Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Classificação dos mamíferos

Entenda a classificação dos mamíferos e aprenda a diferença entre as espécies classificadas como monotremados, placentários e marsupiais.

Os mamíferos são animais bastante diversificados e que, apesar de serem bastante distintos anatomicamente, apresentam em comum algumas características. Esse grupo de vertebrado destaca-se pela presença de glândula mamária, a qual produz leite que serve de alimento para os filhotes em início de desenvolvimento. Os pelos também são uma importante característica dos mamíferos, estando associados a isolamento térmico, camuflagem, comunicação e percepção do meio.

Classificação dos mamíferos

Os mamíferos podem ser classificados em três subclasses: Allotheria, Prototheria e Theria. A subclasse Allotheria não apresenta no tempo atual nenhuma espécie viva, sendo, portanto, completamente extinta. A subclasse Prototheria inclui os monotremados, e a Theria inclui a infraclasse Metatheria (marsupiais) e a Eutheria (placentários).

A seguir falaremos sobre os principais grupos de mamíferos: Monotremados (Subclasse Prototheria), Placentários e Marsupiais (Subclasse Theria).

Subclasse Prototheria:

Os ornitorrincos são monotremados, ou seja, mamíferos que botam ovos
Os ornitorrincos são monotremados, ou seja, mamíferos que botam ovos

Monotremados: esse grupo apresenta mamíferos que botam ovos. Entretanto, apesar de serem ovíparos, esses mamíferos apresentam em comum com os outros o fato de alimentarem seus filhotes com leite. Vale destacar, no entanto, que nesse grupo não existe a presença de mamilos, sendo assim, os filhotes não sugam o leite, mas o lambem. Outra característica importante nesse grupo é que os adultos não possuem dentes. Os monotremados são representados pelos ornitorrincos e as equidnas.

→ Subclasse Theria:

Placentários: A grande maioria dos mamíferos atuais é classificada como placentários. Esses animais possuem uma placenta bem desenvolvida que garante a transferência dos nutrientes da mãe para o embrião em desenvolvimento e também permite a remoção dos produtos do metabolismo do embrião. Como exemplo de placentários, podemos citar os seres humanos.

Os cachorros são animais placentários, ou seja, que possuem uma placenta desenvolvida
Os cachorros são animais placentários, ou seja, que possuem uma placenta desenvolvida

Marsupiais: são um grupo de mamíferos que também possuem placenta, entretanto, essa estrutura é menos desenvolvida e o período de gestação desses animais é menor. Nos marsupiais, os filhotes nascem ainda imaturos, terminando seu desenvolvimento dentro de uma bolsa externa. No interior dessa bolsa, os filhotes ficam ligados ao mamilo e completam aí seu desenvolvimento. Esse grupo de mamíferos é muito dominante na região da Austrália. Como exemplo, podemos citar o canguru e o coala.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os coalas são mamíferos marsupiais, ou seja, que possuem uma bolsa externa onde o filhote termina seu desenvolvimento Os coalas são mamíferos marsupiais, ou seja, que possuem uma bolsa externa onde o filhote termina seu desenvolvimento
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Ornitorrinco

Ciências

Onça-pintada

Ciências

Morcegos

Ciências

Focas

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.