Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Irritabilidade nos seres vivos

Compreenda o que é irritabilidade e conheça alguns dos principais exemplos desse fenômeno.

As plantas carnívoras aprisionam suas presas após serem tocadas As plantas carnívoras aprisionam suas presas após serem tocadas

Quando falamos em irritabilidade, muitas pessoas pensam apenas no estado de raiva e irritação. Entretanto, a palavra irritabilidade tem outro significado para a Biologia. Vamos entender do que se trata?

O que é irritabilidade?

Quando falamos sobre irritabilidade em Biologia, referimo-nos à capacidade dos seres vivos de responderem a estímulos, internos ou externos, ou mudanças no meio. Essa resposta pode ocorrer de várias formas, como o afastamento ou o crescimento em direção a esse estímulo.

O processo de irritabilidade não é exclusividade dos animais, não sendo, portanto, uma resposta exclusiva do sistema nervoso. Cada célula responde de maneira diferente a um estímulo. No caso das células do sistema nervoso, ocorre uma transmissão de impulso, processo conhecido como condutibilidade.

Exemplos do processo de irritabilidade

A sensitiva fecha suas folhas ao ser tocada
A sensitiva fecha suas folhas ao ser tocada

Podemos citar vários exemplos da capacidade dos organismos de responder a estímulos. Veja a seguir alguns deles:

  • Crescimento da planta em direção à fonte de luz: As plantas possuem a capacidade de crescer em direção à luz como uma forma de obter a energia luminosa fundamental para seus processos de fotossíntese. O crescimento em resposta a estímulos luminosos na planta é chamado de fototropismo.

  • Sensitiva: A planta sensitiva, ao ser tocada, fecha seus folíolos. Isso ocorre graças à perda de água que ocorre na base das pequenas folhinhas.

  • Dioneia (Planta carnívora): Essa planta fecha suas folhas após ser estimuladas pelo toque, por exemplo, de um inseto que pousa em suas armadilhas. Assim como a sensitiva, o fechamento das folhas está relacionado com a perda de água.

  • Dilatação da pupila: A pupila dos animais apresenta-se dilatada em ambientes escuros como uma forma de adaptação à pequena quantidade de luz disponível. Quando a luz é colocada em direção aos nossos olhos, a pupila contrai-se para proteger-se da luz intensa.

Diferença entre irritabilidade e sensibilidade

A irritabilidade é uma capacidade presente em todos os seres vivos, mas a sensibilidade é uma característica exclusiva dos animais. Entende-se por sensibilidade a capacidade de detectar e processar a informação gerada por um estímulo. Ela é exclusiva dos animais porque apenas esses seres possuem sistema nervoso.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Características de um ser vivo

Ciências

Movimentos das plantas

Ciências

Plantas carnívoras

Ciências

Seres vivos e seres não vivos

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.