Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Adivinhas – O que é, o que é?

Você já brincou de “o que é, o que é?” Conheça as características desse gênero discursivo chamado de adivinha e aprenda como esse texto é organizado.

Observe o texto abaixo:

– O que é, o que é? Feito para andar, mas não anda?

– A rua.

Você já deve ter brincado várias vezes com perguntas desse tipo, não é mesmo? Esse é um gênero textual típico da cultura popular e que é passado de pai para filho. Apesar de ser um texto curto, seu domínio de conhecimentos é muito grande, pois ele pode ser utilizado para ensinar/aprender o significado e a formação das palavras, na construção de vários conhecimentos, auxiliar no processo de ensino e aprendizagem da leitura, entre outros.

Vamos analisar a seguir estrutura desse gênero!

  • Pergunta inicial

A adivinha sempre se incia com a pergunta “O que é, o que é?”. Essa pergunta inicial tem o objetivo de chamar a atenção do interlocutor para a pergunta seguinte, já com a intenção de desafiar e estimular a sua solução. Veja alguns exemplos:

- O que é, o que é? Cai em pé e corre deitado?

Resposta: a chuva.

- O que é, o que é? Quebra quando se fala?

Resposta: o segredo.

  • Pergunta-desafio

A segunda pergunta da adivinha é a pergunta-desafio. Por meio dessa pergunta, o interlocutor (a pessoa com quem se conversa) é levado a utilizar-se de conhecimentos sociais, culturais e linguísticos para a solução do problema proposto. Observe os exemplos:

- O que é, o que é? Tenho cauda, mas não sou cão. Não tenho asas e sei voar. Se me largam, eu não subo. Saio ao vento para brincar.

Reposta: a pipa.

Perceba que, nesse exemplo da pipa, na construção da pergunta-desafio, há uma organização em forma de verso e rima. Esse tipo de recurso textual é muito comum nas adivinhas.

- O que é o que é? Dá muitas voltas e não sai do lugar?

Resposta: o relógio.

  • Resposta

Depois das perguntas inical e desafio, é necessário que haja a resposta. Assim, percebe-se que esse tipo de texto trata-se de um diálogo e, por isso, exige um emissor e um receptor, isto é, alguém que faz a pergunta e alguém que a responde. Além disso, a construção da resposta pede muito além de conhecimentos linguísticos, pois é solicitado ao receptor uma capacidade interpretativa que requer dele um conhecimento de mundo. Dessa maneira, esse tipo de gênero textual pode ter muitas funções no ensino de língua portuguesa.

Agora, tente responder as dez adivinhas a seguir. As respostas estão no final deste texto. Boa sorte!

1 - O que é, o que é? O que a areia disse para o mar?

2 -O que é, o que é? O que é que está na ponta final do fim, no início do meio e no meio do começo?

3 – O que é, o que é? É um pássaro brasileiro e seu nome de trás para frente é igual?

4 – O que é, o que é? O que anda com os pés na cabeça?

5 – O que é, o que é? O que tem no meio do ovo?

6 – O que é, o que é? Surdo e mudo, mas conta tudo?

7 – O que é, o que é? O que a esfera disse para o cubo?

8 – O que é, o que é? O que o tomate foi fazer no banco?

9 – O que é, o que é? Quando um tigre se parece com um velho?

10 – O que é, o que é? Qual é o bicho que anda com as patas?

Respostas:

1 – Deixa de onda.

2 – A letra M.

3 – Arara.

4 – O piolho.

5 – A letra V.

6 – O livro.

7 – Deixa de ser quadrado.

8 – Tirar extrato.

9 – Quando é um tigre de bengala.

10 – O pato.

A adivinha é um gênero textual composto pelo par pergunta-resposta A adivinha é um gênero textual composto pelo par pergunta-resposta
Por Mariana Rigonatto

Você pode se interessar também

Português

Fábula

Português

Diário, um gênero textual

Português

Seminário, um gênero textual

Português

Debate, gênero textual oral

Últimos artigos

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.

Peste de Atenas

Peste de Atenas foi uma epidemia que atingiu essa cidade grega em 430-427 a.C., bem no início da Guerra do Peloponeso, causando milhares de mortes.