Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Aminoácidos

Aminoácidos são as subunidades formadoras das proteínas. Todas as proteínas são formadas com base em um grupo de 20 aminoácidos.

Os aminoácidos são as subunidades das proteínas. Os aminoácidos são as subunidades das proteínas.

Aminoácidos são moléculas orgânicas que formam as proteínas. São conhecidos apenas 20 aminoácidos, os quais são responsáveis pela formação de milhares de proteínas diferentes. Alguns aminoácidos são produzidos pelo organismo, enquanto outros não são sintetizados pelo nosso corpo e necessitam estar presentes em nossa dieta. Os aminoácidos que não são produzidos pelo organismo são chamados de essenciais.

Leia também: Ribossomos — pequenas estruturas encontradas no interior das células e que atuam na produção de proteínas

Resumo sobre aminoácidos

  • Aminoácidos são subunidades das proteínas.

  • 20 aminoácidos são utilizados pelos seres vivos para a formação das diferentes proteínas existentes.

  • Podem ser comparados às letras do alfabeto, pois, ao se combinarem, formam diferentes proteínas, assim como as letras formam diferentes palavras.

  • Podem ser classificados em essenciais e não essenciais.

  • Enquanto os não essenciais são produzidos pelo organismo, os essenciais devem ser obtidos na dieta.

  • Os aminoácidos essenciais são: histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina.

O que são aminoácidos?

Aminoácidos são moléculas orgânicas que formam as proteínas. Todos os aminoácidos apresentam em comum o fato de possuírem um grupo ácido carboxílico e um grupo amino, os quais estão ligados a um mesmo átomo de carbono, que recebe o nome de carbono α. As cadeias laterais ligadas ao carbono α são responsáveis pela variabilidade química dessas moléculas. Os aminoácidos se unem uns aos outros por meio de ligações peptídicas.

Existem 20 tipos diferentes de aminoácidos, os quais são usados para a fabricação das milhares de proteínas existentes. Pode ser difícil imaginar como apenas 20 aminoácidos formam todas as proteínas, entretanto, para facilitar a compreensão dessa afirmação, devemos imaginar cada aminoácido como uma letra do alfabeto. Assim como utilizamos as letras para formar inúmeras palavras, os aminoácidos se combinam de modo a formar todas as proteínas, as quais podem apresentar várias centenas de aminoácidos.

Veja o nome dos 20 aminoácidos existentes:

  1. Glicina

  2. Alanina

  3. Valina

  4. Leucina

  5. Isoleucina

  6. Metionina

  7. Fenilalanina

  8. Triptofano

  9. Prolina

  10. Serina

  11. Treonina

  12. Cisteína

  13. Tirosina

  14. Asparagina

  15. Glutamina

  16. Ácido aspártico

  17. Ácido glutâmico

  18. Lisina

  19. Arginina

  20. Histidina

Aminoácidos essenciais e não essenciais

Os aminoácidos podem ser classificados em dois grupos: aminoácidos essenciais e aminoácidos não essenciais. Os aminoácidos não essenciais são aqueles que podem ser sintetizados pelo organismo. Já os aminoácidos essenciais são aqueles que não são sintetizados em nosso organismo, devendo ser obtidos por meio da alimentação. Os aminoácidos essenciais são histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina.

Os aminoácidos essenciais devem ser obtidos por meio da alimentação.

Alguns alimentos fornecem todos os aminoácidos essenciais que precisamos, sendo esse o caso de carnes, ovos e leite e seus derivados. A maioria dos alimentos de origem vegetal não possui todos os aminoácidos essenciais, entretanto, conhecendo bem os alimentos e combinando-os de maneira adequada, é possível fornecer ao nosso organismo todos os aminoácidos essenciais por meio de uma dieta à base exclusivamente de vegetais. Um prato que pode fornecer adequadamente os aminoácidos que precisamos é o famoso arroz com feijão.

Leia também: Dicas para uma alimentação saudável

Aminoácidos e proteínas

Os aminoácidos são a subunidades que formam as chamadas proteínas. Cada proteína é, portanto, uma longa cadeia de aminoácidos, os quais estão conectados por ligações peptídicas. Uma proteína se difere da outra pela ordem em que os aminoácidos se encontram.

As proteínas exercem diferentes funções em nosso organismo, sendo fundamentais para a nossa sobrevivência. Existem, por exemplo, proteínas de defesa, que ajudam na proteção contra doenças; proteínas enzimáticas, que atuam acelerando a reações químicas; proteínas de transporte, que ajudam no transporte de substâncias; proteínas hormonais, que atuam na coordenação de algumas atividades do organismo; e proteínas motoras, relacionadas, por exemplo, com a contração muscular.

  • Videoaula sobre proteínas

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Alimentação

Ciências

Alimentação saudável

Ciências

Dicas para uma alimentação saudável

Ciências

O que são proteínas?

Últimos artigos

Presidente da república

Presidente da república é a autoridade máxima em nosso país. É eleito(a) por meio do voto popular para um mandato de quatro anos.

Porquinho-da-índia

O porquinho-da-índia é um mamífero roedor que possui corpo pequeno e orelhas curtas. Ele pode ser criado como animal de estimação.

Escambo

O escambo é uma modalidade de transação que foi muito comum na Antiguidade. Por meio desse acordo, realiza-se a troca de mercadorias ou serviços.

Nucleotídeo

O nucleotídeo é a subunidade que forma o DNA e o RNA. Cada nucleotídeo é constituído por um grupo fosfato, uma pentose e uma base nitrogenada.