Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Classificação dos mamíferos

Entenda a classificação dos mamíferos e aprenda a diferença entre as espécies classificadas como monotremados, placentários e marsupiais.

Os coalas são mamíferos marsupiais, ou seja, que possuem uma bolsa externa onde o filhote termina seu desenvolvimento Os coalas são mamíferos marsupiais, ou seja, que possuem uma bolsa externa onde o filhote termina seu desenvolvimento

Os mamíferos são animais bastante diversificados e que, apesar de serem bastante distintos anatomicamente, apresentam em comum algumas características. Esse grupo de vertebrado destaca-se pela presença de glândula mamária, a qual produz leite que serve de alimento para os filhotes em início de desenvolvimento. Os pelos também são uma importante característica dos mamíferos, estando associados a isolamento térmico, camuflagem, comunicação e percepção do meio.

Classificação dos mamíferos

Os mamíferos podem ser classificados em três subclasses: Allotheria, Prototheria e Theria. A subclasse Allotheria não apresenta no tempo atual nenhuma espécie viva, sendo, portanto, completamente extinta. A subclasse Prototheria inclui os monotremados, e a Theria inclui a infraclasse Metatheria (marsupiais) e a Eutheria (placentários).

A seguir falaremos sobre os principais grupos de mamíferos: Monotremados (Subclasse Prototheria), Placentários e Marsupiais (Subclasse Theria).

Subclasse Prototheria:


Os ornitorrincos são monotremados, ou seja, mamíferos que botam ovos

Monotremados: esse grupo apresenta mamíferos que botam ovos. Entretanto, apesar de serem ovíparos, esses mamíferos apresentam em comum com os outros o fato de alimentarem seus filhotes com leite. Vale destacar, no entanto, que nesse grupo não existe a presença de mamilos, sendo assim, os filhotes não sugam o leite, mas o lambem. Outra característica importante nesse grupo é que os adultos não possuem dentes. Os monotremados são representados pelos ornitorrincos e as equidnas.

→ Subclasse Theria:

Placentários: A grande maioria dos mamíferos atuais é classificada como placentários. Esses animais possuem uma placenta bem desenvolvida que garante a transferência dos nutrientes da mãe para o embrião em desenvolvimento e também permite a remoção dos produtos do metabolismo do embrião. Como exemplo de placentários, podemos citar os seres humanos.


Os cachorros são animais placentários, ou seja, que possuem uma placenta desenvolvida

Marsupiais: são um grupo de mamíferos que também possuem placenta, entretanto, essa estrutura é menos desenvolvida e o período de gestação desses animais é menor. Nos marsupiais, os filhotes nascem ainda imaturos, terminando seu desenvolvimento dentro de uma bolsa externa. No interior dessa bolsa, os filhotes ficam ligados ao mamilo e completam aí seu desenvolvimento. Esse grupo de mamíferos é muito dominante na região da Austrália. Como exemplo, podemos citar o canguru e o coala.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Animais | Ensino Fundamental I

Ciências

Cangurus

Ciências

Coala

Ciências

Focas

Últimos artigos

Cerebelo

Cerebelo é uma parte do encéfalo e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do nosso equilíbrio, postura e ajuste dos movimentos corporais.

Tríplice Aliança

Tríplice Aliança foi um acordo militar assinado, em maio de 1882, por Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, que procuravam se proteger de França e Rússia principalmente.

Raposa

Raposa é um nome popular usado para se referir a alguns representantes da família Canidae, a mesma família dos cães e lobos. São animais onívoros e geralmente solitários.

Aranha-armadeira

Aranha-armadeira pode ser encontrada em todo território brasileiro. Recebe essa denominação devido à posição que assume quando se sente ameaçada.