Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Fábula

Fábula é um gênero do tipo narrativo muito popular e apreciado por pessoas de diferentes idades. Nascida da tradição oral (estudos indicam que no Oriente, por volta do século V a.C.), o próprio nome remete a histórias contadas e passadas de geração para geração (fabulare significa história, jogo, narrativa).

Quem não se lembra de ter ouvido, em algum momento, histórias curtas com personagens que são animais? A cigarra e a formiga, O leão e o ratinho e A raposa e as uvas são exemplos de fábulas, narrativas que constroem um ensinamento, uma moral.

 Na fábula, as personagens são animais com características humanas.
 Na fábula, as personagens são animais com características humanas.

Saiba mais: Três obras da literatura infantil e juvenil que você precisa ler

Principais características de uma fábula

A fábula é uma narrativa de caráter ficcional e que usa a alegoria para construir seus sentidos. Os animais, que são personagens, possuem características humanas, como a ganância, a preguiça, a inveja, a sabedoria, a astúcia etc. Por meio dessas características, as personagens movimentam-se e a história desenrola-se, levando à construção de um ensinamento.

Considerando que a fábula pode ser contada oralmente, sabemos que há diferentes versões de uma mesma história, o que não compromete a sua função: a de levar as pessoas a refletirem sobre o comportamento em sociedade.

As fábulas podem ser escritas em prosa (texto em parágrafos) ou em versos. Os títulos geralmente fazem referência às personagens, e o tempo e o espaço relacionam-se ao habitat delas. A linguagem é simples, objetiva e direta, e pode haver diálogos com a presença do discurso direto.

Saiba mais: Como escrever um texto narrativo?

Estrutura de uma fábula

Sendo a fábula um texto narrativo, é importante lembrar-se de que ela deve ter uma estrutura mínima de começo, meio e fim, ou seja,

  • no início, apresentamos as personagens e a situação;

  • depois, desenvolvemos o texto de forma que as personagens interajam em torno de uma situação;

  • por fim, criamos um final surpreendente, que gere a reflexão dos leitores sobre um ensinamento, uma moral, a qual aparece no final do texto geralmente.

As temáticas são variadas e ligadas às características que os animais representam, por exemplo: o leão, a força; a coruja, a sabedoria; a raposa, a astúcia.

Lembre-se do título!

A cigarra e a formiga é uma das fábulas mais famosas e trata do tema da responsabilidade.
A cigarra e a formiga é uma das fábulas mais famosas e trata do tema da responsabilidade.

Autores de fábulas

Os mais conhecidos autores de fábulas são Esopo, Fedro e La Fontaine, a quem são atribuídas as autorias dos textos mais famosos entre os leitores. No Brasil, temos representantes como Monteiro Lobato e Millôr Fernandes, que se dispôs a uma construção de releituras de fábulas.

  • Exemplos

A cigarra e a formiga

A lebre e a tartaruga

A rã e o touro

A raposa e o corvo

O leão e o rato

Vamos ler uma fábula? Observe no próximo tópico um exemplo e os elementos que o constituem.

Exemplo de fábula

A cigarra e a formiga

Fábula atribuída a Esopo

Era uma vez uma cigarra que vivia saltitando e cantando pelo bosque, sem se preocupar com o futuro. Esbarrando numa formiguinha, que carregava uma folha pesada, perguntou:

— Ei, formiguinha, para que todo esse trabalho? O verão é para a gente aproveitar! O verão é para a gente divertir-se!

— Não, não, não! Nós, formigas, não temos tempo para diversão. É preciso trabalhar agora para guardar comida para o inverno.

Durante o verão, a cigarra continuou divertindo-se e passeando por todo o bosque. Quando tinha fome, era só pegar uma folha e comer. Um belo dia, passou de novo perto da formiguinha que carregava outra pesada folha.

A cigarra então aconselhou:

— Deixa esse trabalho para as outras! Vamos divertir-nos. Vamos, formiguinha, vamos cantar! Vamos dançar!

A formiguinha gostou da sugestão. Ela resolveu ver a vida que a cigarra levava e ficou encantada. Resolveu viver também como sua amiga. No entanto, no dia seguinte, apareceu a rainha do formigueiro e, ao vê-la divertindo-se, olhou feio para ela e ordenou que voltasse ao trabalho. Havia terminado a vidinha boa.

A rainha das formigas falou então para a cigarra:

— Se não mudar de vida, no inverno você há de arrepender-se, cigarra! Vai passar fome e frio.

A cigarra nem ligou, fez uma reverência para rainha e comentou:

— Hum! O inverno ainda está longe, querida! Para as cigarras, o que importa é aproveitar a vida e o hoje, sem pensar no amanhã. Para que construir um abrigo? Para que armazenar alimento? Pura perda de tempo.

Certo dia o inverno chegou, e a cigarra começou a tiritar de frio. Sentia seu corpo gelado e não tinha o que comer. Desesperada, foi bater na casa da formiga. Abrindo a porta, a formiga viu na sua frente a cigarra quase morta de frio, puxou-a para dentro, agasalhou-a e deu-lhe uma sopa bem quente e deliciosa.

Naquela hora, apareceu a rainha das formigas, que disse à cigarra:

— No mundo das formigas, todos trabalham, e se você quiser ficar conosco, cumpra o seu dever: toque e cante para nós. Para a cigarra e para as formigas, aquele foi o inverno mais feliz das suas vidas

Por Sara de Castro

Você pode se interessar também

Português

Adivinhas – O que é, o que é?

Português

Origem dos contos de fadas

Português

Monteiro Lobato

Português

Como produzir um bom texto

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.