Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Tucanos

Tucanos são animais que possuem bicos multicoloridos e bastante chamativos. Eles fazem parte da ordem Piciformes e família Ramphastidae.

O tucano-de-bico-arco-íris destaca-se por apresentar um bico com diversas cores. O tucano-de-bico-arco-íris destaca-se por apresentar um bico com diversas cores.

Tucanos são aves bastante conhecidas dos brasileiros, podendo ser observados em várias partes do território nacional. Diferentemente de outras aves, como araras, o que mais chama atenção neles não são as penas e sim o bico grande com coloração vibrante. Esses animais se alimentam, principalmente, de frutos, porém podem também ingerir ovos e filhotes de outras aves.

Leia também: Arara-azul — espécie de ave da família dos psitacídeos, mesma dos papagaios e periquitos

Resumo sobre tucanos

  • São aves pertencentes à ordem Piciformes e família Ramphastidae.

  • Estão restritos à região neotropical.

  • Possuem bico grande e de coloração vibrante.

  • Têm grande importância ecológica, atuando na dispersão de sementes.

  • Alimentam-se de uma grande variedade de frutos, mas também podem ingerir insetos, ovos e filhotes de pássaros de outras espécies.

Família dos tucanos

Os tucanos são parentes de saripocas e araçaris. Todos esses animais fazem parte da ordem Piciformes e família Ramphastidae. Essa família possui 34 espécies, inseridas em seis gêneros. Todas essas aves são encontradas na região neotropical, ocupando áreas desde o México até a Argentina. As aves da família Ramphastidae geralmente são observadas em áreas de florestas tropicais, manchas florestais e florestas montanhosas. A região amazônica se destaca por apresentar grande diversidade de espécies dessa família.

A família Ramphastidae possui representantes com plumagem vistosa, especialmente na região do papo, entretanto, sua característica mais é a presença de bico grande e colorido em seus representantes. Quando observamos o animal, temos a sensação de que seu bico é pesado, entretanto, apesar de seu tamanho, é bastante leve.

O formato do bico está relacionado diretamente com a alimentação dessas aves. Ele permite que esses animais sejam capazes de coletar frutos em áreas de difícil acesso para outras aves e também ajuda na captura de filhotes de outras espécies e de ovos localizados no interior de árvores.

As aves dessa família apresentam glândula uropigiana (que libera uma secreção oleosa usada para impermeabilizar a pena) bipartida e seus pés são zigodáctilos (apresentam dois dedos voltados para frente e dois voltados para trás). Essas aves também possuem um arranjo de vértebras caudais único, o qual permite que elas projetem sua cauda para frente para dormir. Elas possuem hábitos diurnos, dormindo e descansando à noite, no interior de cavidades ou em galhos de árvore. Vivem em bando.

As aves da família Ramphastidae colocam seus ovos, geralmente, em cavidades ou fendas em árvores e barrancos. Os filhotes nascem com os olhos fechados e sem penas após um período de incubação que dura, aproximadamente, 18 dias. Macho e fêmea cuidam dos filhotes após o nascimento.

Apesar de se alimentarem também de ovos e filhotes de aves, a família Ramphastidae destaca-se por consumir uma grande variedade de frutos. Ao consumi-los, essas aves promovem a dispersão de sementes, levando-as para longe da planta da qual foram retiradas. Assim sendo, elas têm grande importância ecológica.

  • Videoaula sobre aves

Características dos tucanos

Os tucanos possuem entre 46 cm e 66 cm de comprimento e bico grande, achatado lateralmente, com borda serreada e bastante colorido. O bico é tão longo que os tucanos estão entre as aves com os maiores bicos em relação ao tamanho corporal. Além de atuar na captura de alimentos, o bico está relacionado com a reprodução, uma vez que funciona como ornamento sexual, e é uma caixa de ressonância.

Além dessas funções, e devido ao fato de ser altamente vascularizado, o bico do tucano é uma importante região para a troca de calor. Ele regula a distribuição de calor modificando o fluxo de sangue do corpo para o bico e vice-versa. A maioria dos tucanos não apresenta diferença entre machos e fêmeas no que diz respeito à plumagem, a diferença está no comprimento e forma do bico.

Leia também: Por que as aves cantam?

Alimentação dos tucanos

Os tucanos se alimentam, principalmente, de frutos, mas podem ingerir também insetos, filhotes de aves e até mesmo ovos. Para isso, eles contam com um bico alongado, que os permite acessar locais a que nem todos animais têm acesso. Devido ao fato de ingerirem vegetais e também animais, podemos concluir que eles são onívoros.

Espécies de tucanos

Quando falamos em tucanos, muitas pessoas se lembram apenas do tucano-toco, uma espécie que se destaca pelo seu grande bico de cor alaranjada vibrante, entretanto, existem diferentes espécies, com bicos com padrões de cor bastante diferenciados. A seguir, conheceremos algumas espécies de tucanos e suas características.

Tucano-toco na natureza
O tucano-toco é o maior de todos os tucanos e apresenta bico de cor alaranjada vibrante.
  • Tucano-toco

O tucano-toco (Ramphastos toco), também conhecido como tucanuçu, é uma espécie que apresenta cerca de 56 cm de comprimento e massa corporal de 540 gramas, destacando-se como o maior de todos os tucanos. Possui bico largo, longo, com tonalidade alaranjada vibrante, mancha negra na extremidade e estrias rubras perpendiculares ao eixo principal. Na maior parte de seu corpo, estão presentes penas pretas. Na região do pescoço, elas são brancas. A pele nua ao redor dos olhos é laranja ou amarela, e suas pálpebras são azuis-turquesa.

O tucano-toco pode ser encontrado no Cerrado e em florestas do interior do Brasil. Diferencia-se de outras espécies por ocorrer em áreas semiabertas. Geralmente, o tucano-toco é observado vivendo em bandos de aproximadamente 20 indivíduos. Durante o período reprodutivo, no entanto, são observados em casais. Essa espécie é monogâmica. Nidificam em ocos de árvores e utilizam seu bico para deixar a cavidade no tamanho ideal. A incubação dura cerca de 16 dias, e a fêmea bota de dois a quatro ovos. O tucano-toco vive, em média, 40 anos.

  • Tucano-de-bico-arco-íris

O tucano-de-bico-arco-íris (Ramphastos sulfuratus) é uma espécie que, como seu nome popular sugere, possui um bico rico em cores. No bico dessa ave predomina a cor verde amarelada, porém podemos identificar ainda manchas vermelhas, azuis e laranjas. A região em volta dos olhos é verde amarelada ou verde azulada. Seu peito é amarelado, por isso também é chamado de tucano-de-peito-amarelo. A região da garganta e do pescoço também possui coloração amarela, no entanto, a maior parte do seu corpo apresenta plumagem preta. Ocorre no norte da Colômbia e América Central.

  • Tucano-chocó

O tucano-chocó ocorre na Colômbia e no Equador.

O tucano-chocó (Ramphastos brevis) é uma espécie que ocorre na Colômbia e Equador. Possui um bico amarelo e preto marcante. Suas pálpebras e região ao redor dos olhos são verdes ou verdes amarelados. Garganta e pescoço são amarelados, com uma faixa branca e uma faixa vermelha na transição da garganta para o peito.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Arara-azul

Ciências

Aves

Ciências

Canto das aves

Ciências

Por que nem todas as aves são pássaros?

Últimos artigos

Tratado de Tordesilhas

Tratado de Tordesilhas foi assinado entre Portugal e Castela (Espanha) e determinava a divisão das terras que poderiam ser encontradas durante as Grandes Navegações.

Fruta

Fruta é um termo sem valor científico usado para se referir a frutos e frutos acessórios que possuem suco, apresentam sabor adocicado e aroma característico.

Coelho

O coelho é um animal pertencente à família Leporidae, a mesma das lebres. Coelhos destacam-se por possuírem orelhas e pernas grandes, além do corpo recoberto por pelos.

Medusa

Medusa era uma górgona, isto é, um monstro que possuía serpentes no lugar dos cabelos, e era conhecida por transformar em pedra todos que olhavam para o seu rosto.