-da-índia é um mamífero roedor que possui corpo pequeno e orelhas curtas. Ele pode ser criado como animal de estimação.

O porquinho-da-índia é uma espécie de roedor. O porquinho-da-índia é uma espécie de roedor.

Porquinho-da-índia é o nome popular da espécie Cavia porcellus. Apesar de o nome ser comum, o termo não reflete adequadamente as características desse mamífero, uma vez que não se trata de um suíno, tampouco de um animal proveniente da Índia.

Trata-se de um roedor comumente utilizado em pesquisas e criado como animal de estimação. É importante destacar que antes de adquirir o porquinho-da-índia como animal de estimação, deve-se conversar com um médico veterinário acerca dos cuidados a serem tomados em relação ao pet, tais como a dieta ideal, o local onde ele deve ser criado e as medidas em relação à sua saúde.

Veja também: Classificação dos mamíferos — monotremados, placentários e marsupiais

Resumo sobre o porquinho-da-índia

  • Porquinho-da-índia é o nome popular da espécie Cavia porcellus.
  • Provavelmente, esse mamífero foi domesticado na região dos Andes, começando por um ancestral dos preás selvagens atuais.
  • Os porquinhos-da-índia apresentam corpos compactos, com formato cilíndrico, sem cauda e orelhas pequenas.
  • Possuem dois mecanismos de defesa: permanecer imóveis ou se dispersarem rapidamente.
  • São animais herbívoros e vivem em média oito anos, podendo viver até 14 anos.

Características do porquinho-da-índia

Os ancestrais do porquinho-da-índia são provenientes da América do Sul, e acredita-se que a espécie foi domesticada na região dos Andes, começando por um ancestral dos preás selvagens atuais. A colonização europeia da América do Sul fez com que o porquinho-da-índia fosse introduzido na Europa e, posteriormente, levado para todo o mundo. Hoje, é uma espécie domesticada, cada vez mais comum como animal de estimação. Veja algumas de suas características.

  • O porquinho-da-índia é utilizado para fins experimentais em laboratórios e também serve de alimento em países andinos.
  • Esse animal possui corpo pequeno e cilíndrico, comprimento entre 20,3 cm e 25,4 cm e massa corporal de cerca de 700 g a 1100 g.
  • Os machos são maiores que as fêmeas.
  • Esse roedor possui pernas curtas e orelhas pequenas. Não possui cauda.
  • Os olhos estão posicionados lateralmente nesse animal.
  • A pelagem do porquinho-de-índia apresenta diferentes padrões. São observadas diversas colorações e também variação no comprimento dos pelos.
O porquinho-da-índia pode ser criado como animal de estimação.

Além disso, a boca do animal é triangular e possui 20 dentes, que crescem de maneira contínua. O comprimento dos dentes é diminuído devido à trituração que acontece durante a alimentação. Recomenda-se que, ao criar um porquinho-da-índia, seja oferecido a ele materiais que ele possa roer, a fim de garantir o desgaste dentário adequado.

Os porquinhos-da-índia são animais tímidos, sociáveis e dóceis. Raramente o animal morde ou arranha seu dono. Eles gostam de ficar próximos de indivíduos da mesma espécie, sendo considerados animais gregários. São capazes de se comunicar a partir da emissão de diferentes ruídos, como choramingos, ronronar e assobios.

Quando ameaçados, os porquinhos-da-índia podem adotar dois comportamentos de defesa distintos:

  • imobilidade, que se refere à capacidade de permanecerem imóveis até que não se sintam mais ameaçados;
  • dispersão, que consiste na separação do grupo a fim de confundir a possível ameaça.

Leia também: Porco-espinho — roedor que possui o corpo coberto de espinhos

Classificação taxonômica do porquinho-da-índia

De maneira diferente do que alguns possam pensar, o porquinho-da-índia é uma espécie de mamífero que não pertence à mesma ordem do porco. Esse animal é um roedor e está incluído na família Caviidae, a mesma família do preá. Veja abaixo mais detalhadamente sua classificação taxonômica.

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Ordem: Rodentia

Família: Caviidae

Gênero: Cavia

 Espécie: Cavia porcellus

Alimentação dos porquinhos-da-índia

Os porquinhos-da-índia são animais herbívoros. Geralmente, eles são alimentados com verduras, gramíneas, frutas e feno. Além disso, há ração desenvolvida especialmente para esses animais, as quais contêm material vegetal e vitaminas necessárias para seu desenvolvimento.

O porquinho-da-índia é uma espécie herbívora.

Leia também: Capivara — o maior roedor do mundo

Reprodução e expectativa de vida dos porquinhos-da-índia

  • Os porquinhos-da-índia machos atingem maturidade sexual entre 56 e 70 dias de idade.
  • As fêmeas, por sua vez, atingem a maturidade sexual em aproximadamente 67 dias.
  • A gestação desses animais dura de 59 a 72 dias, e a fêmea dá à luz, em média, três filhotes.
  • O desmame dos filhotes ocorre cerca de 14 a 21 dias após o seu nascimento.
  • Esses animais podem viver até cerca de 14 anos, porém sua expectativa de vida média é de oito anos.

Diferença entre porquinho-da-índia e hamster

Assim como os porquinhos-da-índia, hamsters são animais mamíferos que fazem parte do grupo dos roedores (ordem Rodentia). Muitas pessoas pensam que hamster é o nome dado a uma única espécie, entretanto, esse nome popular é atribuído a diferentes espécies de roedores.

Tanto os porquinhos-da-índia quanto os hamsters são apreciados como animais de estimação. Antes de escolher um desses animaizinhos, é fundamental conhecer suas características. É importante saber que os hamsters apresentam expectativa de vida menor que os porquinhos-da-índia, vivendo cerca de três anos.

Além disso, os porquinhos-da-índia tendem a ser maiores que os hamsters. A alimentação de porquinhos-da-índia e de hamsters é também diferente. Enquanto os porquinhos-da-índia são animais herbívoros, os hamsters são animais onívoros. Assim, as rações oferecidas para um animal não devem ser oferecidas ao outro. Vale salientar ainda que porquinhos-da-índia devem ter uma suplementação de vitamina C.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Animais domésticos e silvestres

Ciências

Animais herbívoros

Ciências

Capivara

Ciências

Cuidados com os animais domésticos

Últimos artigos

Epiglote

Epiglote é uma estrutura cartilaginosa que atua como uma válvula. Essa válvula se fecha durante o ato de engolir, impedindo que o alimento entre na via respiratória.

Héstia

Héstia era uma divindade presente nos mitos gregos, considerada a personificação da lareira. Era a deusa do lar, da hospitalidade e da vida doméstica.

Papiro

Papiro é uma planta aquática que era encontrada ao longo do rio Nilo e utilizada para a fabricação de uma superfície para registro de textos.

Hades

Hades era um dos deuses mais tradicionais de toda a mitologia grega, conhecido como senhor do submundo, local para onde iam as almas dos mortos para os gregos.