Conurbação

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Conurbação Rio de Janeiro, exemplo de cidade que passou pelo processo de conurbação
PUBLICIDADE

A conurbação é o processo em que duas cidades vizinhas crescem a tal ponto que elas se juntam, compondo um mesmo meio urbano. Em alguns casos, esse crescimento ocorre apenas em uma dessas duas cidades que, de certa forma, “invade” o espaço da outra, que passa a crescer junto a ela.

No Brasil, em praticamente todos os casos, a conurbação dá origem às chamadas regiões metropolitanas, que são conjuntos de municípios vizinhos que estão interligados no espaço geográfico, na economia e nas práticas sociais.

Um exemplo de conurbação é o da região metropolitana de São Paulo, também chamada de “Grande São Paulo”, envolvendo mais de 38 municípios. Na verdade, todas as capitais brasileiras possuem as suas regiões metropolitanas, o que também ocorre em outros tipos de cidade, como Campinas (SP) e Londrina (PR). A cidade principal de uma região metropolitana recebe o nome de metrópole.

Nas áreas onde ocorre a conurbação, costuma haver uma grande dependência de uma cidade em relação à outra. Em muitos casos, as pessoas moram nas cidades menores por essas terem o aluguel ou o preço dos imóveis mais baratos, mas trabalham e realizam todas as suas atividades nas cidades maiores. Diante disso, surgem as chamadas “cidades-dormitórios”, onde a maior parte das pessoas não permanece durante o dia.

Mas esse fato vem mudando no Brasil. As cidades menores que fazem parte de uma conurbação vão, aos poucos, modernizando-se, gerando mais empregos e conseguindo uma maior autonomia em relação à sua metrópole correspondente.

E você, conhece ou mora em alguma cidade conurbada?


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Avaliação

10.0

    Escola Kids