Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Aranha-caranguejeira

Aranha-caranguejeira é o nome dado a cerca de 900 espécies de aranhas que se destacam por terem grande tamanho e corpo coberto por cerdas urticantes e sensoriais.

Aranha-caranguejeira em cima de um pedaço de tronco, comendo um rato. As caranguejeiras são aranhas de grande porte que podem se alimentar de presas como pequenos mamíferos e aves.

Aranha-caranguejeira é um aracnídeo que se destaca por apresentar o corpo recoberto por cerdas e ser a maior entre as aranhas. Existem cerca de 900 espécies diferentes de aranhas-caranguejeiras, as quais se diferenciam, entre outras características, por sua coloração. Algumas caranguejeiras apresentam um corpo marrom; outras, preto; algumas, vermelho; e há até mesmo caranguejeiras azuis.

As aranhas-caranguejeiras são carnívoras e se alimentam de diferentes espécies, incluindo presas grandes, como morcegos e aves. Apesar de serem grandes e provocarem medo em muitas pessoas, em geral, esses artrópodes não causam acidentes considerados graves. Vale salientar, no entanto, que as cerdas urticantes podem provocar irritações e quadros alérgicos.

Leia também: Aranha-armadeira — espécie peçonhenta encontrada em todo o Brasil

Resumo sobre aranha-caranguejeira

  • São aranhas grandes e que apresentam corpo recoberto por cerdas urticantes.

  • Existem, no mundo, cerca de 900 espécies diferentes de aranhas-caranguejeiras.

  • Sua picada raramente provoca acidentes sérios.

  • Suas cerdas urticantes podem desencadear reações alérgicas fortes.

Características da aranha-caranguejeira

As aranhas-caranguejeiras são animais invertebrados do grupo dos Artrópodes e conhecidas como as maiores aranhas do mundo. Existem cerca de 900 espécies diferentes delas espalhadas pelo mundo, sendo que, desse montante, 300 são brasileiras.

Devido ao fato de aranha-caranguejeira não ser uma denominação exclusiva de uma espécie, observamos algumas diferenças quando analisamos diferentes caranguejeiras. Entretanto, de maneira geral, podemos descrever algumas características básicas delas. Uma dessas características marcantes é o seu tamanho, com algumas chegando a mais de 25 cm de envergadura. Essas aranhas possuem cerdas urticantes e sensoriais que recobrem seu corpo.

A cor dessas aranhas é variada, sendo possível observar indivíduos com coloração marrom, preta, vermelha e até mesmo azul, sendo este o caso da Poecilotheria metallica (figura abaixo). Algumas espécies possuem manchas, que formam desenhos na região do cefalotórax e abdome.

Assim como outros artrópodes, as caranguejeiras fazem a troca de seu exoesqueleto. Algumas espécies param de realizar a troca na idade adulta, enquanto outras continuam em intervalos irregulares. A expectativa de vida desses animais é diferente entre machos em fêmeas. Em algumas espécies, as fêmeas podem viver 20 anos, enquanto os machos, apenas quatro.

Algumas caranguejeiras possuem uma beleza rara, o que chama a atenção do tráfico de animais.

Alimentação da aranha-caranguejeira

Assim como outras aranhas, a caranguejeira é um animal carnívoro. Na sua dieta, a depender da espécie, podem ser encontrados insetos, aves pequenas, morcegos, camundongos, entre outros.

Veja também: Diferentes tipos de alimentação dos animais

Aranhas-caranguejeiras têm veneno?

Sim. As aranhas-caranguejeiras são venenosas, entretanto, os acidentes causados por elas não costumam ser graves. Elas apresentam hábitos noturnos, saindo à noite de seus esconderijos para caçar ou reproduzir. Geralmente são encontradas em tocas, sob pedras e/ou cascas de árvores.

No que diz respeito ao comportamento, as aranhas-caranguejeiras tendem a ser tímidas e evitam os seres humanos. Entretanto, em algumas situações, podem ser agressivas.

Picada da aranha-caranguejeira

As aranhas-caranguejeiras são praticamente inofensivas quando não são perturbadas. Em geral, a picada ocorre quando as pessoas tentam manusear o animal. Sua picada pode provocar dor no local, coceira, inchaço, vermelhidão na pele, ardência, cãibras e espasmos musculares. É extremamente raro a picada de aranha-caranguejeira provocar acidente sério.

É importante destacar que essas aranhas possuem cerdas urticantes que são liberadas quando o animal se sente ameaçado. Para isso, a aranha esfrega suas pernas no abdômen de modo a liberar as cerdas. Essas cerdas podem provocar reações alérgicas graves e até mesmo fatais, quando o indivíduo é alérgico.

Vista aproximada do corpo de uma aranha-caranguejeira coberto de cerdas.
A aranha-caranguejeira possui corpo repleto de cerdas urticantes que podem provocar reações alérgicas.

Devido à presença das cerdas urticantes, que se soltam facilmente, recomenda-se que essas aranhas não sejam mortas, por exemplo, com chineladas. Essa ação pode fazer com que várias cerdas sejam liberadas no ambiente, favorecendo a ocorrência de alergias. A principal recomendação é que o espécime seja pego com uma pá e colocado em um local mais distante.

Saiba mais: Animais peçonhenos e animais venenosos são a mesma coisa?

Aranha-caranguejeira como animal de estimação

Algumas pessoas apresentam um gosto peculiar quando o assunto é animal de estimação. É cada dia mais comum que se opte por animais como lagartos, cobras e até mesmo caranguejeiras em substituição aos cachorros e gatos.

Entretanto, cuidar de um animal tão fora do comum não é tarefa fácil, sendo fundamental conhecê-lo bem e procurar um veterinário especializado para aprender todos os cuidados necessários para com ele. Dentre os pontos que o criador de uma caranguejeira precisa estar atento, destacam-se: a escolha da espécie que será criada; o terrário ideal para ela; a temperatura adequada a ela; a forma e frequência da sua alimentação; bem como os cuidados durante a troca do exoesqueleto.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Aranha-armadeira

Ciências

Aranha-marrom

Ciências

Aranhas

Ciências

Aranhas peçonhentas

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.