Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Carta pessoal

A carta pessoal é um subgênero da carta que permite a comunicação direta entre duas pessoas e tem um tom mais íntimo. Pode ser escrita à mão ou ser impressa.

Mão escrevendo em uma folha de papel, em alusão a uma carta pessoal. A carta pessoal é um texto de tom mais íntimo que permite a comunicação entre duas pessoas.

A carta pessoal é um subgênero da carta. Ela nomeia as cartas de comunicação direta entre duas pessoas e tem um tom mais íntimo. Além disso, pode ser um texto curto ou longo, escrita à mão ou impressa e é tradicionalmente enviada pelos Correios. Ela segue uma estrutura rígida, principalmente no preenchimento do envelope.     

Leia também: Para que serve um cartão-postal?

Resumo sobre carta pessoal

  • É um subgênero da carta.
  • Permite a comunicação direta entre duas pessoas.
  • Pode ser curta ou ter várias páginas.
  • Segue a ordem de estrutura da carta:

- cabeçalho;

- saudação;

- texto;

- despedida;

- assinatura.

  • O envelope deve ser preenchido de acordo com as regras dos Correios, caso for entregue por essa instituição.

Videoaula sobre carta pessoal

Quais as características de uma carta pessoal?

A carta pessoal é um subgênero da carta que permite a comunicação direta entre duas pessoas. Ela pode ser um texto curto ou de várias páginas, escrita à mão ou impressa e é tradicionalmente enviada pelos Correios em um envelope. É um texto mais íntimo, direcionado a um receptor específico e, geralmente, conhecido. Sua linguagem pode ser mais formal ou mais informal, dependendo do objetivo e da relação entre os interlocutores.

Estrutura da carta pessoal

A estrutura da carta pessoal é relativamente fixa e possui elementos indispensáveis. O texto deve conter os seguintes elementos:

  • Cabeçalho: local (geralmente cidade) e data (dia, mês e ano).
  • Saudação: cumprimento ao destinatário, seguido de vírgula.
  • Texto: o assunto da carta. Não se define uma ordem específica das informações e o autor pode organizá-las da forma que achar melhor.
  • Despedida: usa-se expressões como “Com carinho”, “Atenciosamente”, “Abraços”, seguido de vírgula.
  • Assinatura

Veja também: Crônica — curto texto que registra e comenta fatos do dia a dia

Como escrever uma carta pessoal?

Para escrever uma carta pessoal, o autor deve pensar em dois elementos:

  • Assunto: quais são as informações principais, em que ordem aparecerão, como serão organizadas, se há pedidos a serem feitos etc.
  • Destinatário: para definir a linguagem da carta, o autor deve avaliar qual a sua relação com o receptor, se há hierarquia entre eles, se já tiveram outras comunicações, qual a seriedade do assunto e o objetivo da emissão.

-> Como é feito o envio de uma carta pessoal pelos Correios?

Depois de escrever a carta pessoal, o envelope deve ser preenchido da maneira correta.

  • Parte da frente (na qual fica o selo): informações do destinatário, ou seja, quem receberá a carta.
    • Nome do destinatário.
    • Tipo de logradouro (rua, avenida etc.), nome do logradouro, número, bairro, cidade, estado e CEP. 
Envelope usado para enviar uma carta pessoal.
As informações no envelope são essenciais para que a carta chegue ao destino correto.
  • Parte de trás: informações do remetente, ou seja, quem enviará a carta. Essas informações identificam o autor e podem ser usadas para devolver a carta se, por qualquer motivo, ela não pôde ser entregue.
    • Nome do remetente.
    • Tipo de logradouro (rua, avenida etc.), nome do logradouro, número e complemento.
    • Bairro.
    • CEP, localidade (cidade), sigla da unidade da federação (estado).|1|

Por último, a carta deve ser levada aos Correios para ser postada e enviada. O envelope de qualquer carta deve ser preenchido corretamente para que ela consiga alcançar o seu destino.

Exemplos de carta pessoal

Recife, 20 de abril de 1985

 

            Querida Ana,

 

            A exposição foi um sucesso! Fiquei nela durante três dias e vendi quase todas as minhas pinturas. Muito obrigada pelo apoio e por me incentivar a viajar até aqui. Chegarei a São Paulo no dia 15 do próximo mês, podemos nos encontrar para tomar um café e celebrar?

 

Ansiosa para te ver,

 

Beatriz.

 

Rio de Janeiro, 13 de dezembro de 1969

 

            Caro Gabriel,

 

            Sinto informar que não poderei passar o Natal e as festas junto da sua família. Um compromisso surgiu no trabalho e tomará todo o meu tempo até janeiro. Peço que me desculpe pelo imprevisto e aceite os presentes que enviei a você e seus filhos; eles devem chegar duas semanas depois desta carta. Obrigado pelo convite e pela amizade!

 

Com saudosos cumprimentos,

 

Josué Garcia.

Saiba mais: Funções da linguagem — como elas se relacionam com os diferentes tipos de texto

Qual a diferença entre carta pessoal e carta aberta?

Ambas são subgêneros da carta. A carta pessoal refere-se a comunicações entre duas pessoas, um autor e um destinatário, e tem um tom mais íntimo, podendo contar histórias, dar notícias, pedir informações etc. Já a carta aberta é escrita, geralmente, por uma pessoa pública ou uma instituição e publicada em jornais, revistas ou na internet.

O objetivo da carta aberta é atingir a população em geral para passar uma informação, esclarecer algum erro ou mostrar um posicionamento.

Nota

|1| CORREIOS. Guia Técnico: endereçamento de correspondências. Disponível em: https://www.correios.com.br/enviar/correspondencia/arquivos/nacional/guia-tecnico-de-enderecamento-de-correspondencias.pdf.

Por Luiza Pezzotti Pugles

Você pode se interessar também

Português

Carta aberta

Português

Carta com base em argumentos

Português

Carta do leitor

Português

Cartão-postal

Últimos artigos

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.