Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Lixiviação do solo em uma área de plantação. A lixiviação resulta na retirada de nutrientes do solo e na sua consequente perda de fertilidade.

Lixiviação é o processo de remoção dos nutrientes de um solo por meio da percolação de água. A água dá origem a uma solução formada pelos elementos químicos presentes no solo, e os carrega para camadas mais profundas do solo ou para áreas rebaixadas do relevo.

A lixiviação, comparada a uma lavagem do solo, ocasiona a diminuição da fertilidade do solo e pode provocar o esgotamento total de seus nutrientes, o que caracteriza a desertificação. Para evitar esse problema, basta realizar o manejo adequado do substrato e evitar a remoção da cobertura vegetal, promovendo, ainda, o reflorestamento e a recuperação de áreas degradadas.

Leia também: Intemperismo e erosão são a mesma coisa?

Resumo sobre lixiviação

  • Lixiviação é o processo de retirada dos nutrientes do solo por meio da ação de um líquido, mais comumente da água.

  • Solos expostos, sem cobertura vegetal, são mais suscetíveis à lixiviação.

  • A lixiviação acontece por meio da percolação de água em um perfil de solo.

  • Os nutrientes presentes na solução formada pela água são carregados para camadas mais profundas do solo ou regiões rebaixadas do relevo.

  • Esse processo resulta na redução da fertilidade do solo e na sua acidificação, podendo levar à desertificação em situações mais graves.

  • A lixiviação pode ser química ou metalúrgica (processo industrial).

  • Para evitar a lixiviação, deve-se adotar técnicas sustentáveis de manejo e promover o reflorestamento ou recuperação de áreas desmatadas, além de manter a cobertura vegetal.

O que é lixiviação?

Lixiviação é o processo de perda de nutrientes de um solo por meio da ação da água ou de outra substância física que percola por ele, ou seja, que cai em sua superfície e penetra gradualmente para o seu interior. A lixiviação é, portanto, o processo de dissolução e carreamento dos nutrientes do solo.

Principais causas da lixiviação

A lixiviação acontece somente quando se forma uma solução no perfil de solo, o que significa que deve haver a presença de líquido para que ela se concretize. O principal líquido que promove a lixiviação é a água. Ainda assim, não basta a presença de água no ambiente para que a lixiviação do solo ocorra. Os fatores que, em conjunto com a abundância de água, ocasionam a lixiviação em um solo são os seguintes:

  • Remoção da cobertura vegetal e exposição do solo aos agentes intempéricos.

  • Climas muito úmidos e chuvosos, em que há abundância de água.

  • Características físicas e químicas do solo, que interferem da intensidade e velocidade de percolação da água e na maneira como ela afeta a qualidade química do subtrato.

Veja também: Ação antrópica — consequências negativas e positivas das ações do ser humano no meio ambiente

Como ocorre a lixiviação?

A lixiviação acontece em solos expostos, isto é, sem vegetação.

A lixiviação ocorre por meio da percolação de água em um solo exposto. Percolação é a entrada de água em um perfil do solo a partir da superfície. Esse movimento faz com que uma solução seja criada entre a água e os elementos químicos presentes no substrato, como sódio (Na), nitrogênio (N), cálcio (Ca), potássio (K) e magnésio (Mg), carregando-os para camadas mais profundas e removendo-os da parte mais próxima da superfície.

Com a continuidade da percolação da água, os elementos são carreados ainda mais para o interior do solo, e podem atingir o lençol freático, caso o terreno não seja inclinado. Quando se tem áreas com declive acentuado, os nutrientes do solo podem ser depositados em partes mais baixas do relevo, junto da água.

Tipos de lixiviação

Existem dois tipos de lixiviação:

  • Lixiviação química: processo natural que acontece nos solos expostos aos agentes intempéricos, caracterizado pelo carreamento de seus nutrientes.

  • Lixiviação metalúrgica: processo realizado em fábricas para a extração de recursos minerais do solo, usados como matéria-prima na indústria.

Consequências da lixiviação

O empobrecimento nutricional do solo é a principal consequência da lixiviação.

A lixiviação tem como resultado a perda de fertilidade do solo, já que seus nutrientes são removidos das camadas superficiais e transportados para outras regiões. Além da menor fertilidade natural, as consequências da lixiviação são as seguintes:

  • Diminuição do pH do solo, tornando-o mais ácido com o tempo.

  • Fragilização da estrutura física do solo.

  • Laterização do solo, com a formação de uma camada rígida entre as demais camadas do perfil de solo, devido à deposição de elementos como óxido de ferro.

  • Caso o processo de lixiviação continue, acontece a desertificação do solo, que esgota permanentemente seus nutrientes e causa a inviabilização daquele substrato.

Como evitar o processo de lixiviação?

O bom manejo dos solos é a forma mais eficaz de evitar a lixiviação. Essa prática depende da adoção de métodos sustentáveis de plantio e de cuidados com o substrato, já que seu uso intensivo pode ser prejudicial e torná-lo suscetível a processos de degradação, como a lixiviação. A manutenção da cobertura vegetal é outra forma de evitar o carreamento de nutrientes do solo.

Em áreas degradadas, é preciso executar planos de recuperação e reflorestamento, o que protege o solo e auxilia no equilíbrio do meio ambiente.

Saiba mais: Por que o desmatamento é tão prejudicial?

Exercícios resolvidos sobre lixiviação

Questão 1

(Enem) O desgaste acelerado sempre existirá se o agricultor não tiver o devido cuidado de combater as causas, relacionadas a vários processos, tais como: empobrecimento químico e lixiviação provocados pelo esgotamento causado pelas colheitas e pela lavagem vertical de nutrientes da água que se infiltra no solo, bem como pela retirada de elementos nutritivos com as colheitas. Os nutrientes retirados, quando não repostos, são comumente substituídos por elementos tóxicos, como, por exemplo, o alumínio.

LEPSCH, I. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos, 2002 (adaptado).

A dinâmica ambiental exemplificada no texto gera a seguinte consequência para o solo agricultável:

a) Elevação da acidez.

b) Ampliação da salinidade.

c) Formação de voçorocas.

d) Remoção da camada superior.

e) Intensificação do escoamento superficial.

Resolução: Alternativa A

A lixiviação promove a diminuição do pH do solo, isto é, a sua acidificação.

Questão 2

(ESA) Nas áreas muito úmidas da Amazônia, típicas de clima Equatorial, os solos são lavados e têm seus minerais e nutrientes escoados pela água das chuvas, causando o empobrecimento do solo em curto prazo.

A este processo de degradação do solo denominamos:

a) laterização.

b) lixiviação.

c) desertificação.

d) antropização.

e) ravinamento.

Resolução: Alternativa B

O enunciado descreve a lixiviação do solo, que consiste no carreamento de nutrientes pela ação da água.

Fontes

AZEVEDO, Julia. Lixiviação: o que é, tipos e consequências. eCycle, [s.d.]. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/lixiviacao/.

CAMPOS, Nayama. Lixiviação do solo: como evitar o problema e reduzir a perda de nutrientes. Terra de Cultivo, 07 mar. 2022. Disponível em: https://www.terradecultivo.com.br/lixiviacao-do-solo/.

LIMA, Valmiqui Costa; LIMA, Marcelo Ricardo de; MELO, Vander de Freitas. (Org.) O solo no meio ambiente: abordagem para professores do ensino fundamental e médio e alunos do ensino médio. Universidade Federal do Paraná. Departamento de Solos e Engenharia Agrícola. Curitiba: Departamento de Solos e Engenharia Agrícola, 2007. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/67899.

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Desertificação

Geografia

Intemperismo

Geografia

Modificações do Solo

Geografia

Solo | Ensino Fundamental I

Últimos artigos

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.

Arte rupestre

A arte rupestre são as obras de arte produzidas pelos hominídeos na Pré-História, destacando-se as pinturas e as gravuras.