Qual matéria está procurando ?

História

História

Cidades: espaços públicos e privados

Saiba que as cidades são formadas por espaços públicos e privados. Ruas e praças são exemplos de espaços públicos; casas e lojas constituem os espaços privados.

Quando pensamos em o que é uma cidade, vários pensamentos, imagens e reflexões aparecem em nossa mente! Sabemos que as cidades são compostas por ruas, bairros, casas, prédios, comércios, indústrias e por pessoas. A população de uma cidade pouco se pergunta, ou quase nunca, sobre os espaços que formam a cidade, os espaços públicos e os espaços privados. O que são eles? Você sabe responder?

Toda cidade está dividida entre os espaços públicos e os privados. Os espaços públicos são os lugares administrados pelo governo e pertencem à população, são exemplos de espaços públicos: as praças, as ruas, os parques, as avenidas, as praias que existem em cidades litorâneas etc.

Os espaços privados pertencem a alguém, como pessoas ou empresas, são exemplos de espaços privados: casas, lojas comerciais, escolas particulares, Shopping Centers. Geralmente, os espaços privados ou particulares são mantidos pelos proprietários, eles cuidam e fazem a manutenção para a sua preservação.

Os espaços públicos são de responsabilidade do governo; as prefeituras, por exemplo, cuidam das praças, fazendo a manutenção dos bancos e dos jardins.

Mas quem ajuda a preservar e cuidar dos espaços públicos? A população é a responsável por manter os espaços públicos preservados. Entretanto, muitas pessoas contribuem para a destruição desses espaços, muitos monumentos são pichados e destruídos por essas pessoas.

Sabemos que os atos de destruição e deterioração dos espaços públicos é crime e o infrator pode ser preso. Dessa maneira, como cidadãos, temos o papel de garantir que os espaços públicos sejam preservados, a conscientização dessa preservação deve fazer parte da rotina e da vida da população.

Vimos anteriormente a diferença entre espaços públicos e privados, mas falamos somente em relação a quem pertence esses espaços, agora falaremos sobre a utilização desses espaços pela população; veremos que alguns espaços privados são utilizados como espaços públicos. Mas como? Isso será simples de compreender!

O supermercado no qual fazemos nossas compras é um espaço privado, ou seja, ele é uma propriedade privada, possui um dono. Porém, ele é utilizado como espaço público, pois qualquer cidadão que queira realizar suas compras pode ir ao recinto a fim de adquirir ou não alguma mercadoria.

 Mas as pessoas podem ir aos supermercados em qualquer horário?

Não, todos os espaços privados que são estabelecimentos comerciais (supermercados, shopping centers, açougues) e estabelecimentos de serviços (bancos, salão de beleza) possuem horários de funcionamento, portanto as pessoas podem utilizar esses espaços respeitando seus horários.

Existem também espaços públicos que possuem horários de funcionamento, como escolas, museus, bibliotecas, parques, instituições públicas de serviços à comunidade (bancos, postos de saúde), os cidadãos somente podem utilizar esses espaços dentro dos horários de funcionamento. Ao contrário das ruas, das praças, que são espaços públicos, mas que não possuem horários de funcionamento.

Leandro Carvalho
Mestre em História

As cidades e seus espaços: públicos e privados As cidades e seus espaços: públicos e privados
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

História

História da iluminação pública no Brasil

História

História das ruas no Brasil

Geografia

Urbanização

Geografia

Conurbação

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.