Qual matéria está procurando ?

Matemática

Matemática

Estudo dos sinais de uma função do segundo grau

Clique e aprenda a fazer o estudo dos sinais de uma função do segundo grau a partir de suas raízes e concavidade.

Uma função do segundo grau é uma regra que relaciona cada elemento de um conjunto a um único elemento de outro e que pode ser reduzida à forma: f(x) = ax2 + bx + c. O estudo dos sinais de uma função do segundo grau é uma análise que determina os intervalos de números reais nos quais a função é positiva, negativa ou nula.

Ideia central do estudo dos sinais

Ao fazer o estudo dos sinais de uma função do segundo grau, estamos interessados em descobrir:

  • quais são os números x pertencentes ao domínio dessa função que fazem com que a sua imagem y seja positiva;

  • quais os valores de x fazem com que y seja negativo;

  • e quais valores de x fazem com que y seja nulo.

Graficamente, estamos procurando os intervalos no eixo 0x onde a função está acima do eixo x, abaixo do eixo x e sobre o eixo x. Isso significa que estamos buscando os respectivos intervalos em que a função é positiva, negativa ou nula.

Observe o gráfico da função do segundo grau f(x) = x2 – 4x + 3:

No gráfico acima, para todos os valores de x maiores do que 1 e, ao mesmo tempo, menores do que 3, a função está abaixo do eixo x. Logo, os valores de y são negativos. Observe também que a função está acima do eixo x para todos os valores de x maiores do que 3 e menores do que 1. Dessa forma, a função é positiva nesses dois intervalos. A função é nula nos pontos de encontro entre ela e o eixo x, portanto, nesse caso, exatamente sobre os pontos 1 e 3 do eixo x.

Essa análise pode ser usada sempre que o gráfico da função estiver disponível. Quando ele não estiver, pode-se usar o método algébrico, que descrevemos abaixo, ou construir o gráfico da função.

Método algébrico

É possível realizar o estudo dos sinais de uma função do segundo grau a partir de suas raízes. Assim, analisa-se, por elas, a concavidade da parábola que representa a função. Para isso, é necessário encontrar as raízes da função do segundo grau, por qualquer método, e determinar a concavidade da parábola que representa essa função. Isso pode ser feito observando o coeficiente a:

Se a > 0, a concavidade da parábola está voltada para cima.

Se a parábola está voltada para baixo.

Em uma dada função do segundo grau f(x) = ax2 + bx + c, suponha que suas raízes sejam x1 e x2.

Se o coeficiente a > 0, a concavidade da parábola está voltada para cima. Para essa função, o intervalo ]x1, x2[ faz com que a função seja negativa; os valores maiores que x2 e menores que x1 fazem com que a função seja positiva, se x2 > x1. Além disso, os próprios valores de x1 e x2 são os pontos onde a função é nula.

Se o coeficiente a parábola é voltada para baixo. Assim, o intervalo ]x1, x2[ faz com que a função seja positiva; os valores maiores que x2 e menores que x1 fazem com que a função seja negativa, se x2 > x1. Além disso, os próprios valores de x1 e x2 são os pontos onde a função é nula.

Exemplo:

Dada a função f(x) = x2 – 4x, suas raízes são:

x2 – 4x = 0

x(x – 4) = 0

x = 0 ou

x – 4 = 0

x = 4

Como a = 1 > 0, então, no intervalo entre 0 e 4, a função é negativa. Para qualquer valor maior que 4, ou menor que 0, a função é positiva; e sobre os pontos 0 e 4, essa função é nula.

Exemplos de estudos de sinais feitos sobre gráficos de funções Exemplos de estudos de sinais feitos sobre gráficos de funções
Por Luiz Paulo Moreira Silva

Você pode se interessar também

Matemática

O que é função?

Matemática

Conjuntos Numéricos

Matemática

Coordenadas do vértice da parábola

Matemática

Ponto de máximo e ponto de mínimo

Últimos artigos

Dízima periódica

Uma dízima periódica é um número que possui sua parte decimal infinita e periódica

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.