Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Clarice Lispector

Clarice Lispector foi uma importante escritora brasileira do século XX. Sua obra é conhecida pelo forte tom intimista e é inserida na última fase do Modernismo brasileiro.

Clarice Lispector é considerada um dos principais nomes da literatura brasileira. Atualmente, é uma das autoras mais conhecidas e lidas pelo público brasileiro, e suas dezenas de livros podem ser encontradas nas diversas livrarias do país.

Para além dos livros, Clarice Lispector tornou-se um fenômeno nas redes sociais, onde trechos de obras ou mesmo frases da autora são compartilhados por milhões de usuários. Entretanto, especificamente sobre a Clarice da internet, é preciso lembrar que nem sempre o que é atribuído à autora é, de fato, dela. Vale sempre a dica de checar a fonte da citação, antes de compartilhar.

Biografia

Alguns dos principais fatos da vida de Clarice Lispector são:

  • Nasceu na Ucrânia, no dia 10 de dezembro de 1920;
  • Aos dois anos de idade, em 1922, a autora migrou para o Brasil, para cidade de Recife, devido à Guerra Civil Russa;
  • Aos quatorze anos de idade, mudou-se com o pai para o Rio de Janeiro, cidade na qual passou boa parte da vida;
  • Faleceu no Rio de Janeiro, em 09 de dezembro de 1977.

Saiba mais: Conheça a estética literária considerada como típica do Nordeste brasileiro.

A vida na obra de Clarice Lispector

Clarice Lispector sempre foi uma apaixonada por livros. “Lia todos os livros com títulos bonitos”, contou a escritora sobre a época em que descobriu a biblioteca da rua Rodrigo Silva, a partir do ano de 1935, quando a família mudou-se do Recife para o Rio de Janeiro.

A autora contava ainda que era apaixonada por Monteiro Lobato, autor que havia descoberto aos nove anos de idade. Na paixão pela leitura, a vida e a obra de Clarice Lispector, em muitos casos, parecem confundir-se.

O conto Felicidade Clandestina (1971), por exemplo, conta um período da vida de uma menina que morava na cidade do Recife e era apaixonada por livros, assim como a própria autora. O conflito central do conto, inclusive, envolve uma obra de Monteiro Lobato. Além disso, de modo geral, a autora ambientava suas histórias em cidades que vivera, tais como a já citada Recife ou ainda o Rio de Janeiro.

Acesse também: Leia sobre outra grande escritora do Modernismo brasileiro.

Morte

Clarice Lispector morreu em 1977, quando tinha 56 anos. Vitimada por um câncer no ovário, a autora faleceu um dia antes do seu aniversário. Alguns críticos ressaltam que a autora, mesmo em seu leito de morte, continuava a ditar frases para sua amiga, Olga Borelli. Lispector deixou dois filhos e um inestimável legado para a literatura brasileira.

Frases

Clarice Lispector é muito lembrada, principalmente nas redes sociais, pelas suas famosas frases. Abaixo, veja algumas máximas e comentários da autora:

  • “Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome”.
  • “Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.”
  • “Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.”

Obras

A autora, nascida em 1920, escreveu durante os anos de 1944, data da publicação de Perto do coração selvagem, seu primeiro romance, a 1979, quando publicou seu último livro, A bela e a fera. Outras obras muito conhecidas de Clarice Lispector são:

O lustre (1946)

A cidade sitiada (1949)

A maçã no escuro (1949)

Laços de família (1960)

A paixão segundo G. H. (1961)

A legião estrangeira (1964)

Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres (1969)

Felicidade clandestina (1971)

Água viva (1973)

A hora da estrela (1977)

Um sopro de vida (1978)

Além da literatura, Lispector também se dedicou ao jornalismo e à diplomacia, profissão que permitiu que morasse em países como Itália, Suíça, Inglaterra e Estados Unidos.

Características

Clarice Lispector é uma das principais representantes da literatura intimista brasileira, vertente literária que se preocupava em descrever o psicológico das personagens e retratar o dia a dia comum, analisando as realidades narradas sob uma ótica subjetiva, particular.

Em muitos casos, os narradores são construídos em primeira pessoa, ou seja, os protagonistas narram as suas próprias histórias. Há casos também em que ocorre a epifania, espécie de revelação na qual a personagem reconhece alguma verdade sobre si ou sobre o mundo.

Vale destacar, especificamente, os livros Laços de família (1960), coletânea de contos que tratam do assunto que dá titulo à obra: as relações familiares. Típicos problemas e questões entre parentes ambientam as narrativas desse livro. Além dele, Felicidade Clandestina (1971) também merece destaque pelo seu tom autobiográfico e intimista.

A hora da estrela, um dos mais conhecidos e aclamados livros de Clarice Lispector, é outro que não pode faltar na hora de conversar sobre a autora. Nessa última obra, conta-se a história da datilógrafa Macabéa, migrante que mora no Rio de Janeiro e que tem sua história narrada por Rodrigo S. M., narrador fictício criado por Clarice Lispector.

*Creditos da imagem: NNNMMM / Shutterstock

Clarice Lispector, grande escritora do Modernismo brasileiro. Clarice Lispector, grande escritora do Modernismo brasileiro.
Por Fernando Marinho

Você pode se interessar também

Português

Diferenças entre a poesia, o poema e o soneto

Português

Maravilhoso universo da poesia brasileira

Português

O fantástico universo literário de Ana Maria Machado

Português

Monteiro Lobato

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.