Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Características de um ser vivo

Conheça as principais características de um ser vivo e entenda como os pesquisadores avaliam um organismo para saber se ele é vivo ou não.

Quando pensamos em um animal, fica claro que se trata de um ser vivo, não é mesmo? Não temos o mesmo pensamento em relação a uma rocha, que não possui vida. Mas, afinal, que características podemos analisar quando o assunto é classificar um organismo como vivo ou não? A seguir você entenderá melhor as características utilizadas para identificar um ser vivo.

Características dos seres vivos

  • Composição química: Todos os organismos vivos apresentam alguns elementos químicos básicos. Os elementos encontrados em todos os seres vivos são carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo e enxofre.

  • Organização celular: A presença de células também é uma importante característica dos seres vivos. Com exceção dos vírus, todos os organismos vivos possuem células, que são conhecidas como as unidades funcionais e estruturais dos organismos vivos. Vale destacar que os seres vivos podem possuir apenas uma célula (unicelulares) ou serem formados por várias células (multicelulares).

  • Crescimento: Os organismos vivos apresentam a incrível capacidade de crescimento. Organismos multicelulares podem apresentar o aumento do tamanho das células ou o aumento de células em seu corpo. Os unicelulares, por sua vez, aumentam apenas o volume da célula. Vale destacar que essa propriedade está também ausente em vírus.

  • Metabolismo: As reações químicas que ocorrem em um organismo e relacionam-se com a formação e destruição de moléculas são chamadas de metabolismo. Elas ocorrem nos seres vivos e são essenciais para o funcionamento adequado do corpo, atuando em todas as atividades, como a reprodução.

  • Capacidade de reagir a estímulos: Os seres vivos apresentam irritabilidade, ou seja, são capazes de reagir a um determinado estímulo, como luz e temperatura. Os seres humanos apresentam, por exemplo, a capacidade de responder a estímulos de dor.

  • Reprodução: Os seres vivos são capazes de gerar descendentes por meio da reprodução. Essa reprodução pode envolver gametas ou não. No primeiro caso, temos a reprodução sexuada e, no segundo, a reprodução assexuada.

  • Hereditariedade: As características de um ser vivo podem ser transmitidas para seus descendentes. Essa capacidade é conhecida como hereditariedade e está relacionada com a transferência do nosso material genético. O DNA é considerado o material hereditário da vida.

  • Mutação: Ao longo do tempo, os seres vivos podem sofrer modificações em seu material genético. Essas modificações, que podem afetar toda a morfologia, fisiologia e comportamento do ser vivo, são denominadas de mutação.

  • Evolução: Os seres vivos estão sujeitos à evolução, ou seja, às modificações no organismo que ocorrem ao longo do tempo. Essas modificações podem ser avaliadas por meio, principalmente, dos registros fósseis e apresentam como um dos fatores principais a seleção natural, que seleciona os mais aptos para sobreviver no meio.

    Os fósseis são evidências do processo evolutivo
    Os fósseis são evidências do processo evolutivo

Os vírus, um caso especial

Os vírus merecem destaque. Esses organismos não são considerados por muitos pesquisadores como seres vivos. Isso se deve ao fato de que eles não possuem célula (acelulares) nem metabolismo. Outro grupo de cientistas, no entanto, aceita que eles são seres vivos, pois conseguem fazer uma célula trabalhar de acordo com seus comandos, reproduzem-se e também evoluem.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gatos e cachorros são seres vivos porque eles possuem células, reproduzem-se e sofrem evolução Gatos e cachorros são seres vivos porque eles possuem células, reproduzem-se e sofrem evolução
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Irritabilidade nos seres vivos

Ciências

Os cinco reinos dos seres vivos

Ciências

Vírus

Ciências

Metabolismo

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.