Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Coelho

O coelho é um animal pertencente à família Leporidae, a mesma das lebres. Coelhos destacam-se por possuírem orelhas e pernas grandes, além do corpo recoberto por pelos.

Os coelhos são animais herbívoros encontrados em várias regiões do planeta. Os coelhos são animais herbívoros encontrados em várias regiões do planeta.

Coelho é um animal mamífero que pertence à ordem Lagomorpha e família Leporidae. Diferentemente do que muitas pessoas pensam, os coelhos não são roedores, pois não fazem parte da ordem Rodentia. Na família Leporidae, além de coelhos, estão incluídos animais conhecidos como lebres, as quais possuem orelhas maiores e pernas mais compridas que as dos coelhos.

Os coelhos apresentam grande variação de tamanho e de cor. São animais herbívoros e costumam ser predados por uma variedade de animais, como corujas e alguns felinos.

Leia também: Corujas — aves com visão aguçada

Resumo sobre coelhos

  • Coelhos são animais mamíferos pertencentes à ordem Lagomorpha e família Leporidae.

  • Os leporídeos são animais que apresentam grande variação em relação a seu peso, tamanho e cor da pelagem.

  • São animais herbívoros.

  • Possuem orelhas e pernas compridas.

  • Apresentam grande capacidade reprodutiva.

  • Os filhotes de coelhos nascem sem pelos e com olhos fechados.

Família Leporidae — a família dos coelhos

Coelho é o nome dado a diferentes espécies pertencentes à ordem Lagomorpha e família Leporiadae. Na família Leporiadae, além de coelhos, estão inseridas as lebres, as quais costumam ser maiores que os coelhos.

Os leporídeos são animais que apresentam grande variação em relação a seu peso. Enquanto algumas espécies pesam cerca de 300 gramas, outras podem atingir 5 kg. O comprimento desses animais é de cerca de 250 a 700 mm, sendo as fêmeas, geralmente, maiores que os machos. Os leporídeos possuem uma cauda que varia entre 1,5 cm e 12 cm.

Assim como o tamanho e o peso, a cor da pelagem dos leporídeos também é variável. Além da variação encontrada de uma espécie para outra, há também variação por causa das estações do ano numa mesma espécie. De maneira geral, a pelagem pode ter variações, passando pelo preto, marrom avermelhado e branco. O habitat também apresenta influência na cor da pelagem desses animais.

Alguns leporídeos são sociais, enquanto outros são solitários, formando grupos apenas para o acasalamento. Os indivíduos dessa família podem ser encontrados em uma grande variedade de hábitats, desde desertos até ambientes florestais.

Os leporídeos são animais herbívoros que se alimentam de gramíneas, frutos, sementes, raízes e até mesmo casca de árvores. Por muito tempo foram considerados pragas, uma vez que eram responsáveis por grandes danos a plantações devido a seu grande apetite.

Características dos coelhos

Os coelhos são animais mamíferos que possuem o corpo recoberto por pelos. A coloração do pelo varia de uma espécie para outra. Uma característica marcante desses animais é a presença de orelhas e pernas compridas. As pernas dos coelhos, no entanto, são mais curtas e a musculatura mais compacta do que a das lebres.

Os coelhos são corredores menos eficientes que as lebres e, para fugir de predadores, lançam mão de se esconder em buracos. Enquanto as lebres são capazes de correr longas distâncias, os coelhos correm em rajadas curtas. As orelhas, apesar de longas, também são menores que as das lebres.

Coelho-europeu
Os coelhos evitam seus predadores escondendo-se em buracos e tocas. Na figura, vemos um coelho-europeu.

Existem diferentes espécies de coelhos, as quais habitam diversas regiões. De maneira geral, os coelhos vivem em ambientes onde há vegetação densa e que permitem que esses animais se escondam entre as plantas ou em tocas. Algumas espécies de coelho cavam suas próprias tocas; outras, no entanto, utilizam apenas cavidades naturais e tocas deixadas por outros animais.

A maturidade sexual em coelhos ocorre entre três e nove meses após o nascimento. Os coelhos destacam-se por sua grande capacidade reprodutiva, com fêmeas podendo ter várias ninhadas durante um único ano. Após o nascimento, os filhotes ainda necessitam dos adultos para se alimentar e se locomover. Esses animais nascem sem pelo e com os olhos fechados. Eles conseguem enxergar apenas alguns dias após o nascimento.

Leia mais: Reprodução sexuada — geradora da variabilidade genética

Espécies de coelhos

Como dito anteriormente, o termo coelho não é usado apenas para fazer referência a uma única espécie. A seguir, conheceremos mais a respeito de algumas espécies de coelho: o coelho-europeu, o coelho-pigmeu e o tapeti.

  • Coelho-europeu

O coelho-europeu (Oryctolagus cuniculus) pesa entre 1,5 e 2,5 kg e pode apresentar cerca de 50 cm de comprimento. Geralmente, essa espécie apresenta pelagem acinzentada com manchas marrons e pretas espalhadas pelo corpo. A região inferior do corpo apresenta coloração mais clara, e a parte inferior da cauda é branca.

Essa espécie é capaz de se reproduzir durante todo o ano, porém, geralmente, a maior atividade reprodutiva é observada no primeiro semestre. Sua gestação dura, em média, um mês, e as fêmeas dão à luz cerca de cinco a seis filhotes.

Os filhotes nascem muito indefesos, sem pelos e cegos. Eles permanecem em tocas, e a mãe os visita apenas por alguns minutos durante o dia. Durante essa visita, ela amamenta os filhotes, com um leite rico em nutrientes.

Os coelhos-europeus vivem em média nove anos, mas a taxa de mortalidade é grande no primeiro ano de vida. Linces e águias são predadores desse animal. Atualmente, a espécie é classificada pela IUCN como em perigo.

É importante salientar que o coelho-europeu destaca-se por ser o ancestral de todos os coelhos domésticos. A coloração e o tamanho dos coelhos domesticados variam grandemente.

  • Coelho-pigmeu

Coelho-pigmeu
O coelho-pigmeu é menor que o coelho-europeu.

O coelho-pigmeu (Brachylagus idahoensis) é uma espécie de coelho encontrada nos Estados Unidos e destaca-se por ser a menor espécie de coelho da América do Norte. Eles pesam entre 246 e 462 gramas e apresentam de 23,5 a 29,5 cm de comprimento.

Sua pelagem varia do marrom ao cinza escuro, com branco na margem das orelhas. Eles alimentam-se, principalmente, de artemísia. O coelho-pigmeu é uma espécie de coelho que cava sua própria toca, porém pode também utilizar tocas de outros animais ou cavidades naturais.

Pouco se conhece a respeito dos hábitos reprodutivos desses coelhos. Atualmente, a espécie é classificada pela IUCN como “pouco preocupante”.

Veja também: Animais herbívoros — seres que se alimentam de vegetais e/ou algas

  • Tapeti

Tapeti
O tapeti é uma espécie de lagomorfo encontrado no Brasil.

O tapeti (Sylvilagus brasiliensis), conhecido também como lebre ou coelho-do-mato, é uma espécie presente desde o México até a Argentina. É encontrado ocupando regiões de florestas e regiões de campo, sendo típicos de habitats de transição, entre bosques e áreas abertas ou bordas de cursos d’água.

Esses animais se alimentam de sementes, folhas, raízes e frutos e apresentam hábito crepuscular e noturno. Normalmente, são encontrados sozinhos ou aos pares. A pelagem típica é marrom-amarelada, porém podem ocorrer variações.

O tapeti apresenta um peso corporal médio entre 700 g e 1 kg. Seu período de gestação é de cerca de 30 dias (alguns autores afirmam que a gestação dura entre 42 e 45 dias), e sua ninhada é considerada pequena, com a fêmea dando à luz, geralmente, dois filhotes. Atualmente, a espécie é classificada pela IUCN como “em perigo”.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Animais ameaçados de extinção

Ciências

Animais herbívoros

Ciências

Corujas

Ciências

Mamíferos

Últimos artigos

Tratado de Tordesilhas

Tratado de Tordesilhas foi assinado entre Portugal e Castela (Espanha) e determinava a divisão das terras que poderiam ser encontradas durante as Grandes Navegações.

Fruta

Fruta é um termo sem valor científico usado para se referir a frutos e frutos acessórios que possuem suco, apresentam sabor adocicado e aroma característico.

Coelho

O coelho é um animal pertencente à família Leporidae, a mesma das lebres. Coelhos destacam-se por possuírem orelhas e pernas grandes, além do corpo recoberto por pelos.

Medusa

Medusa era uma górgona, isto é, um monstro que possuía serpentes no lugar dos cabelos, e era conhecida por transformar em pedra todos que olhavam para o seu rosto.