Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Células procarióticas e eucarióticas

Células procarióticas e eucarióticas são tipos celulares que se diferenciam, entre outras características, pela presença ou ausência de núcleo. Enquanto as células procarióticas não apresentam material genético envolvido por envoltório nuclear, as eucarióticas possuem um núcleo bem definido.

As eucarióticas são encontradas na maioria dos seres vivos, tais como fungos, protozoários, animais e plantas. Já as células procarióticas são encontradas apenas em bactérias, cianobactérias e arqueas.

Leia também: Células animais e vegetais — características e diferenças

A maioria dos seres vivos apresenta célula do tipo eucariótica.

Características gerais das células

É muito comum ouvirmos dizer que as células apresentam três partes básicas: membrana plasmática, citoplasma e núcleo. Essa afirmação, no entanto, não é correta. As células das bactérias, por exemplo, apresentam material genético distribuído no citoplasma, sem estar organizado em um núcleo definido. Podemos concluir, portanto, que todos os tipos celulares apresentam membrana plasmática, citoplasma e material genético, o qual pode estar ou não organizado no núcleo.

A membrana plasmática, independentemente do tipo celular em questão, é constituída por uma dupla camada de fosfolipídeos, com várias proteínas incrustadas ou ligadas a ela. Ela atua como uma barreira seletiva, selecionando o que entra e o que sai da célula. Devido a essa capacidade, dizemos que a membrana plasmática apresenta permeabilidade seletiva.

A célula verde representa uma célula procariótica, enquanto a azul é uma célula eucariótica.

O citoplasma, por sua vez, diz respeito ao interior da célula. Naquelas células que possuem núcleo, o citoplasma corresponde à região entre o núcleo e a membrana plasmática. No citoplasma, várias reações químicas ocorrem e é nesse local também que encontramos, em células eucarióticas, as chamadas organelas celulares.

Como exemplos de organelas celulares, podemos citar:

  • mitocôndria (responsável pelo processo de respiração celular);

  • cloroplasto (local onde ocorre a fotossíntese em células vegetais);

  • retículo endoplasmático liso (envolvido com a produção de lipídios e desintoxicação);

  • retículo endoplasmático rugoso (relacionado com a produção de proteínas);

  • complexo golgiense (envolvido com a secreção celular);

  • lisossomo (organela que atua na digestão intracelular).

Os ribossomos são estruturas celulares presentes no citoplasma de todos os tipos celulares. Eles são responsáveis por realizar a síntese de proteínas e não são considerados organelas por muitos autores, devido à ausência de membranas. Alguns autores se referem a essas estruturas como organelas não membranosas. Para saber mais sobre as organelas, leia: Organelas celulares.

Células procarióticas

O termo procariótico vem do grego pro, que significa antes, e karyon, que significa cerne, uma referência ao núcleo. Uma célula procariótica seria, dessa forma, uma célula que surgiu “antes do núcleo”.

Nessas células, observa-se a presença de material genético disperso, sendo essa dispersão resultante da ausência do envoltório nuclear, que delimita o núcleo em outras células. O local onde se localiza o material genético nesse tipo de célula é chamado de nucleoide.

Além da ausência de carioteca, as células procarióticas não apresentam organelas celulares membranosas, tais como mitocôndrias, plastídios, retículo endoplasmático e complexo golgiense. É importante destacar que elas apresentam ribossomos, e estes são bem menores do que os encontrados em outras células. As células procarióticas são geralmente pequenas. As células bacterianas, por exemplo, apresentam entre 1 µm e 5 µm de diâmetro.

Células eucarióticas

O termo eucariótico vem do grego eu, que significa verdadeiro, e karyon, que significa cerne, uma referência ao núcleo. As células que possuem núcleo delimitado pelo envoltório nuclear são chamadas, portanto, de eucarióticas e são muito mais complexas do que as células procarióticas.

Nesse tipo de célula, encontramos um núcleo bastante individualizado e organelas celulares. Os ribossomos, assim como nas células procarióticas, também estão presentes. De maneira geral, as células eucarióticas são maiores que as células procarióticas, apresentando entre 10 µm e 100 µm de diâmetro.

Leia também: Células-tronco — células que desempenham importantíssimo papel no nosso organismo

Diferenças entre células procarióticas e eucarióticas

As células procarióticas e eucarióticas apresentam algumas diferenças básicas.

  • Células eucarióticas apresentam a maior parte do seu material genético envolto por uma membrana dupla, chamada de envoltório nuclear. Nas células procarióticas, por sua vez, o material genético não está envolvido pelo envoltório, estando concentrado em uma região chamada de nucleoide.

  • Células procarióticas não apresentam organelas celulares, diferentemente das células eucarióticas.

  • As células eucarióticas, de maneira geral, são maiores que as células procarióticas.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Datas Comemorativas

4 de Outubro - Dia Mundial dos Animais

Ciências

Algas

Ciências

Bactérias

Ciências

Citoplasma

Últimos artigos

Revolta da Armada

Revolta da Armada foi um levante armado organizado por membros da Marinha, em 1893. Esse movimento se deu pela forte oposição da Marinha a Floriano Peixoto.

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.

Guerra do Contestado

Guerra do Contestado foi um conflito que se estendeu de 1912 a 1916 e mesclou insatisfação social com messianismo religioso.

Encontro vocálico

O encontro vocálico ocorre quando uma vogal e uma semivogal aparecem uma depois da outra em uma palavra. Há três tipos de encontro vocálico: o ditongo, o tritongo e o hiato.