Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Sítio do Picapau Amarelo

Você conhece a história do Sítio do Picapau Amarelo? Clique e conheça como surgiu o sítio mais famoso do Brasil!

Se você já ouviu falar em Monteiro Lobato, certamente já ouviu falar também sobre uma de suas maiores criações, o Sítio do Picapau Amarelo. Quando Lobato criou o sítio e suas personagens, não imaginava que estaria marcando para sempre a história da literatura infantil brasileira, que faria desse paulista da cidade de Taubaté seu maior representante.

Lobato foi um dos primeiros escritores a enveredar-se pelo universo lúdico das crianças. Quando começou a escrever para os pequenos, ainda não existia literatura voltada para esse público, que precisava contentar-se com as difíceis histórias escritas para adultos. A história do Sítio do Picapau Amarelo teve início no ano de 1921, quando Monteiro Lobato publicou o livro Narizinho Arrebitado. Depois desse vieram muitos outros: O Saci (1921), Fábulas de Narizinho (1921), O Marquês de Rabicó (1922), O Noivado de Narizinho (1927), Reinações de Narizinho (1931), As Caçadas de Pedrinho (1933), Emília no País da Gramática (1934), Geografia de Dona Benta (1935) e Histórias de Tia Anastácia (1937).


A história do Sítio do Picapau Amarelo começou em 1921, com a publicação do livro Narizinho Arrebitado

Em 1939, Monteiro Lobato publicou O Picapau Amarelo, livro que conta quando e por que as personagens do sítio foram morar lá. As principais personagens do Sítio do Picapau Amarelo são Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Emília, Tia Anastácia, Visconde de Sabugosa, Tio Barnabé, Marquês de Rabicó, o burro Conselheiro e o rinoceronte Quindim. Todas elas conviviam harmonicamente com personagens do mundo da imaginação, além de personagens que Lobato resgatava da mitologia grega. Dessa maneira, o escritor tinha como principal intenção divertir e educar por intermédio da leitura, incentivando nos pequenos a vontade de conhecer.


Pedrinho, Dona Benta, Visconde de Sabugosa, Narizinho, Tia Anastácia e Emília estão entre os principais personagens do Sítio do Picapau Amarelo *

Monteiro Lobato faleceu em 1948, na cidade de São Paulo, mas sua imensa contribuição para a literatura está perpetuada e até hoje conquista milhares de leitores entre crianças e adultos. Para você conhecer um pouco mais sobre o Sítio do Picapau Amarelo, segue abaixo todos os livros que compõem a coleção e que são um convite para uma viagem incrível ao mundo da imaginação. Boa leitura!


O Sítio ficou tão famoso que ganhou uma adaptação para a TV. A série Sítio do Picapau Amarelo fez muito sucesso entre os anos 70, 80, 90 e 2000

Coleção Sítio do Picapau Amarelo

  • 1921 - O Saci

  • 1922 - Fábulas

  • 1927 - As aventuras de Hans Staden

  • 1930 - Peter Pan

  • 1931 - Reinações de Narizinho

  • 1932 - Viagem ao céu

  • 1933 - Caçadas de Pedrinho

  • 1933 - História do mundo para as crianças

  • 1934 - Emília no país da gramática

  • 1935 - Aritmética da Emília

  • 1935 - Geografia de Dona Benta

  • 1935 - História das invenções

  • 1936 - Dom Quixote das crianças

  • 1936 - Memórias da Emília

  • 1937 - Serões de Dona Benta

  • 1937 - O poço do Visconde

  • 1937 - Histórias de Tia Nastácia

  • 1939 - O Picapau Amarelo

  • 1939 - O minotauro

  • 1941 - A reforma da natureza

  • 1942 - A chave do tamanho

  • 1944 - Os doze trabalhos de Hércules (dois volumes)

  • 1947 - Histórias diversas.

* A imagem é capa do DVD Sítio do Picapau Amarelo – Memórias da Emília. Som Livre.


Por Luana Castro
​Graduada em Letras

As histórias do Sítio do Picapau Amarelo começaram a ser contadas em 1921, quando Monteiro Lobato publicou o livro Narizinho arrebitado As histórias do Sítio do Picapau Amarelo começaram a ser contadas em 1921, quando Monteiro Lobato publicou o livro Narizinho arrebitado
Por Luana Castro Alves Perez

Você pode se interessar também

Português

Monteiro Lobato

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.