Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Ciclo do carbono

O ciclo do carbono é um ciclo biogeoquímico bastante importante, uma vez que o carbono forma a estrutura de moléculas orgânicas fundamentais para todos os seres vivos.

Ilustração de paisagem com vegetais, animais e fábricas, em alusão ao ciclo do carbono. O ciclo do carbono promove a circulação do carbono entre seres vivos e meio ambiente.

O ciclo do carbono é um ciclo biogeoquímico, ou seja, garante que um elemento, no caso o carbono, circule pelo meio biótico (seres vivos) e meio abiótico (sem vida). Ele é extremamente importante e fundamental para a sobrevivência dos seres vivos, uma vez que o carbono faz parte das moléculas orgânicas que constituem todos os organismos.

Dentre os processos que fazem parte do ciclo do carbono, destacam-se a fotossíntese, a respiração e a decomposição dos seres vivos. A fotossíntese garante que o carbono presente na atmosfera seja utilizado na produção de moléculas orgânicas. Já a respiração e a decomposição garantem que o carbono seja devolvido à atmosfera. 

Leia também: Ciclo da água — outro ciclo biogeoquímico

Resumo sobre o ciclo do carbono

  • O ciclo do carbono garante que o carbono circule entre os seres vivos e o meio ambiente.

  • É um ciclo biogeoquímico.

  • O carbono participa da composição química de todos os seres vivos.

  • A fotossíntese, a respiração e a decomposição são importantes processos que fazem parte do ciclo do carbono.

  • A queima de combustíveis fósseis promove um aumento significativo na quantidade de gás carbônico na atmosfera.

  • O aquecimento global é uma intensificação do efeito estufa e está associado à ação humana.

Videoaula sobre o ciclo do carbono

O que é o carbono?

O carbono é um elemento químico extremamente importante. Ele é encontrado na atmosfera, nas rochas, nos solos e até mesmo nos oceanos. Além disso, é o elemento que forma todas as moléculas orgânicas, constituindo, portanto, todos os seres vivos.

O que é o ciclo do carbono?

O carbono é extremamente importante e distribuído amplamente no planeta, circulando entre os seres vivos e o meio ambiente. Denominamos ciclo do carbono o processo em que o carbono sai do meio ambiente para os seres vivos e retorna posteriormente para o ambiente. Por garantir que o carbono circule pelo meio abiótico (sem vida) e pelo meio biótico (seres vivos), dizemos que esse ciclo é um ciclo biogeoquímico.

Veja também: Por que a decomposição é tão importante para a vida no planeta?

Quais são as etapas do ciclo do carbono?

Veja os principais processos que estão envolvidos no ciclo do carbono.

Fotossíntese

Na atmosfera, o carbono é encontrado na forma de gás carbônico. Os organismos fotossintetizantes, como algas e plantas, retiram o gás carbônico da atmosfera e utilizam o carbono para a formação, na presença de luz, de substâncias orgânicas (glicose), garantindo, dessa forma, a produção do alimento de que necessitam para sobreviver.

As moléculas orgânicas produzidas pelos organismos fotossintetizantes fornecerão carbono àqueles que se alimentarem deles, e, por meio da cadeia alimentar, o carbono será fornecido para outros seres vivos.

Respiração

A respiração é outro processo relacionado ao ciclo do carbono, entretanto, diferentemente da fotossíntese, a respiração não retira o carbono da atmosfera e sim o devolve. Durante o processo chamado de respiração celular, as células dos seres vivos conseguem converter o carbono das moléculas orgânicas de volta em gás carbônico.

Decomposição dos seres vivos

Outra forma como o carbono retorna ao ambiente é a decomposição da matéria orgânica, realizada por organismos decompositores.

Vale destacar ainda que algumas atividades humanas contribuem para o aumento de gás carbônico atmosférico, sendo esse o caso da queima dos combustíveis fósseis. A queima da madeira também devolve quantidades significativas de gás carbônico para a atmosfera.

O ciclo do carbono e a ação do homem

Os seres humanos, com suas atividades, provocam com frequência impactos negativos no meio ambiente. No caso do ciclo do carbono não é diferente, uma vez que a liberação excessiva de gás carbônico provoca alterações no equilíbrio desse ciclo.

A queima de combustíveis fósseis está relacionada com as mudanças climáticas.

Quando queimamos combustíveis fósseis, como petróleo, gás natural e carvão mineral, aumentamos consideravelmente a quantidade de gás carbônico atmosférico. Esse aumento é também verificado quando desmatamos e realizamos queimadas. Parte desse gás carbônico liberado pode, por exemplo, ser usado por vegetais para a realização da fotossíntese. Entretanto, os níveis elevados levam a um desequilíbrio no ciclo.

Saiba mais: Créditos de carbono — uma alternativa para diminuir o efeito estufa

Efeito estufa e ciclo do carbono

Não podemos deixar de apontar que o aumento dos níveis de gás carbônico atmosférico contribui para a intensificação do chamado efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e essencial para que o planeta permaneça em sua temperatura adequada, entretanto, sua intensificação (aquecimento global) desencadeia uma série de mudanças climáticas que afetam a vida de todos os seres vivos.

Algumas das consequências do aquecimento global são:

  • extinção de espécies;

  • derretimento das geleiras;

  • aumento do nível do mar;

  • aumento das secas;

  • alteração nos regimes de chuvas;

  • desertificação.

Fontes

ADUAN, Roberto Engel; VILELA, Marina de Fátima; DOS REIS JÚNIOR, Fábio Bueno. Os grandes ciclos biogeoquímicos do planeta. Embrapa, jun. 2004. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Planaltina: Distrito Federal, 2004.

MARTINS, Claudia Rocha et. al. Ciclos globais de carbono, nitrogênio e enxofre. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola (UFMG). v.5, p. 28-41, 2003. Disponível em: http://zeus.qui.ufmg.br/~qgeral/downloads/material/quimica_da_atmosfera.pdf

RODRIGUES, João Domingos. Identidade dos seres vivos: como a planta consegue produzir seu próprio alimento? Museu Escola do IB: Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023. Disponível em: https://www2.ibb.unesp.br/Museu_Escola/3_identidade/3-identidade_funcoes_fotossintese2.htm.

O CICLO DO CARBONO. Veja como o carbono se move através dos ecossistemas terrestres e como as atividades humanas estão alterando o ciclo do carbono. Khan Academy, 2023. Disponível em: https://pt.khanacademy.org/science/biology/ecology/biogeochemical-cycles/a/the-carbon-cycle.   

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Aquecimento global

Ciências

Carbono

Ciências

Ciclo da água

Ciências

Ciclo do nitrogênio

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.